Páginas

quarta-feira, 19 de julho de 2017

A face oculta.





Quem é a mulher atrás de um véu,
que vi desfilar na rua? É tão bela,
que ao pintor inspirou a viva tela,
em linhas delicadas de seu pincel.

O olhar envolvente de pura magia
seduz e inspira desejos excitantes,
no balanço de quadris alucinantes
é puro êxtase, ver a sua travessia.

Quisera não fosse só uma fantasia,
a mulher que atrai-me num sonho,
causa torpor arquiteta da euforia.

Sei que numa noite de entressonho,
a queda do véu virá como sangria,
dos versos da poesia que componho.

Toninho.
02/07/2017

sábado, 15 de julho de 2017

Estado de Solidão.





As lembranças pulsavam na mente.
A vida lhe impôs dura perda e dor.
Hoje solitário e exausto revive tudo,
com descrença vê que tudo terminou.

Toninho
14/072017

Inspiração para BC_umaimagemem140caracteres Mari e Silvana.

*************************
A morte será sempre uma estranha por isso escolhi a musica acima.


Preciso me encontrar (Ouça com atenção a letra) é uma pérola composição de Candeia um homem simples do morro carioca para a musica popular brasileira, que a presenteou ao glorioso Cartola que a eternizou. A musica faz uma reflexão sobre a morte numa forma de desapego.

Um adeus a você menina Helena (Leninha)  http://helena.blogs.sapo.pt/, que tinha como missão trazer crianças ao mundo. Deixa-nos numa saudade, um vazio de sua bela presença entre nós. Apenas com seus trinta e três anos (33), a idade de Cristo, assim partiu em 10/07/2017. Mas antes veio ao meu blog um dia antes e se despediu, sem que eu imaginasse, que era um adeus e não acreditei. Agora vejo uma estrela lá no Céu e vejo que é a Leninha olhando para as crianças, que ela sempre se dedicou, bem como os seus idosos a quem devotava seu carinho e serviços de sua medicina.

Recorte de comentário neste blog
Helena 
9 de jul (Há 5 dias)
para mim
Helena deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Então eu te amei.":

“Toninho, meu querido amigo, vim agradecer por estar sempre lá no meu cantinho, levando-me palavras de incentivo e apreço. E também desejar que tenhas muito sucesso e consigas muitas realizações nesta vida, e que os teus passos sigam no rumo das estrelas, colocando muitos sorrisos no teu caminhar.
Meu carinho,
Leninha “

Leninha eternamente entre nós!


terça-feira, 11 de julho de 2017

Vi teus olhos era lua cheia


















É noite mar revoltoso de lua cheia.
Uma ventania coreografa a dança,
coqueiros bailam, beijo-te a trança,
a praia deserta só a luz de candeia.

Lua espelha o mar, brilha a aldeia.
Vi-te com flores o ritual à Iemanjá,
e o mar serenou pela arte do orixá,
que sentiu pés na areia com a ceia.

Vi-te branca, como flor de manacá.
Nesta noite de luar que incendeia,
há frisson, bem sei como terminará.

Então a lua girou uma volta e meia
ouve-se canto mavioso de um uirá,
¹Uirapuru é sorte. Amei-te na areia.

Toninho
08/07/2017

Nota 
¹ Uirapuru: Seu canto mavioso é longo e melodioso, parecido com uma flauta, só é ouvido no inicio do amanhecer, enquanto constrói o ninho para atrair a fêmea, durante uns 15 dias por ano.

Texto inspiração veio de um convite lá de Lagos em Portugal feito pela Majo no seu blog Vivenciar a vida. Proposta: Olhar a Lua às 22 horas de Brasil no domingo 7/7 e Portugal.




terça-feira, 4 de julho de 2017

Então eu te amei.




Numa noite sem a mínima perspectiva,
via uma lua minguante vagar pelo céu.
Então ela surgiu numa estrela cadente,
envolvida no facho de luz. Seduziu-me,
impregnada no sensualíssimo perfume,
que invadiu meu corpo na madrugada,
nas trincheiras de desvairadas caricias.

Senti nossos corpos abrasados de amor,
deitados sobre a sutil maciez do cetim,
vi os raios solares devassarem a janela,
iluminaram a linda silhueta da deusa.
Mas, nova luz a levou misteriosamente,
na forma de um medonho redemoinho,
que dilacerou todo meu encantamento.

Foi assim com a cabeça nesta maresia,
senti arranhões de suas unhas afiadas,
que sangrei pelo quanto como o zumbi,
recriei a vã esperança de vê-la e tê-la.
Mas o cheiro de solidão fez companhia,
corri até à janela onde se vê o jardim,
Só vi um sabiá a cantar triste lá fora.

Toninho
29/06/2017    
Inspiração em imagem.  

Que sua semana esteja bela
leve alegre.
Neste inverno aqueça uma
pessoa pobre.