Páginas

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Em meu coração.


Em meu coração recebo pessoas,
Sublime festa do meu coração,
Algumas são sempre bem vindas,
Num cantinho especial do salão.

Outras tantas vezes há invasão,
Por quem nunca se apresentou,
Que passa para deixar a solidão,
No salão onde outrora circulou.

O coração é mesmo sem maldade,
Para entender esta minha sina,
Pois quando esta feliz de verdade,
Logo vem alguém virar a pagina.

Então decidi meu coração trancar,
Para que não mais sofra desilusão,
Com visitante que vem como mar,
Ruir os castelos da minha emoção.

Como posso trancar meu coração,
Se ainda reside o desejo de amar,
Que tanto me acelera a pulsação
Quando me proponho a sonhar?
        
Toninho.
17/05/2013
***************************************
Um bom fim de semana a todos.
***************************************
  Amigos que se inspiram e brilham:
Calu:http://fractaisdecalu.blogspot.com.br/

Fica mesmo este dilema
que a todos faz pensar
como trancar um coração
que se dispõe a amar?

Melhor deixá-lo ser
natureza a borbulhar
aprender a escolher
as ondas deste mar.
******************************************
Vilma Piva : http://vilmapiva.blogspot.com.br/
Não contarei minhas dores
nem direi meus porquês,
só sei dizer que certa vez
vi meu coração em sofreres.

E nada é mais amoral que essa dor
sentida no vazio de uma ausência
a corroer a ferida em permanência
sem unguentos para o dissabor.

Mas um coração de amor não se cala,
ainda que triste, na fossa por morrer,
bate sofrendo, procurando viver
pequenas alegrias e o tempo o reinstala.
**************************************

31 comentários:

  1. Eu estou assim sabe, tem momentos que sinto vontade te passar o cadeado em todas as portas deste coração teimoso, mas é uma tarefa quase impossível. As vezes bate um desencanto não é? Linda poesia querido, bjus pra ti.

    => Gritos da alma
    => Meus contos
    => Só quadras

    ResponderExcluir
  2. Boa noite, Toninho!
    E volta o poeta com seu enorme coração, cheio de amor, carinho e sensibilidade.
    Não passa o cadeado não! Nosso coração deve estar sempre aberto ao amor, assim vivemos melhor e mais tempo.
    um grande abraço carioca e bom final de semana!

    (meu post último fala de algo que vc gosta muito)

    ResponderExcluir
  3. Outras tantas vezes há invasão,
    Por quem nunca se apresentou,
    Que passa para deixar a solidão,
    No salão onde outrora circulou.

    Achei lindo...

    Tentar trancar o coraçao é bobagem... é ele quem nos comanda...


    Um otimo fim de semana Toninho...
    Beijos...

    ResponderExcluir
  4. Olá Toninho, amigo querido,
    Deixo esses versos para fazer companhia aos teus.

    Coração de Amor

    Não contarei minhas dores
    nem direi meus porquês,
    só sei dizer que certa vez
    vi meu coração em sofreres.

    E nada é mais amoral que essa dor
    sentida no vazio de uma ausência
    a corroer a ferida em permanência
    sem unguentos para o dissabor.

    Mas um coração de amor não se cala,
    ainda que triste, na fossa por morrer,
    bate sofrendo, procurando viver
    pequenas alegrias e o tempo o reinstala.

    com carinho,
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Nem que quisesses, conseguirias cadear o coração! Apenas cuidar de quem nele entra! Linda inspiração, como sempre! abração,ótimo fds! chica

    ResponderExcluir
  6. Para o amor, coração sempre aberto.
    Toninho um final de semana de paz e luz.
    Xeros

    ResponderExcluir
  7. É meu querido, os corações são mesmo assim...sofrem por tudo que passa por eles daí que um dia quando o queremos trancar os buracos já são tantos que mesmo trancado tudo lá entra... só para nos magoar.
    O meu coração também tem sofrido, hoje sofre por ver tanta maldade e tanta injustiça...principalmente quando se trata dos direitos das crianças...esse só ficou mesmo no papel.
    (um dia pedi um milagre e estou a ver que vou partir sem que ele se realize) juntos iremos vencer as batalhas que os homens teceram para nós.
    Beijinhos de luz e muita paz nesse seu lindo coração, e que ele pare de sofrer pelo menos por quem não merece.

    ResponderExcluir
  8. Amigo estou surpresa... porque acabei de vir aqui deixar o meu comentário, e ao voltar para lhe dizer que fiz um selinho em sua homenagem com a ligação ao seu blogue. Vejo que o meu comentário desapareceu?
    Gostava de saber o porquê?
    Se souber me explique, beijinhos de luz e tenha um lindo fim de semana.

    ResponderExcluir
  9. Ei Toninho
    Que lindo seu poema, como você é talentoso.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  10. Boa noite meu querido !
    vejo que aqui sempre reina o amor...aqui o amor grita...acelera e chama se purificando e eu sempre encantada com tudo que leio por aqui...
    bjs da espoletinha !!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  11. Querido Toninho: trancar o coração não é a solução; mas talvez reforçar a segurança na entrada, quem sabe... abraços!

    ResponderExcluir
  12. Acho que meu comentário não entrou; eu disse assim: trancar o coração não é a solução, mas quem sabe, reforçar a segurança na entrada?

    ResponderExcluir
  13. O coração não foi feito para ser trancado!...
    ¸.•°✿✿⊱彡
    Boa semana!
    ¸.•°✿✿⊱彡Beijinhos¸╭⊰✿¸.

    ResponderExcluir
  14. Meu amigo impossível trancar o coração, mas podemos transformar o amor, em sentimento fraterno e duradouro, e acredite mesmo assim acabamos às vezes nos magoando, mas não faz mal, porque o que importa é ter certeza que a nossa consciência esta em paz, e acima de tudo desejar a felicidade de quem amamos independente de qualquer coisa, amar é muito bom, amar nos impede de nos tornarmos secos e amargos, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  15. É meu querido, os corações são mesmo assim...sofrem por tudo que passa por eles daí que um dia quando o queremos trancar os buracos já são tantos que mesmo trancado tudo lá entra... só para nos magoar.
    O meu coração também tem sofrido, hoje sofre por ver tanta maldade e tanta injustiça...principalmente quando se trata dos direitos das crianças...esse só ficou mesmo no papel.
    (um dia pedi um milagre e estou a ver que vou partir sem que ele se realize) juntos iremos vencer as batalhas que os homens teceram para nós.
    Beijinhos de luz e muita paz nesse seu lindo coração, e que ele pare de sofrer pelo menos por quem não merece.

    Observação:comentario da amiga Franciete,estranhamente ele aparece no meu email e nao aparece no blog.Quem entende este blogger quando dá a louca?
    Grato Franciete pelo alerta e assim pude corrigir este belo carinho.

    ResponderExcluir
  16. Muito linda a sua poesia Toninho!
    Não tranque o coração não...isso é muito triste.
    O Amor sempre supera tudo...
    Agradeço por sua simpática visita lá no meu blog.
    Tenha uma semana iluminada.
    Um abraço
    Astrid Ananbelle

    ResponderExcluir
  17. Astrid Annabelle...*ops... digitei errado acima...

    ResponderExcluir
  18. Fica mesmo este dilema
    que a todos faz pensar
    como trancar um coração
    que se dispõe a amar?

    Melhor deixá-lo ser
    natureza a borbulhar
    aprender a escolher
    as ondas deste mar.

    Pedidos do coração que eu não consegui recusar e veio a inspiração para junto trovar.
    Abraços amigo poeta.
    Calu

    ResponderExcluir
  19. Oi, Toninho...

    Essa música do João Bosco é maravilhosa!
    Tão quanto sua poesia... que linda!!!

    Uma ótima semana!
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Oi querido que bom que o consegui-o encontrar, assim se encontrassem tantas coisas que vamos perdendo e jamais as voltaremos a ver.
    Li o seu comentário e vinha mais ou menos deixar algo que se parece-se mas fico feliz ao ver que afinal até terá sido erro meu...ou então ele só quis ir descobrir outros mundos...amigo lhe desejo uma linda semana e se quiser pode também levar o miminho, pois eu abusei o fiz sem lhe pedir permissão...beijinhos amigo.

    ResponderExcluir
  21. Olá,Toninho
    Que magnífico poema!
    Mas,não tranque seu coração,meu querido amigo.Reserve lá um cantinho para todos os que lhe querem muito bem,sim?
    Uma boa semana.
    Beijinhos da
    Beatriz

    ResponderExcluir
  22. Toninho,infelizmente nem todas as pessoas valorizam um coração puro e sinceroe, muitas vezes,precisamos nos proteger.Muito linda poesia!bjs e boa semana,

    ResponderExcluir
  23. O coraçao sofre pelas perdas, pelas saudades, mas viver sem amor não é viver.
    Belo poema.
    bhs

    ResponderExcluir
  24. Oi, querido Toninho!

    O coração é aquele "bandidinho" que não nos obedece.

    Quando pensamos que está sereno, lá surge um novo amor, um novo sonho, e ele logo, logo, começa a pulsar.

    Boa semana.
    Beijos da Luz, com ternura.

    PS: novo post no "Afetos e Cumpliciddes". Obrigada!

    ResponderExcluir
  25. Toninho,

    Retifico: Cumplicidades.

    Obrigada!

    ResponderExcluir
  26. Toninho, bom mesmo é amar! E ponto.
    adoro essa música
    beijão

    ResponderExcluir
  27. Toninho,

    Então é isso: o coração é como um salão, ora tá cheio, ora tem penetras, ora tá vazio e bate a solidão. Quando há convidados ou intrusos, há movimentação, aceleração e alegria. Ou não. O coração tem um porta secreta por onde passa o amor.

    Beijos

    ResponderExcluir
  28. Toninho,

    O coração é um departamento
    que não se tem como trancar
    almas sensíveis de canto e amor
    vive aberto, receptivo ao luar...

    Desejos que não se conta
    feliz de quem na rede balança
    ventarola o pensamento,
    em luta da rede levanta...

    Tem gente que por aqui passa,
    outros pensam e se apresentam,
    alguns se perdem em lamento,
    e por não pensar, não reinventam...

    Fica na paz
    os teus poemas são bálsamos
    descritos pelas tuas mãos...

    Beijos

    Livinha

    ResponderExcluir
  29. Meu amigo, não conseguimos fechar suas portas porque ele se alimenta de esperança. Por mais que nele não permaneçam certos visitantes, está pronto para receber o dono da festa, quando chega. Bjs.

    ResponderExcluir
  30. Não tranque seu coração! Como faríamos sem a beleza dos teus versos que dele vem?!
    Beijocas!

    ResponderExcluir
  31. Caro Toninho
    Mais uma linda postagem. A música adoro. O coracão tem mil facetas, e você as trancou , mas depois destrancou os seus magníficos versos interagindo com a Calu e a Vilma Piva.

    Adorei.
    Bjs

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.