Páginas

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

SE AMAR É...

Trovinhas colegiais.




Se amar assim é sina
Quero este amor comigo
Que de manha me alucina
Nas noites meu abrigo


Se amar é no corpo abrigar
Beijo-te a boca na sintonia
Do abraço forte a perpetuar
No seu corpo minha alegria


Se amar é nunca mentir
Do amor que nos invade
Vivo esta loucura de vir
Amar-te por toda à tarde


Se amar é não ter solidão
Vivo perdido em fantasia
De nunca sentir a emoção
De seus beijos fazer apologia


Se amar é sofrer assim
Rasgo seu coração sofredor
Arranca toda agonia pra mim
Para viver só de amor


Se amar é tudo que vivemos
Agora sofro esta verdade
De saber que não teremos
No futuro tamanha felicidade.

Interações de amigos que fico honrado/grato.

José Claudio:
Tanto que subi e desci serras, penei(amando)
Visitei florestas, rios e mares, sofri (amando)
Viajei por tantas sendas e trilhas com dor (amando)
Vou seguindo esperançoso o que me resta da vida(amando)

Flor da Vida:
Se amar for um sentir que arrebata,
Que dá asas, alucina, e faz estremecer
Então estou febril, e amando pra valer...
Deliro estar em nuvens juntinho com você.

7 comentários:

  1. Oi, amigo!
    Amei seus versos...
    Tudo de bom durante essa semana!
    Muita inspiração...
    Beijinhos.
    Itabira

    ResponderExcluir
  2. Hummm... Que beleza de tovas!

    Se amar for um sentir que arrebata,
    Que dá asas, alucina, e faz estremecer
    Então estou febril, e amando pra valer...
    Deliro estar em nuvens juntinho com você.

    Perdão amigo poeta, não resisti sem inteirar,rsrs...
    Aplausos a ti por tão lindas trovas, por tão magníficos versos!!! Carinhos... Bjsss

    ResponderExcluir
  3. Amar é estar bem consigo mesmo, lindo poema, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  4. Tanto que subi e desci serras, penei(amando)
    Visitei florestas, rios e mares, sofri (amando)
    Viajei por tantas sendas e trilhas com dor (amando)
    Vou seguindo esperançoso o que me resta da vida(amando)

    Sempre vale a pena. Belíssimas as trovas, amigo!
    Abração. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  5. Oi amigo,

    Tem selinho para vc em meu blog, passe lá depois,

    de coração,
    Ester.~

    ResponderExcluir
  6. Toninho, é pra comentar?
    rsrsr
    Olha meu amigo, comentar é pouco! Eu queria era duetar contigo também!
    Eu queria falar desse amor que tu tão bem descreve nesse lindo poema!
    Tanto as rimas, quanto na musicalidade, quanto na tua alma afeiçoada.

    Se amar é tudo que vivemos
    Agora sofro esta verdade
    De saber que não teremos
    No futuro tamanha felicidade.

    Mas tudo é possível quando se ama.
    Abraços, tudo de bom!

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.