Páginas

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Desejos de amar.



Nasce o desejo louco de amar,
Oh, luta frenética neste sentir.
Insaciável preso naquele olhar,
vê-la sensualmente a desvestir.

Quisera uma falta suportável,
que não evocasse esta solidão,
mas vivo o frisson indomável,
que me trai no fogo da paixão.

Amarga condição desta vida,
o fogo se desfaz. Vem a paixão.
O que era a chama vira ferida,
cicatriz que sangra no coração.

Mas o tal tempo que tudo cura,
Sabe como cuidar da nostalgia,
Mesmo envolto numa tortura,
Leva esta dor com sua magia.



Toninho/2015
Dezembro

“A palavra dos homens é o material mais duradouro”. Se um poeta deu corpo à sua sensação passageira com as palavras mais apropriadas, aquela sensação vive através de séculos nessas palavras e é despertada novamente em cada leitor receptivo.
Schopenhauer

 ***********************************
Uma semana maravilhosa para todos.

31 comentários:

  1. Belo poema, e bela a frase de Schopenhauer, Toninho!
    Ótima semana pra você.

    ResponderExcluir
  2. Olá, amigo Toninho
    Seus poemas são puros e vêm de um coração sonhador...
    Que nunca cesse a esperança em si nem mesmo diante do medo!!!
    Bjm fraternal

    ResponderExcluir
  3. Querido amigo, boa tarde!
    Este coração acalenta lindos sonhos de amor
    Mas... uma brisa levada levada para longe a amada
    e é preciso o tempo, este fiel companheiro para tratar dessa triste ferida e fazer o sonho germinar mais uma vez.
    Belíssimo e apaixonado meu amigo
    Beijinho de paz

    ResponderExcluir
  4. Poema lindo, como sempre ,Toninho! Saudades de poder estar por aqui! abração,chica

    ResponderExcluir
  5. Que bonito poema Toninho, e tão verdadeiro!
    Nada como o tempo para curar as feridos do amor.A esperança não falha!
    Um grande abraço, e uma ótima semana!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  6. É duro amar á distância, ou na saudade ficar, sentir o amor transbordando do peito sem poder compartilhar, e ai amigo Toninho o tempo até ameniza mas acho que nunca cura viu? Bjs e amei teus versos cheios de nostalgia. Tem novidades no blog

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Que o amor brote de todos os corações ,que acima de tudo possamos amar e ser amados ,maravilhoso poema caro amigo ,um grande abraço felicidades .

    ResponderExcluir
  9. http://www.idade-espiritual.com.br/2015/12/vi-interacao-fraterna-de-natal-o_5.html

    Voltei pra convidar-lhe pessoalmente...

    ResponderExcluir
  10. Eta poeta Toninho, caprichou, calou fundo meu coração.
    Amei, amei e amei.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  11. Que lindo Toninho, voce sempre nos impressiona com seus belos poemas, parabéns!
    Uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  12. Se" o amor é ferida que arde sem se ver" aqui se sente a nostalgia da ausência do Bem amado . E todo este sentir foi coroado de palavras tão coloridas como as rosas com os seus espinhos
    Parabéns , Toninho
    Fraterno abraço

    ResponderExcluir
  13. Toninho que lindo!Seus poemas são sempre encantadores!
    Um grande abraço amigo!
    Amara

    ResponderExcluir
  14. Lindo,amigo poeta!!!!
    Como é bom ter lembranças de amores passados!
    Bjo no coração!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
  15. UN TEXTO MUY SIGNIFICATIVO.
    ABRAZOS

    ResponderExcluir
  16. Que lindo e nostálgico poema meu amigo, na magia do amor muitos sentimentos se misturam.
    Desejo-lhe um feliz Natal e Ano Novo, cheio de muita alegria e paz.
    Beijos no coração!

    ResponderExcluir
  17. Olá meu amigo, que lindo poema de uma paixão avassaladora que passa como um furacão deixando rastro de dor e cicatriz no coração que somente o tempo mesmo para amenizar esse sentimento que faz rolar lágrimas de sofrimento. Quem já não viveu um amor assim?!
    Adorei, parabéns!!! =)

    Bjs de luz e paz!
    Vivendo e Aprendendo
    Fotos e Prosas

    ResponderExcluir
  18. Ah meu amigo, que poema maravilhoso. Hoje, se eu tivesse conseguido fazer versos, juro que seriam bem parecidos com esses seus. Foi como me olhar no espelho. Parabéns! beijos no coração!

    ResponderExcluir
  19. OI TONINHO!
    UM POEMA ONDE O SOFRIMENTO SE FAZ PRESENTE, DOTADO DE MUITA BELEZA MESMO ASSIM.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oi Toninho que linda poesia e o sofrimento do amor trazendo a beleza da vida e nossas escolhas.
    Boa quinta-feira.
    Estou com saudades ...
    Abraço carinhoso amigo poeta.

    ResponderExcluir
  21. O último verso é mestre! O tempo, sempre acreditei no tempo, cura todos os males, cicatriza feridas.
    Bjus, amigo Toninho. ótimo, como sempre.

    ResponderExcluir
  22. Amar mesmo que doa é um belo sentido da vida. bjs. Bom final de semana.

    ResponderExcluir
  23. Amar mesmo que doa é um belo sentido da vida. bjs. Bom final de semana.

    ResponderExcluir
  24. Cupido atua e lança suas setas a todo o mundo.
    Mesmo sabendo que podemos sofrer, todos desejamos o amor. Solidão? Nem pensar, pke o Homem é um ser que precisa de afeto. carinho e amor.
    O tempo, Sr. Cronos, de tudo se encarregará.
    Lindos versos, revelando muita imaginação.

    Agradeço sua visita e comentário.

    Beijos e bom final de semana, que já espreita.

    ResponderExcluir
  25. Me deixe acrescentar, querido Toninho, que o pensamento de Schopenhauer está perfeito. A palavra vale ou deveria valer muito mais do que o dinheiro.

    Beijos e cordial abraço.

    ResponderExcluir
  26. Toninho, palavras doídas e belas! O verbo AMAR é lindo. O tempo faz proezas e traz novas alegrias!
    Bom fim de semana. Abraços nossos.

    ResponderExcluir
  27. Meu amigo, escolheu muito bem a música e a colocação de Schopenhauer, para acompanharem seus versos. Eles mostram caminhos nada satisfatórios do amor e da paixão. A beleza do que se vive é guardada nas lembranças, enquanto o tempo se encarrega de levar embora a dor. Bjs.

    ResponderExcluir
  28. Muito bom , muito Toninho
    ... 'desejos de amar' e quantas cicatrizes!!
    inspiradissimo, amigo e adorei saber que a palavra é um material duradouro, tomara seja mesmo e possa nos levar a tempos melhores ,a amores serenos . Obrigada ,Toninho
    meu abraço , de sempre.

    ResponderExcluir
  29. Bom dia amigo, de onde vem tanta inspiração heim? Poema lindo cheio de vida e amor...
    E achei ótimo a ultima estrofe... A gente se tortura, mas o tempo é o melhor remedio... tudo passa Graças a Deus ...

    BEijão caro amigo!

    Tê e Maria ♥

    ResponderExcluir
  30. Bom dia, Toninho. Fiz duas leituras da tua linda poesia.
    Coração aprisionado pelo amor não realizado, tocado, contudo, sentido.
    Não permita o poeta que vire fetida, dor. Anar é sempre bom.
    Quanto ao tempo, não creio que cure tudo.
    Existem sentimentos que partem conosco desta vida, e se houver outra, continuarão fazendo morada, mistérios da existência.
    Beijo imenso em seu coração!

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.