Páginas

sábado, 27 de julho de 2013

Tradução da saudade.













Se não te cabe toda esta saudade.
Permita que transborde no rosto,
Cada lágrima traduza o desgosto,
Que dilacera a alma sem piedade.

A saudade voa como uma flecha,
Quando viaja no ar sem direção,
Alveja certeiro, o pobre coração,
Ferido apenas inspira a endecha.

Os versos moucos em desarmonia,
Traduzem cada passo da saudade,
Silente padece só na trama cruel.

Então se aconchega na fantasia,
Que lhe transporta na idealidade,
No voo indefinido no alado corcel.

Toninho.
14/07/2013

Endechas: Composição lírica ou musical que expressa profunda tristeza, tal como o pesar causado pela morte de um amigo ou de um ente querido; uma elegia.
Corcel: Cavalo veloz; cavalo de batalha, ginete.
***************************************************
Visitem e participem de uma série "Vovozar" no link abaixo: para ler falar da experiencia de ser vovó ou falar do prazer de ter tido ou ter uma Vovó.



26 comentários:

  1. Mais uma maravilha e além de ter a saudade lindamente trazida, ainda explica os termos. És demais! abração,chica

    AH. ia esquecendo: adoro essa música e Kenny G.

    ResponderExcluir
  2. Belo soneto, amigo!
    Quanta inspiração! A saudade é uma dor muito forte...que vai massacrando a gente!
    Feliz Domingo.
    M. Emília

    ResponderExcluir
  3. Que soneto esplendoroso querido, parabéns por esta linda inspiração. Vc anda tão saudoso... e assim , nos presenteia com lindas poesias. Um bjão.

    ResponderExcluir
  4. Olá, amigo Toninho
    Pobre coração, ferido!!! Padece do "mal" de amor...
    Lindos versos sentidos e com extrato de mel!!!
    Já "vovozei" com Norma...
    Bjs fraternos de paz e bem

    ResponderExcluir
  5. Toninho queriod,
    Sua poesia transborda a saudade que este ente querido lhe causou ao coração. Deu pra sentir direitinho o que é uma saudade tão grande.
    um abração carioca


    ResponderExcluir
  6. Lírico e belo poema, carregado de tristeza e sensibilidade.
    Abraço

    ResponderExcluir
  7. Oi, amigo!
    O blog está lindo! E o poema então, nem se fala. E por falar em saudade... Sinto saudades de todos, mas o tempo anda curto.
    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  8. Toninho, quantas vezes deixei a saudade transbordar em meu rosto...
    Lindo o teu poema. Conforta, afaga.

    Obrigada pelo comentário carinhoso lá no blog. Boa semana!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  9. ehhh saudadee
    http://umagarotacitouu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Tonninho
    Saudade é uma forma carinhosa de se expressar _ uma palavra que dá a exata dimensão de gostar do objeto causado ou da 'criatura' rs ou de momentos vividos,
    Saudade é assim , 'voa como flecha ! tenho saudade até de quem nunca vi rsrs
    muitos abraços Toninho

    ResponderExcluir
  11. Bom dia meu querido amigo, gostei do seu poema mas o que mais me tocou fundo no meu coração, é a chamada de atenção para a palavra vovó!
    Essa é sem dúvida, que é o meu calcanhar de Aquiles, é o gravo espetado em meu peito, esta ferida que nunca mais vai deixar de sangrar.
    Tenha uma linda semana com beijinhos de luz e muita paz.

    ResponderExcluir
  12. Olá, Toninho. Simplesmente grandioso. Um dos teus mais lindos poemas.

    ResponderExcluir
  13. Oi Toninho bom dia, achei maravilhoso tudo, parabéns a começar pela música, os versos são lindos descreves a saudade de uma forma única é como nós sentimos e sofremos ,muito lindo meu amigo,um abraço fraterno, Celina

    ResponderExcluir
  14. Parabéns Toninho,
    Você sempre tão inspirado! Parabéns pelo poema, que traduz com precisão um sentimento que todos nós conhecemos tão bem! É, mas daí a traduzí-lo... bom, aí e com você! Bjs

    ResponderExcluir
  15. Muito lindo soneto de saudade!De comover!bjs e boa semana,

    ResponderExcluir
  16. Meu amigo

    Um poema que retrata a saudade...terno e doce.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  17. Ah! esta música tem tudo a ver com a dor da saudade, è linda a melodia que emoldura sua saudade poética. Dói, como dói...

    obs Grata por divulgar "Vovozar"
    bjs

    ResponderExcluir
  18. Toni,

    A fantasia sempre alivia o peso da saudade, pena que a gente não consegue viver só dela. Muito belo o poema, como sempre. Parabéns pelo dia do escritor, você certamente merece todas as honras. Gr. Bj. Muita Paz!

    ResponderExcluir
  19. Boa tarde, Toninho
    A música de fundo é linda, triste, mas muito bela, bem de acordo com o tema da sua poesia.
    Um abraço e obrigada pelo apoio sempre.

    ResponderExcluir
  20. Oi Tonninho,
    Lindíssimo poema, cheio de sensibilidade.
    A música é muito gostosa de ouvir lendo o poema.
    Adoro o Kenny G.
    Deixo um grande abraço e desejo uma ótima quinta.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  21. Olá Mineirinho,
    Que composição mais bela... A música de Kenny G e seu poema. Perfeito!
    Bons fluidos.

    ResponderExcluir
  22. Bom dia, Toninho. Esse é o segundo comentário que faço, pois o primeiro a internet caiu, o telefone ficou mudo e perdi tudo.
    Não sei se conseguirei colocar a minha ideia central aqui.
    O seu poema ficou belíssimo.
    A saudade fere, dilacera um coração, prende-se num tempo que não é dela, e faz um mal na maioria das vezes.
    Ela é boa quando não interfere na vida que levamos no presente, de forma negativa e extremamente saudosista,onde apenas sabemos olhar para trás.
    Beijo grande e parabéns.
    Sempre informativo no fim das postagens, colabora com muitas pessoas, isso chama-se pensar no leitor.
    Parabéns por isso também!

    ResponderExcluir
  23. Querido Toninho
    A maior parte das imagens do seu vídeo,são de uma beleza ímpar.
    Poema lindíssimo sobre a melancolia que se apodera de nós, quando estamos afastados de quem amamos,seja qual for a distância.
    Uma palavra que só existe na Língua Portuguesa para definir este estado de alma e que o Toninho soube traduzir na perfeição da sua poesia,neste bonito soneto.
    Uma ótima 4ª feira.
    Beijinhos da
    Beatriz

    ResponderExcluir
  24. Continuo aqui na sua casa, quantos poemas não tinha lido? Explico a vovó aqui está na casa da filha, meu neto está sem pc e eu não tenho coragem de negar, então quando acabo o serviço da casa ele está já todo entretido em seus jogos e filmes, está com quinze anos, então abro mão, afinal eu posso entender perfeitamente, agora este poema que fala da saudades toca-me muito, sabe amigo vou continuar ver se perdi mais alguma coisa, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  25. Caro Toninho

    Encantador este poema que você gentil e sabiamente sempre completa explicando .

    Um lindo dia para você.

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.