Páginas

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Anjo de asas partidas.














Viver como anjo de asas partidas,
No voar perigoso para visita vã,
Mesmo carregando asas feridas,
No abandono se lança no divã.

Vagar pelas noites e nos recantos,
Com estas asas caídas em missão,
Renascer das cinzas os encantos,
Que se perdem nesta fria solidão.

As noites chuvosas são dolorosas,
Asas molhadas pesadas a inercia,
Faz da missão uma arte perigosa,
Mas teima no zelar com perícia.

É difícil ser um anjo com coração,
Com estas asas caídas e imperfeitas.
As noites são vazias como a ilusão,
Onde se perde em rezas mal feitas.

Toninho
23/07/2013
***********************************************
Uma semana de alegria e paz a todos.
Nem sempre a obra reflete a vida do autor.

18 comentários:

  1. Olá meu querido amigo, Deus enviou para todos nós Anjos para nos ajudarem, as suas asas são fortes... quando elas se partem é o peso de ele nos carregar
    ao colo. Para assim podermos atravessar a ponte que nos aparece pela frente... e onde nós gritamos valha-me o anjo-da-guarda.
    Asim temos de ter sempre o cuidado de carregar nossos fardos sozinhos e é, a maior parte de nós que dizemos também meu Anjo-da-guarda por onde andas que não me acodes.
    Assim o pobre com tantos para ajudar tem de certo de partir as asas.
    Tenha um lindo dia, com beijinhos de luz e muita paz.

    ResponderExcluir
  2. Por vezes as asasa parecem murchar, cais, diminuir, mas logo, tomamos um "Ovomaltine" e lá vamos nós, fortes .vendo as asinhas crescendo novamente, se perfilando nos permitindo voar e ...sonhar! Lindo poema,Toninho! abração,chica

    ResponderExcluir
  3. Eu te entendo amigo, tem dias que nos sentimos com as asas partidas, pesadas, queremos ir mais longe, mais as nossas asas não deixa, são tantos os motivos, que achamos melhor deixar as asas sarar para levantar voo outra vez,gostei da tua poesia cada qual usa como achar melhor, te cuida, quero dizer que estou no face book. desejo que o teu anjo fique bom, e vc também. Um abraço fraterno. Celina.

    ResponderExcluir
  4. Querido Toninho
    No inverno, sentimo-nos mais caídos,como se as nossas asas estivessem partidas.Não pense na solidão,porque nunca está só:está com Deus e tem muitos amigos espalhados por todo o mundo e que lhe querem muito bem.Com a vida interior que tem,não existe solidão para si.Também pode«buscar no silêncio outro modo de riqueza vital,pensando,lendo,escrevendo,(como tão bem faz) e até ouvindo música...»,segundo J.S.Nobre.
    Parabéns pelo seu belo poema. Lembre-se de que a primavera está quase a chegar.
    Beijinhos da
    Beatriz

    ResponderExcluir
  5. Perfeitos Toninho, poema e música.
    Abraço

    ResponderExcluir
  6. Temos momentos de fortaleza e de fraqueza, mas quando precisamos proteger algo nos impulsiona e não deixamos as asas caírem.
    Bonito poema.
    bjs.

    ResponderExcluir
  7. Meu amigo

    Como sempre maravilhoso poema e adorei a música.

    Deixo um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  8. Olá Toninho, boa noite meu amigo! Belíssimo poema, as vezes nos sentimos assim sem asas para alçar novos voos,mas é só dar tempo ao tempo que elas renascem novas, amplas e voadoras com sempre foram.A música é perfeita para o seu poema...Bela escolha. Parabéns por mais uma linda escrita.
    Beijos com muito carinho de sua amiga
    Marilene

    ResponderExcluir
  9. Bom dia Toninho! Que poesia linda! A música é linda. Parabéns, mt luz pra vc!

    ResponderExcluir
  10. Olá td bem por aqui, vim agradecer seu carinho
    no meu aniversário, desejar sempre o melhor pra vc
    Que as asinhas dos anjos não se quebrem mais
    Venha participar do sorteio do meu Blog será bem vinda (o)
    Abraços
    Rita
    http://cantinhovirtualdarita.blogspot.com.br/2013/08/sorteio-do-cantinho-virtual-da-rita.html

    ResponderExcluir
  11. Olá Mineirinho,
    Lindo demais ler esse poema com o fundo musical que é encantador.
    Que os anjos nos protejam sempre...
    Bons fluidos

    ResponderExcluir
  12. Olá amigo Toninho!
    Pois gostei muito de sua obra, viu...
    Parabéns!

    Amigo agradeço por sua gentil visita!

    Beijos! Fernanda Oliveira

    ResponderExcluir
  13. Difícil mesmo é ser anjo com um coração suscetível às desilusões causadas pelo amor não correspondido ou pela falta do mesmo, sofrendo com a solidão. Linda poesia querido. Olha, obrigada viu, por sua vista tão carinhosa aos meus blogs. Um bj grande.

    ResponderExcluir
  14. Os anjos têm que ter o coração carregado de incondicionalidades... Nada de ter sentimentos tristes ou asas caídas. Poema sentido, talvez construído num momento de fragilidade.
    Eu gosto. Um abraço

    ResponderExcluir
  15. Uma crueldade quem ama e voa ter que seguir doendo e tentar muitas vezes sobreviver e não deixando de amar . Lindo Toninho
    Beijo

    ResponderExcluir
  16. Meu amigo, como sofrem os anjos nesta terra, os de coração puro, aqueles que não conseguem nunca estar realmente felizes porque sabem que não tão longe algum irmão geme de dor, ah poeta triste a sina do anjo que nesta vida vem, triste e muito difícil, as asas quebram, as lágrimas as umedecem e eles lutam muito para não caírem nos abismos que os horrores da vida lhes apresentam, lindo e sensível poema, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  17. Lindo poema
    Triste ficamos nós diante da impotência de não poder recuperar as asas desses anjos. Mas a esperança nunca morre.
    Um dia voltarão a voar por certo.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.