Páginas

sábado, 24 de outubro de 2015

O menino das estrelas.



O menino das estrelas.

Quando o Sol se punha no infinito,
via sempre a imagem do menino,
com varinha de condão num rito,
era a hora de arrebanhar estrelas.

Na sua veste azul com toda graça,
calçado com suas Botas reluzentes,
no seu Pégaso com linda couraça,
galopar atrás de estrelas ausentes.

Lindas suas manobras iluminadas,
Deixando longo rastro multicolor,
Com várias figurinhas encantadas,
Para delírio do jovem observador.

Mas naquela noite era Lua cheia,
não vi a figura do pastor menino,
apenas as figuras soltas e luzidias,
que luziam difusas num desatino.

De repente vi um brilho no azul,
como uma estrela cadente a cair,
que fez rodopiar Cruzeiro do Sul
sobre ela o pastorzinho a sorrir,

Naquela noite enamorou-se a Lua,
por um satélite que se desgarrara,
da companhia da estrela ingênua,
então luziu no céu a estrela Dalva.

Toninho
Outubro/2015
Meu outro blog
*********************************************
Bom domingo a todos e que a semana seja maravilhosa.




36 comentários:

  1. Toninho, tua inspiração que é sempre linda. conseguiste arrasar mais ainda. LINDÍSSIMA poesia! Magia e encanto em cada verso! Adorei! Belo momento aqui! abração, ótimo domingo!chica

    ResponderExcluir
  2. Simplesmente mágico ,uma ternura ler este belo poema ,onde as palavras cheias de luz nos enchem de sonhos ,caro amigo desejo-lhe um Santo e feliz Domingo ,um grande abraço

    ResponderExcluir
  3. Que coisa linda o menino que arrebatava estrelas... um sonho esse poema... muito lindo...

    Toninho, que sua semana seja otima...

    Beijos...

    ResponderExcluir
  4. Que poema magistral meu amigo
    O menino que arrebatava estrelas e nos faz sonhar
    Que lindooooooo!!!!!
    Um ótimo domingo Toninho
    Beijos e sorrisos

    ResponderExcluir
  5. Achei interessante a mudança de visão.

    Começa com a visão coletiva em que todos veem; e ao migrar para a visão única e especial, de que, somente o observador passional é capaz de ter sido escolhido para testemunha.

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde, Toninho.
    Muito linda a sua poesia e lúdica.
    Criatividade e uma saudade bem ao fundo é o que mostras, encantamento e inspiração que nunca te falta.
    Tenha uma abençoada semana de paz, querido.
    Beijos meus!

    ResponderExcluir
  7. Gosto muito de estrelas cadentes e mais ainda de Milton...

    Boa semana :)

    ResponderExcluir
  8. Olá Toninho,

    Pura magia!
    Linda a poesia.

    Feliz semana.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  9. Ontem fiz um comentário aqui, mas ao publicá-lo, pifou o moden. Magnífca poesia! Abraço apertado e semana iluminada!

    ResponderExcluir
  10. Bom dia, meu querido!!!
    Quanta magia nesses versos!
    Mesmo sem ter um céu estrelado para olhar agora, me vi namorando um... Precisa ter o dom pra compor tão belos versos com tanta beleza que o Criador nos dá, parabéns!
    Que Deus continue te abençoando.
    Uma linda semana, abração esmagador.

    ResponderExcluir
  11. Maia e encantamento em teus versos poeta. No Poesia tem muita festa vem comemorar com a gente

    ResponderExcluir
  12. Que inspiração mais linda Toninho.
    Uma perfeição de poesia nestes belíssimos versos.
    Eu cresci contemplando as estrelas,
    vendo o cruzeiro do sul, a estrela Dalva...E lá em Minas a proximidade é maior, pela pureza do ar.
    Uma ótima semana!
    Abraços,
    Mariangela

    ResponderExcluir
  13. Doce canto-encantado nos versos ritmados ao condão inspirador d'alma do menino-pastor de estrelas.

    Percorri enlevada por entre as constelações poéticas.
    Meus aplausos amigo-poeta!

    Abraços,
    Calu

    ResponderExcluir
  14. Caro amigo
    Sempre me surpreendo com seu talento, imaginação e inspiração, é um verdadeiro artista com as palavras.
    Parabéns, Toninho
    Um abraço bem grande.

    ResponderExcluir
  15. Que bela lenda sobre a estrela Dalva! Tu soubeste lindamente nos apresentar em ternos versos a criação maravilhosa de uma estrela. A imagem do pequeno pastor e a magia do seu olhar a nos encantar pelas "manobras iluminadas,
    Deixando longo rastro multicolor,
    Com várias figurinhas encantadas"
    é de enternecer o coração.
    Gosto de poemas assim, que fazem mágicas das imagens, que nos cativam num enredo, prendem o olhar e perfumam o coração com tanta sensibilidade exalada nos versos.
    E o Milton Nascimento? Ah, meu amigo, uma escolha excelente, que mostra mesmo o teu amor pela minas gerais...
    Minha cunhada Aninha fez questão de responder a todos os comentários da última postagem minha. Quando puder, dê uma chegadinha por lá, ok?
    Uma excelente semana pra ti,
    um beijo com carinho,
    Helena

    ResponderExcluir
  16. "aobre ela o pastorzinho a sorrir"
    Meu querido, desculpe a liberdade, mas acho que houve uma troca de letra neste verso. Nada que confunda o sentido, mas não tome como uma intromissão, viu?
    Beijos da
    Helena

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Helena muito obrigado pela observação, já corrigi, grato sempre pela leitura apurada. Já estive por lá lendo a Aninha. Carinhoso abraço para voces. Bjs

      Excluir
  17. Que lindoo, Toninho!
    Parabéns! adoro essas histórias.
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Mineirinho, o nascimento de uma estrela foi enriquecido pela forma sensível com a qual se manifestou. Há magia e sonhos no seu poema. E a companhia de Milton Nascimento tornou sua postagem ainda mais bonita. Bjs.

    ResponderExcluir
  19. Maravilhosa poesia como todas que você faz!
    Amigo, estou trabalhando muito, motivo da minha ausência nos meus blogs e no de vocês.
    Um abraço
    Amara

    ResponderExcluir
  20. Só a imagem de um menino pastor de estrelas já é tão maravilhosa, que merecia um filme no cinema. Não concorda?
    Mas vc foi ainda mais longe e arrebatou-nos a alma com os seus versos. Só posso agradecer!!!!
    Um abraço e uma semana estrelada
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
  21. Uma poesia que é pura magia. Um belo momento o o nascimento da Estrela Dalva.
    Milton Nascimento, um cantor que muito gosto de ouvir.
    Um abraço amigo.

    ResponderExcluir
  22. Amigo Toninho:

    Um poema tão puro e mágico que me envolveu completamente, a mágica que escolheu também é muito bela.
    Um beijinho

    ResponderExcluir
  23. Belas memórias do menino pastor construída numa infância feliz! Estamos precisando tanto de resgatar os sonhos ingênuos de outrora, faz bem à alma. Uma pausa para a violência.
    bjs, amigo Toninho!

    ResponderExcluir
  24. Boa noite querido Toninho.
    Um lindo poema, relembrando um menino com pureza de alma, igual ao seu coraçao meus amigo, cheio de sensibilidade. Uma lindo restinho de semana. Enorme abraço.

    ResponderExcluir
  25. Olá, Toninho, tenho "navegado" tão pouco, daí a longa ausência, nesse terreno tão fértil! Vir aqui, ouvir o Meu Menino, na bela voz desse mineiro ímpar, apreciar uma bela imagem de noite estrelada e deliciar-se com tão belo poema, é mais que compensador, já tão tarde da noite! Dormirei tranquila, tal é Paz em que me encontro.
    Meu abraço, amigo, com carinho!

    ResponderExcluir
  26. Gostei deste poema cheio de magia e ternura.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  27. Boa noite Toninho, que poema tão lindo , iluminado!
    Fez-me lembrar uma menina que se deslumbrava com o céu à noite contando as estrelas e deslumbrando-se com as estrelas cadentes e constelações.
    A noite, o céu, as estrelas sempre inspiradoras para os poetas.
    Beijinhos e bom final de semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  28. Abençoado final de semana!!!!!!!!!! Beijos

    ResponderExcluir
  29. Olá Toninho!
    As primeiras estrofes lembraram-me do Pequeno Príncipe, do livro de Saint Exupéry...aquele doce menino, cuidando com tanto desvelo de seu planetinha e sua rosa, pastoreando estrelas e enchendo o coração de quem o lia de encantamento. Assim o seu menino, desvendando o céu, nos faz sonhar...
    Um belo feriadão para vc!
    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
  30. O bucolismo presente nas suas poesias, são o caminho que nos faz sentir mergulhados na juventude que nostalgicamente recordamos.
    Parabéns Toninho, caríssimo amigo. Desculpe a ausência mas vim aqui ais que uma vez e foi difícil postar. Hoje não.
    Um grande e fraterno abraço e grata sempre pela generosidade das suas palavras

    ResponderExcluir
  31. Amigo querido,
    Milton Nascimento é um dos meus cantores e compositores prediletos hahahah
    seu poema é Divino!!!!
    As estrelas sempre nos acompanham,
    acredito que nos direcionem e cada um de nós também tem seu brilho natural como o das estrelas!
    Bom final de semana!
    Bjos
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
  32. Bom dia
    Bom final de semana
    Bom feriado, e que continue com toda inspiração
    pra fazer poemas lindos

    Abraços com carinho!

    └──●► *Rita!!


    ResponderExcluir
  33. Olá meu querido amigo, mais uma vez passando para me deleitar em tão lindos versos falando da inocência do menino que não só sonhava como tentava apanhar as estrelas.
    Muito lindo e sentido porque dos sonhos se fazem grandes homens, tenha mais um lindo final de semana e votos de que apanhe muitas estrelas, beijinhos de luz reluzentes.

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.