Páginas

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

No meu Jardim

No meu jardim.



Pela manha planto flores
Rego, cuido, faço corte, faço amor
No meu jardim cresce a linda flor
E meus dias são de mais amores


A flor que colore minha saudade
Que em canto livra-me da maldade
Baila ao sabor do vento do beija-flor
Entrega-se plácida ao amor cuitelinho


Flores que me dão vidas
Flores vivas sentem no toque o carinho
E libera de suas entranhas sua deliciosa doçura
Que na minh'alma cala em ternura.

Toninhobira

09/08/2010

3 comentários:

  1. E você tem se mostrado um excelente e
    cuidadoso jardineiro! Que o seu jardim
    seja sempre colorido e enfeitado por
    lindas e perfumadas flores!
    Sublimes versos que traz em suas
    entrelinhas o momento ímpar de um
    doce sentir! Poeta, meu amigo querido,
    parabéns!!!
    Carinhos meus a ti, sempre... Bjsss

    ResponderExcluir
  2. MEU AMIGO, PARABÉNS PELA BELEZA COM QUE TU FALAS SOBRE AS FLORES.
    REALMENTE TENS UM JARDIM BONITO, PORQUE ATRAVÉS DO POEMA VEMOS O QUÃO BEM CUIDADO ELE É.
    E TU REALMENTE SABE CUIDAR COM AMOR E CARINHO, POIS O PERFUME DAS MESMAS EXALAM COM AS LETRAS.
    UM ABRAÇO MEU AMIGO, ATÉ A PRÓXIMA.

    ResponderExcluir
  3. É muito bela essa metáfora do jardineiro. Eu viajei aqui nela e fiz um paralelo lá com o Guardador de Rebanhos do Pessoa. Em intenções e gestos, em poesia e na vida. Tudo muito belo, meu grande! Abração. paz e bem.

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.