Páginas

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Para que serve a saudade?


A saudade é um sentimento, que nos acompanha por toda vida, desde que somos apresentados à luz. Neste momento é colocada uma caixinha em nossas vidas. É nela que vamos depositar momentos e emoções ao longo desta jornada. Basta um suspiro, ela se abre para receber mais uma saudade. 

Há quem diz que ela é má, outros vivem dela e ainda há os que delas inspiram e fazem coisas belas em variadas definições. A saudade é camaleão, veste-se das mais variadas formas e cores, para se apresentar aos seres humanos em seus momentos de alegria e ou mesmo de solidão. 

Há quem diz sentir saudade das saudades, este chamamos de saudosista, ele fica parado no tempo, que não volta mais. E canta esta saudade em forma de uma ladainha. Ah, eu sinto saudade dos tempos de crianças, de correr pelas ruas vazias, das bonecas de papelão, dos pirulitos no tabuleiro, dos primeiros filmes de televisão. Vivem fustigados pela caixinha sempre aberta a deixar escapara estas saudades. Quem já não sentiu saudades dos primeiros dias da escola, do horário do recreio, assim como o toque final da campainha para anunciar o fim das aulas? Ou quem sabe, sente saudades de um amor infantil, que ali nascera ou até mesmo o amor involuntário (?) pela professora que os meninos eram acometidos. Ah, isto eu lembro sim e ainda hoje vejo o rosto dela.

Mas tem saudades, que sangram e reabrem cicatrizes. Estas vêm como avalanche derrubando tudo como um trator às arvores. O compositor Chico Buarque disse que ela é como uma fisgada num membro já perdido ou mesmo, que ela é o revés de um parto, ao arrumar o quarto do filho que já morreu. Estas dificilmente poderão ser trancadas, isoladas na caixinha, pois volta e meia elas virão incomodar.

Então você que me lê, de vez em quando, faça uma faxina na sua caixinha de saudades e reveja quantas saudades, ainda moram lá e quantas devem ser libertadas. Mas não seja precipitado para não descartar saudades, que lhe farão faltas em momentos especiais da vida em que uma saudade nos reanima, estimula, depura a alma e todo o ser. 

Porém para aquelas que não temos ações e nem controles e que assanhadamente vêm nos visitar o coração com suas pegadinhas, para estas é melhor respeita-las e sentir calado no seu cantinho ou simplesmente fazer um embrulho delas com as metáforas e coloca-las nas entrelinhas de uma poesia destas bem apaixonadas.

Feliz dia da Saudade.

Toninho.
30/01/2015

37 comentários:

  1. Olá Toninho,
    Lendo o seu belo texto fiquei pensando na saudade de uma mãe que perde um filho.
    Deve ser a pior delas, não?
    Te desejo um excelente final de semana, amigo
    Um grande abraço de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  2. Toninho,

    A saudade é minha companheira.
    Houve um tempo que, eu sofria muito com ela. Aprendi muito com a vida, e hoje lido com a saudade de uma forma bem diferente.
    Um trecho de uma música católica, diz: "Só se sente saudade do que é bom". Quando ela aperta muito, lembro disso.
    Pra não ficar nada acumulado, vou dar uma faxina na minha caixinha da saudade. Amei a sugestão.
    Um lindo dia! Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Olá, Toninho
    Gostei de te ver de novo no meu espaço.
    Saudades??? Ai tantas, de Portugal...
    Gosto muito de Chico Buarque, e gosto imenso de Ruben Alves.
    Bom final de semana.

    Um abraço
    MIGUEL / ÉS A MINHA DEUSA

    ResponderExcluir
  4. A saudades nos faz voltar a amor, a um lugar onde nos sentimos bem, ao coração de quem amamos. Bjs poeta e bom final de semana, já estamos em casa e viemos em paz. No blog tem mil novidades, bjs

    ResponderExcluir
  5. Êta, Toninho, que coisa mais linda, bravíssimo, amei cada frase.
    Quem não tem saudade boa e também as ruins, estas eu procuro espantar, balançar minha cabeça e esquecer.
    Algumas a gente tem até uma certa vergonha em relembrar, aquelas bem lá do passado, quando éramos imaturas e não sabíamos nada da vida.
    Uma joia seu texto.
    Grande abraço, amigo.

    ResponderExcluir
  6. Toninho, postagem boa demais!
    Eu gosto de sentir saudade
    e faço o possível para viver bem e intensamente
    para guardar somente saudade boa, mesmo
    de momentos ruins.
    Espero você la no Espelhando, viu?
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderExcluir
  7. Amigo Toninho, texto maravilhoso. Saboreei cada palavra, pois sei exatamente do que está falando. Um pouco mais de rodagem nesta vida nos faz enxergar dimensões que quando mais jovens não víamos. Me fez visitar um pouco a minha caixinha. Abraços

    ResponderExcluir
  8. Olá, Toninho
    Ah! Esta saudade danada que sempre nos visita, e sempre com mais intensidade à medida que vamos envelhecendo.

    Um abraço, paz e bem

    ResponderExcluir
  9. Oi Toninho
    Acho que não existe nesse planeta, um único se humano que não tenha uma saudade.
    Abraço

    ResponderExcluir
  10. Sentir saudade é saudável e faz parte da vida, como disse no texto... Porém temos que equilibrá-la, colocar no seu devido lugar senão, uau... Ela nos mata ou prejudica! Saudade doentia é terrível...
    Sinto boas saudades de pessoas, lugares, eventos... Boas lembranças de tempos passados...

    Texto muito bom!!
    Abraço

    ResponderExcluir
  11. Toninho,essa sugestão de revirar e faxinar a caixinha das saudades é boa! As minhas são bem remexidas e tenho muitas ,antigas, outras novinhas em folha que convivem comigo, dentro do coração! Lindo te ler! abração, tuuuuuuuudo de bom, lindo dia e fds! chica

    ResponderExcluir
  12. Fico com Rubem Alves. a gente saudade do que foi bom, acho que ela é um termômetro para saber se valeu a pena...
    Bom dia, Toninho. Uma de tuas mais bonitas postagens.

    ResponderExcluir
  13. Boa tarde Toninho, dizem que saudade não tem tradução noutra língua e que só em português tem o seu verdadeiro significado!
    Adorei o seu texto impregnado talvez de alguma saudade, mas que fala dela com muita emoção e sapiência!
    Quem não tem um pouquinho dela machucando o coração?
    Excelente a musica, maravilhosos pensamentos!
    Um momento de grande eloquência!
    Beijinhos e um bom fim de semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  14. Boa noite Toninho
    Realmente não tem como ficar imune a saudade.Uma hora ou outra ela vai aparecer.
    Tenha um ótimo final de semana.

    ResponderExcluir
  15. É verdade, Toninho, todos temos uma caixa preta, onde guardamos sentimentos indizíveis e muitos pacotes de saudade. Bela crônica.
    Amigo, beijo e muita luz!

    ResponderExcluir
  16. Que bom ter saudade. Quem tem saudades é porque viveu; e nelas ainda vive. Só tenho saudades das coisas boas. Abraços.

    ResponderExcluir
  17. TODOS UN DÍA NOS ENFERMAMOS DE NOSTALGIA.
    UN ABRAZO

    ResponderExcluir
  18. Meu amigo seu post me emocionou, pois a suada de ultimamente mora comigo.
    Tenho a minha filha longe, há um ano que está na Tailândia , e as saudades são muitas e doem...
    Tenho outras que estão guardadas num armário que de vez em quando abro e arrumo com cuidado.

    beijinho comovido

    ResponderExcluir
  19. Boa tarde Querido Toninho.
    Saudade; Um sentimento poderoso que tem a capacidade as vezes de nós colocar para baixo, mas também pode se um único sentimento que é necessário sentirmos, pois faz recordar também lindos momentos. Um feliz fevereiro.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Oi Toninho as saudades estão sempre destro de nós, as vezes maltrata e as vezes faz bem pensar nela, da uma sensação boa e não maltrata é a da saudade com a esperança, sim a esperança. Um abraço cheio de esperança de coisas boas , que nos fazem sorrir,Um desses abraços para vc

    ResponderExcluir
  21. Todos os dias, elas chegam de mansinho, nos fazendo reviver muitos momentos, com a participação das pessoas que nos são caras, principalmente as que já partiram...

    Que a semana, seja plena de grandes e boas realizações, Toninho. Beijo carinhoso, amigo!

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. Toninho,

    Amo ter saudade!
    E terei saudade até morrer.
    Saudade do que vivi, saudade do que não vivi e saudade do que não lembro ter vivido.
    Quem não tem saudade, bom sujeito não é!
    Rubem Alves...
    E pensar que tive o privilégio de ter comparecido em seu velório...
    Moro em Campinas/SP.
    Saudade de Rubem Alves!
    Ai, que saudade!
    Lindo texto, meu amigo!
    Uma semana com muita saudade!
    Paz e Luz

    Abraços

    ResponderExcluir
  24. A saudade é sentida pela alma....
    Abraço Lisette.

    ResponderExcluir
  25. Saudade é o que nos faz manter vivas as lembranças do que um dia foi bom...

    Beijos, Toninho...

    ResponderExcluir
  26. Toninho, meu amigo!!!!
    Os tempos ruins deram um atrégua e voltei a blogar um pouco. As coisas viraram de ponta cabeça e hoje em dia assumi responsabilidades que nunca antes pensei em assumir. Com o AVC do meu pai e doenças da minha mãe passei a cuidar de muitas coisas... tem dia que sobra um tempinho mísero e daí eu descanso... rsrsrsr bem, mas agradeço a visita, meu amigo. Voltei-me ao artesanato para não entrar numas de depressão, mas mesmo assim tem dias horríveis. Quanto a saudade, eu sou saudosista de tantas coisas e acho que a saudade existe para dizer-mos que somos humanos...
    Um abração!!!
    Linda semana!

    ResponderExcluir
  27. Olá Toninho,

    Tive oportunidade de ler essa sua bela prosa poética no face. Você retratou muito bem esse sentimento, que ora adoça e ora fere o coração. Como já disse alguém, trata-se de um sentimento agridoce. Certo é que, embora possa fazer doer, se sentimos saudade é porque tivemos momentos marcantes, que valeram a pena ter sido vividos.

    Grata pela carinhosa presença em meu recanto.

    Semana maravilhosa procê.

    Abração.

    ResponderExcluir
  28. Olá Toninho!
    A saudade vista por um poeta torna-se um sentimento para ser revisto de forma mais branda e serena. Adorei lê-lo!!!
    Aproveito para convidar você a prestigiar nossa amiga Chica no Cantinho da Prosa! Ela nos deixou uma linda mensagem com foto. Ela que muito nos alegra com suas iniciativas merece o nosso carinho, não é mesmo?!

    Eis o link: http://silenimachado.blogspot.com.br/2015/01/no-cantinho-da-prosa-com-chica.html

    Muito obrigada!
    Forte abraço!
    Vivendo e Aprendendo
    Fotos e Prosas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Toninho!
      Muito obrigada pelo comentário deixado para a nossa amiga Chica e vai ser um prazer recebê-lo no meu Cantinho da Prosa, muito vai nos enriquecer com seus lindos versos! =)
      Forte abraço emanado de mt paz e luz pra vc!

      Vivendo e Aprendendo
      Fotos e Prosas

      Excluir
  29. Oi Toninho, o meu abraço de agradecimento belo comentário lindo, prometo estar sempre presente, sorte e muitas felicidades a vc, meu querido amigo, o meu abraço de muito carinho,

    ResponderExcluir
  30. Neste dia desejo-te o abraço de Iemanjá, aumentando sempre a paz para vc e todos da família, o meu abraço grande

    ResponderExcluir
  31. A saudade nos acompanha,
    enquanto a vida durar
    por não nos ser estranha
    junto do coração tem lugar!

    Boa noite amigo Toninho, uma abraço.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  32. Olá!
    Que lindo Toninho!!!
    É para refletir mesmo...eu no fundo do meu coração tenho uma saudade de algo que não pude viver...e sei q. não vou viver nesse mundo...enquanto isso, vou vivendo Feliz pelo que tenho de mais lindo na minha Vida, me preparando para o dia que poderei Viver o que não Vivi!
    Amigo, deixei um miminho para vc...espero q. goste!
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Fã Page

    ResponderExcluir
  33. Entrar aqui e ver Chico e Rubem... ah, que saudade que dá de muita coisa, ate´de coisas que nunca aconteceram....
    Como explicar?
    Uma boa semana, poeta Mineirinho... dos melhores!
    Beijos

    ResponderExcluir
  34. Oi Toninho saudade é a presença dos ausentes e trazendo Chico e Rubem me trouxeste um tempo que não volta mais...mas traz boas lembranças.
    Abraço carinhoso.

    ResponderExcluir
  35. Pois é meu querido amigo, é tão vasto este campo de sentimentos que uma só palavra os encerra e a que melhor define este turbilhão de emoções é precisamente esta palavra portuguesa. E quem não tem saudades? é como querer varrer da memória um tapete onde passeámos os nossos sonhos que nos fizeram felizes! Mas ter saudades dói. e porque assim é, deixemos entrar no nosso baú, só o que nos faz sorrir a alma! Seria bom se fosse fácil, compartimentar, mas façamo-lo para que o nosso caminhar nos deixe saudaes no tempo futuro! Gostei demais desta sua dissertação!
    Fraterno e grande abraço, Toninho!

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.