Páginas

terça-feira, 24 de outubro de 2017

Olhos de rubi.





















Eu te vi e estava linda no organdi,
ali enlacei teu corpo transparente,
os teus lábios tremiam docemente,
os toquei com suavidade do colibri.

Nossos corpos já confortavelmente
aninharam-se sob teu olhar de rubi.
Como lava básica ardi e apaixonei,
vivi no teu corpo um amor ardente.

Cada parte do teu corpo suspirava,
todos teus poros fluíam óleo sedutor,
o meu coração batia como aldrava.

Da janela veio o vento com frescor,
vi era a madrugada, eu alucinava.
Olhei-te. Como a pedra vê o escultor.

Toninho.

21/10/2017

***********************




35 comentários:

  1. Muito lindo e belo este teu poema!! Tudo de bom para ti,muitos beijinhos!!

    ResponderExcluir
  2. Magistral poema! Lindo demais! Aplausos! abração praiano,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Lindo poema carregado de paixão tão necessária ao nosso viver. E o fundo musical amo. Boa semana. bjs

    ResponderExcluir
  4. Querido Toninho
    Estou toda arrepiada! O seu soneto é uma sinfonia à mulher, um belíssimo poema de amor sensual.
    A música que o acompanha não poderia ter sido melhor escolhida. Parabéns.
    O resto do meu dia vai ficar mais iluminado.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Toninho!!
      Posso assinar embaixo do comentário da Beatriz!!
      Tudo perfeito! A poesia, a música, Afrodite... Estou saindo daqui inspirada!!
      Beijus no coração!!

      Excluir
  5. Simplesmente belíssimo caro amigo Toninho ,é um prazer imenso ler os seus momentos que sempre me cativam do princípio ao fim ,muitas felicidades ,um abraço caro amigo.

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde Toninho!
    Seu poetar é lindo demais e acho que você é quem merece ser aplaudido por escrever poemas tão encantadores.
    Obrigada pelas palavras deixadas em meu ínfimo espaço.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  7. Muito obrigada por todos os comentários generosos no meu blogue,agradeço imenso!! Tudo de bom,eu te desejo!!

    ResponderExcluir
  8. Lindo soneto inspirado em bela imagem!
    Amei ler querido amigo Toninho!
    Abraços apertados!

    ResponderExcluir
  9. Oi, Toninho... Um poema apaixonado e vibrante! Exalando amor e vida...
    O meu carinho nesta quinta-feira

    ResponderExcluir
  10. Toninho. Desculpe,mas não sei o que aconteceu com o comentário que postei aqui.Copiei porque tinha que relatar o mesmo problema para todos os que comentaram o post sobre minha lista de seguidores ter sumido. Só aqui deu o erro que disse no comentário.
    Já tirei muitos gadgets e nem recoloquei,mas o problema continua. Reinstalei o chrome,mas nem por ele,mozilla ou internet explorer vejo a lista de seguidores.

    No lugar da lista leio “502.error” e,em cima disso,Gooogle.
    Enviei formulário com a imagem desse erro para o chrome e mozilla,mas eles não respondem.
    Li no google que é um erro temporário,mas está demorando e eu,desanimando.
    Além de mim outros amigos também não conseguem ver a lista.
    Realmente estou muito triste. Os seguidores ontem apareceram por 2 minutos e sumiram.
    Vou dar uma pausa no blog porque isso está me deixando doente,estressada,nervosa.
    Tirei a lista de blogs também que eu tanto gostava para receber atualizações.

    Beijos,obrigada por seu interesse em me ajudar

    Feliz e abençoada quinta_feira

    Donetzka


    Blog Magia de Donetzka

    ResponderExcluir
  11. Magnifico poema meu amigo, gostei bastante.
    É sempre um prazer ouvir o Elvis Costello uma voz inconfundível.
    Um abraço e continuação de boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    Livros-Autografados

    ResponderExcluir
  12. Criação que enlaça corpo e alma... Apaixonante... canção maravilhosa!

    ResponderExcluir
  13. "Olhei-te. Como a pedra vê o escultor"
    ...pois, querido amigo Toninho, como todo o soneto, termina com chave de ouro.
    Uma inspiração que nasceu da força telúrica do amor, seja platónico ou sentido e que aqui brilhou reflectindo-se na escultura encantadora deste poema, sensual, maravilhoso.
    Parabéns!
    Beijinho!

    ResponderExcluir
  14. Olá, Toninho!
    Esses olhos de rubi devem olhar através...
    Lindo soneto!

    ResponderExcluir
  15. Que belíssima expressividade poética
    a descrever a entrega amorosa. Com
    ricas construções imagéticas e numa
    limpidez textual para poucos.
    Surpreendente este final:
    "Como a pedra vê o escultor."
    Acompanha uma imagem belíssima para o soneto.
    A música é sublime e adorável e que
    voz única!!...
    Um todo de arte maravilhoso, Poeta!!
    Votos de um final de semana luminoso.
    Beijo, Toninho.

    ResponderExcluir
  16. Olá Toninho,
    Lindo poema é maravilhosa música, ficou perfeito.
    Grande beijo

    ResponderExcluir
  17. Lindíssimo, seu poema, Toninho... música maravilhosa, todo o post, um encontro de arte em cada detalhe...
    Bom final de semana, amigo, beijos
    Valéria

    ResponderExcluir
  18. Boa noite querido amigo Toninho.
    Acabei de chegar do trabalho. Filha ausente em um congresso. Resolvi pegar o celular e fui olhar meu blog e li meu amigo com enorme prazer e gratidão as suas palavras de amizade. Obrigada meu amigo pela suas palavras de carinho e amizade que tanto lhe sou grata. Agora vamos ao seu lindo poema. Primeiro escutei a música que muito me agradou e ao ler o poema fiquei arrepiada pela sua linda inspiração que é um elogio à todas as mulheres e ao amor. Um poema lindo, sexual e picante. Meu amigo lhe desejo um lindo fds e um belo sol para todos nós no nosso Salvador. Forte abraço.

    ResponderExcluir
  19. Linda sua poesia,Toninho.

    Seus seguidores também não aparecem.Com o mesmo erro que no meu!

    E pensei que fosse só comigo.Muitos que visitei estão assim.

    E o google nada resolve!

    Beijos sabor carinho e um sábado de bênçãos

    Donetzka

    ResponderExcluir
  20. Inspiração, romantismo e sedução, no seu melhor, Toninho!
    Um poema excepcional! Parabéns!...
    Adorei cada palavra... e o final... brilhante!
    Um grande abraço! Bom fim de semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  21. Abençoado final de semana!!!!!! Beijokas

    ResponderExcluir
  22. Tem um post novo no meu blog explicando tudo,como colocar botão provisório de seguidores!Vá lá!

    Basta clicar no nome de meu blog p chegar lá.

    Beijos

    Donetzka

    Blog Magia de Donetzka

    ResponderExcluir
  23. Singeleza que toca o coração. delicadeza que traz suavidade ao ler....Ótima semana Toninho. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  24. Toninho.leia meu último post sobre Botão provisório de seguidores,com calma e você consegue colocar aqui.
    Sua lista de seguidores está com o mesmo ero da minha e de outros amigos.

    Volte lá,releia e vá seguindo o passo a passo como expliquei,ok?
    Se conseguir,avise nos comentários.
    Beijos sabor carinho,um domingo de paz e obrigada pela visita

    Donetzka

    ResponderExcluir
  25. Bom dia, Toninho.
    Belo poema sensual de encontro da volúpia e da alma.
    Uma receita infalível de prazer.
    Parabéns.
    Tenha uma excelente semana.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  26. Amigo, vim agradecer sua visita que amo e o comentário que deixou. Obrigada de coração! Tenha uma semana feliz, com muita saúde e paz, junto aos seus familiares e amigos. Beijos no coração.
    Lourdes Duarte

    ResponderExcluir
  27. Olá boa noite!
    Hoje no nosso blog tem duas postagens novas.
    Amei seu post, parabéns!
    Grata pela visita sempre atenciosa e os comentários que sempre valorizam a postagem. Abraços, com desejo de uma semana de paz, sucesso e muita saúde.

    ResponderExcluir
  28. Que soneto passional brilhante!
    É tocante o cuidado como descreve a emoção de uma primeira e longa noite de amor.
    Gostei imenso deste romance de Primavera.
    Hoje comemoro a poesia, os poetas, a Primavera e falo de si.
    ~~~ Beijos ~~~
    ~~~~~~

    ResponderExcluir
  29. Olá, querido amigo Toninho!
    Que os teus amados 'olhos de rubi' te vejam sempre com bons olhos!
    Não há coisa pior do que nos verem com olhos distorcidos do desamor...
    Bonito demais ler um poema que retrata o amor verdadeiro e puro que eleva corpo e alma.
    Seja muito feliz e abençoado!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  30. Amigo Toninho tinha deixado passar esta excelente postagem. Não tinha lido ainda o teu ótimo soneto, sempre muito inspirado e com construção poética impecável. O teu soneto "Olhos de Rubi"é um canto à paixão, da qual a sedução é importante fio condutor. Mas assim terminou:

    "a janela veio o vento com frescor,
    vi era a madrugada, eu alucinava.
    Olhei-te. Como a pedra vê o escultor"


    Parabéns pelo soneto, Toninho.
    Desejo ao amigo em domingo com muita paz.
    Um grande abraço.
    Pedro

    ResponderExcluir
  31. Olá, Toninho

    Gostei muito, são poucos que conseguem escrever poemas nesse momento conturbado com nossas mentes sendo invadidas por noticiários que nos machucam. Um abraço, paz e bem

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.