Páginas

domingo, 10 de maio de 2015

Doce mãe;


Mãe é uma palavra doce como o mel,
néctar que a abelha suga de uma flor,
rainha que na polinização é tão fiel,
assim tu és mãe rainha eterna do amor.

No teu leite suguei, nutriu-me de vida,
teu perfume um guia real nos caminhos.
Vem de ti uma ternura bem concebida,
a que me faz estar repleto de carinhos.

Oh, mãe quisera nesta hora de ti saber.
Ao som desta Ave Maria vem o pranto,
os olhos úmidos a lágrima a me benzer,
em nome do Pai, Filho e Espírito Santo.

Nada fácil mãe viver a dura realidade,
Buscar na tua face o meu beijo partido,
Ao som dos sinos que dobram a saudade,
É por ti mãe querida o choro incontido.  

Toninho
Maio/2015

 Desejo um feliz dia a todas as mães do mundo.
Quisera que o mundo tivesse este espirito maternal. 
Obrigado mãe na estrela em que se escondeu!


16 comentários:

  1. Que linda poesia e homenagem, Toninho! Obrigadão de coração! abraços, lindo domingo e felicidades às mamães da família! chica

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Toninho. Linda homenagem, querido.
    Senti a sua verdadeira emoção e isso fez a porsia ficar mais bela.
    Quando a missão da nossa mãe acaba aqui na Terra, sofremos muito, uma vez que ter o amparo regado de amor de nossas mães não tem nada igual ou que possa substituir.
    A minha está fazendo companhia para a sua, quiçá, na mesma estrela.
    Brilham pela bondade existente em vida em seus Corações.
    A missão delas continua no céu e sinto terem a permissão para nos proteger.
    Esse é um tipo de amor que nem a morte separa.
    Que Deus abençoe todas as mães, concordando com você, biológicas ou não.
    Obrigada pelo carinho.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  3. UM obra prima de Deus que nos concedeu ,maravilhoso momento ,um grande abraço ,e um dia muito feliz para todas as mães deste mundo.

    ResponderExcluir
  4. Olá, Toninho.

    Vim, para te desejar um Dia das Mães, maravilhosamente Maravilhoso.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  5. Linda homenagem, toda mãe é um poço de amor, eternidade, bjs e tem homenagem no meu blog

    ResponderExcluir
  6. LINDA LÍRICA Y TRIBUTO!!!!
    ABRAZOS

    ResponderExcluir
  7. Mãe deveria ser eterna, né amigo?
    Não consigo me imaginar sem a minha...
    Nossa... emocionante teu poema!
    Hoje apesar de ser um dia muito belo, é uma data que traz saudades e sofrimentos a muitas pessoas que não podem ter a mãe ao lado, seja por que motivo for.
    Por esta razão, não devemos nunca nos esquecer de quem sente o que tu está sentindo e também das mães cujos filhos não estão mais entre nós.
    Há de se ter sensibilidade para todos os casos no dia de hoje.
    Belíssima homenagem! Parabéns!
    Beijos e uma abençoada semana.

    Rivotril com Coca-Cola

    ResponderExcluir
  8. Que linda homenagem Toninho! Obrigado e parabéns!
    Uma bela noite, e felicidades para as "Mães" da tua vida!
    Abração,
    Mariangela

    ResponderExcluir
  9. Toninho, querido amigo!
    Teu poema é tão pungente que deu pra sentir a dor de não ter mais a mãe ao lado. Vejo isso em todos os amigos que já perderam suas mãezinhas e sofro por eles, pois sei que a minha já está bem perto do fim, já sofro por antecedência, mas não deixo de comemorar junto a ela, não só neste dia, mas em todos os que posso estar junto, curtir a vida, passear, dar boas risadas.
    Obrigada pela poesia dedicada a todos nós neste dia, você é um poeta magnífico!
    um grande abraço carioca


    ResponderExcluir
  10. A melancolia do poema, sensível à mão, ao som do Caetano.
    O final diz tudo, Toninho" "Nada fácil mãe viver a dura realidade, Buscar na tua face o meu beijo partido,
    Ao som dos sinos que dobram a saudade,
    É por ti mãe querida o choro incontido."
    Beijo.

    ResponderExcluir
  11. Olá Toninho
    Felizmente ainda tenho a minha, com seus 91 anos e em plena saúde. Adorei o poema.
    Abraço

    ResponderExcluir
  12. Dedico esse poema tão bonito a todas as mães
    para a minha tbém que tem 84 anos e ainda está
    bem boazinha pra nós, parabéns a vc que postou
    essa beleza


    Abraços com carinho!

    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  13. Que doce homenagem, amigo mineirinho. O colo de uma mãe faz sempre falta, por muito crescidos que sejamos. Vamos acreditar que ela, esteja onde estiver, sentiu este seu hino.
    Beijinhos, uma linda semana
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
  14. Bela poesia e homenagem, Toninho.
    Não é fácil mesmo viver a dura realidade de não ter mais a mãe juntinho de nós neste mundo.
    Só desejo bençãos e alegrias para todos os tipos de mãe, conforme destacado no cartão.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  15. Boa noite, Toninho.
    Você é um poeta de extrema sensibilidade, por essa razão, volto aqui para reler tão bela homenagem emocionante para tua mãe.
    Somos e seremos sempre incompletos sem a presença física de mãe, mas creio que o amor não cessa nunca, está vivo em nós, nas nossas mães onde quer que elas estejam.
    Ler você é maravilhoso.
    Te adoro.
    Beijos na alma e linda semana de paz.
    Parabéns por tanta sensibilidade em teu coração precioso de talento raro.
    Fique com Deus.

    ResponderExcluir
  16. Meu amigo, evitei ler postagens comemorativas da data. Como você, tenho um vazio que nada preenche, e a alusão a esse ser amado abre feridas. Mas sua homenagem ficou muito bela. Bjs.

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.