Páginas

domingo, 30 de janeiro de 2011

Simplicidade do querer












Simplicidade do querer .


Quero de tudo um pouco
Dos seus olhos a proteção
Que o carinho me conforte
E na poesia minha inspiração

Quero de tudo um pouco
Dos seus lábios o doce mel
Que nos meus dias de sufoco
Vem o beijo, meu viver adoçar

Ah, eu de tudo quero tão pouco.
Que você possa me oferecer
Que mesmo em face deste querer
Sofro esta dor de lhe ver sem ter.

Mas o que pode este meu querer?
Se na angustia do meu viver
Há uma nuvem que assombra
Cobrindo o céu de meu viver.



Toninhobira
16/01/2011


10 comentários:

  1. Lindo, tudo que queres é táo pouco...mas precisa ter alguém que perceba...
    Beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  2. O querer do poeta é pouco, mas seu coração é superior.
    Ele alacança o amor atravéz das letras de lindo poema. Um abraço meu amigo.

    ResponderExcluir
  3. Oi Toninho, que bom, vc essta aí com um novo poema, estais pedido tão pouco, quem te ama pode te dar muito mais ,vc deve ter muitos amores, principalmente na Bahia, se fores casado deixo o dito por não dito rsrs desculpa amigo a brincadeira, os teus versos são lindos, me comove., ja te disse isso. UM abraço carinhoso Celina.

    ResponderExcluir
  4. Tão singelo o querer e mesmo assim no meio do caminho tinha uma pedra... Lindo demais, meu amigo! Abração, ótima semana. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  5. Lindo seu poema querido... é bem assim...quando amamos alguem e este alguem não esta perto de nós, ficamos felizes mesmo que só com um pouco...
    Tenha uma encantadora semana amigo...beijinhos...
    Valéria

    ResponderExcluir
  6. Ah, essas nuvens ameaçadoras, amigo Toninhobira, sempre a nos prometer tempestade... Ou, no mínimo, empanando o sol, o que já é bem ruim...
    Adorei seus versos, meu querido, tão cheios de sentimentes, de sinceridade!
    Deixo-lhe um abraço paertado!

    ResponderExcluir
  7. Eu sabia que vc ia gostar, fiquei feliz. Vim agradecer a alegria que me propocionaste ao ler o meu trabalho. Toninho tem um filme de AKIRA KUROSAWA, SONHOS,o terceiro sonho são telas de VAN GOGH, e uma coisa deslunbrante . se na cidade que vc vive vc não encontrar eu mando para vc, eu tenho mais de um, é uma licão de vida principalmente um dos sonhos que se refere a destruição do planeta pelo homem é só dizer para onde eu devo enviar. vai ser um prazer amigo compartilhar coisas tão belas, eu tenho quase a coleção dele falta pouco para completar. Um abraço carinhoso. Celina.

    ResponderExcluir
  8. Passei pra deixar um bejim pro cê!

    ResponderExcluir
  9. Graça e paz!

    Hoje não estou passando para opinar sobre as dilétas postagens, mas para fezer um convite, quero convida-los a conhecer o meu espaço, criado recentemente, um blog que fala sobre os dois lados da moeda na igreja, mesclado com detalhes do nosso cotidiano sangrento. Aguardo a visita.

    Estarei seguindo esse espaço.

    Abração.

    www.emterradecego11.blogspot.com

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.