Páginas

terça-feira, 24 de maio de 2011

Historia de um amor







 Imagem Google


Talvez venha assim com o amanhecer
Ao som do mavioso canto do rouxinol
Quando o astro desce aquece e alumia
Que logo se despede em lindo pôr do Sol
Assim recebe a lua na completa sintonia 

E vive este amor em cada momento
Numa conspiração que faz de tudo alegria
Na divina recriação do sublime sentimento
Entoa um hino de amor que canta todo dia

Para amar nesta euforia é preciso veneração
Fazer dela inspiração que aflora constante
Sente nos abraços o conforto de uma oração
Em cada beijo se embriagam num excitante

Lindo como sobrevive amor de plenitude
Que tudo suporta mesmo sob tempestade
Maliciosa visita fantasma da inquietude
Que nada pode contra amor de afinidade.



Aos que sobrevivem acima de todas as intempéries.
Assim como meus pais.


Toninhobira
18/05/2011

24 comentários:

  1. Meu querido amigo poeta,

    É de mais amor assim que o mundo precisa. É desta união cúmplice, que resiste ao tempo e todas as suas armadilhas. É desta doação incondicional, do querer bem acima de todas as coisas. O amor que se escreve na história da felicidade.

    Belíssimo e sublime poema e merecidamente dedicado. Um grande abraço, com carinho, a você e aos seus pais.
    Celêdian

    ResponderExcluir
  2. Esse "amor de plenitude" é a mais ideal expressão que vejo para a designação do que poderíamos ser ou ter sido. Fantástico, meu amigo! Um sonho!

    PS: já foi lá no Recanto ler a história da Loira do Parente, do Marconi Ferreira? rsrs.

    Abração. paz e bem.

    ResponderExcluir
  3. Lindo lindo menino Mineirinho... um amor abençoadinho não é mesmo???
    Um amor com o qual o coração da gente sonha...
    Perdoa minha ausencia... mas, saiba que quando venho aqui me encanto...

    mil beijos meu amigo querido***

    ResponderExcluir
  4. Esse é um lindo amor , de verdade!Que linda poesia,Toninho! abração,chica

    ResponderExcluir
  5. Esse é o verdadeiro amor... Aquele que transcende... O que a alma leva pra eternidade... Esse é o amor que quando para de florir na terra, continua florindo no céu...

    Amigo seus versos são sublimes, inspirados e inspiradores!
    Aplausos mil pra ti!!!

    Carinhos pra você...
    Beijos de luz

    ResponderExcluir
  6. Este é um verdadeiro amor! Poesia bem articulada. Versos inspiradíssimos. Que maravilha, poeta! Abração.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Toninho, que poesia mais linda. Estava certíssima em te seguir, aqui tudo é maravilhoso. Adorei a imagem e a música.
    Obrigada por seus comentários tão ricos e carinhosos lá no Amadeirado. Beijos com muito carinho!

    ResponderExcluir
  8. "Maliciosa visita fantasma da inquietude
    Que nada pode contra amor de afinidade.


    Acho que aqui você condensou o verdadeiro amor!
    Que lindo! Ainda existe poeta que sabe escrever sobre o amor com a devida doçura (e nao eu que escrevo aos trotes kkk), ainda mais esse amor que resiste à tudo. Abençoado seja o amor dos seus pais, lindo isso, e que bom legado você tem a seguir....

    Um beijinho,
    Cris

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde meu amigo querido.
    Retribuindo sua visita, que muito me deixa feliz.
    Chego aqui e vejo esses "dois agarradinhos" ai,gracinha de foto, de exemplo e de vida.Vou lendo o texto, e me deparo ai com essas suas lindas palavras: "
    Sente nos abraços o conforto de uma oração
    Em cada beijo se embriagam num excitante"...convite ao amor.
    Pois amor não tem idade.
    Amor se vive.

    Uma linda tarde meu querido.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  10. Toninho linda história de amor cada vez mais rara.
    " (...) Maliciosa visita fantasma da inquietude
    Que nada pode contra amor de afinidade."
    Lindos versos.
    Beijos e boa noite!!
    Carla

    ResponderExcluir
  11. Maliciosa visita fantasma da inquietude... Ai..que linda expressão... ela selou seu poema com tamanha maestria... isso sim que é inspiração! Arrasou! Que seus amores sejam assim, eternos...

    bjs

    Catita

    ResponderExcluir
  12. Toninho olá tudo bem? muito linda a poesia...gostei demais!!
    Nada pode impedir um grande amor..
    uma boa noite
    titi

    ResponderExcluir
  13. Que fofura de poema e de amor...lindo demais toda esta afinidade, cumplicidade...ver que o tempo passa, mas a união continua...voce escolheu muito bem a imagem...um encanto...
    Meu querido, tenha uma boa noite...beijos...
    Valéria

    ResponderExcluir
  14. Boa noite Toninho, poesia muito bonita,parabens mais uma vez, pela bela inspiração. Abraços Celina.

    ResponderExcluir
  15. Meu querido amigo que esse amor perdure para além do tempo e do espaço, que nada os separe nem mesmo, na ausencia que o vazio se faça preencher com as maravilhosas recordações.
    Grata pelo abraço e receba um igual, com beijinhos de luz e muita paz nos seus dias.

    ResponderExcluir
  16. Apesar que nestes tempos torna-se muito difícil acreditar no Amor Eterno, eu alimento a esperança que este exista e seja eterno!
    Uma fonte desta "esperança" são casais assim como os seus pais os quais sobrevivem acima de todas as intempéries como você aqui os descreve.
    Um pouco corridinha entro aqui para dar uma olhadinha nas últimas novidades...

    Uma Iluminada tarde para você!
    Ange.

    ResponderExcluir
  17. Toninho,

    Mais que bela sua história de amor ...
    Sempre bom te ler.


    Bjo e uma Noite de Paz.



    PS:
    Desculpe a ausência ,mas estou com dificuldade
    de comentar em seu blog.

    ResponderExcluir
  18. Que lindo, Toninho! Amor de verdade, duradouro.
    Grande inspiração!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  19. Olá Toninho
    Infelizmente isso está ficando cada vez mais difícil. Hoje os amores são descartáveis como uma peça de roupa. O poema é lindo e lírico.
    Abração

    ResponderExcluir
  20. Meu amigo, o amor é a fonte que nos fortalece nas intempéries.
    Nos inspira, nos anima, nos eleva.
    Sendo assim, quem ama suporta todas esses dissabores.
    Um fraterno abraço, meu apreço.

    ResponderExcluir
  21. Oi, Toninho
    Escrevi um tantão de coisas pra vc e não salvei! Aff! mas voltei pra te dizer que estou encantada com seus comentários lá nos meus blogs, hiper inteligentes e que me põem a pensar também.Seu senso de análise crítica é espetacular. Bjkas com carinho!

    ResponderExcluir
  22. Meu bom amigo Toninho!
    Mais um lindo tema em forma de poema.
    Estou sempre lhe acompanhando, pois seus escritos são imperdiveis!

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  23. Você nao tem ideia o quanto gosto desse cantor e compositor de primeira, Vander Lee! Aliás, num blog que tive antes do CaFoFo, elegi uma música dele como a melhor que tinha ouvido em 2008. Bela citação você deixou no Style!

    # Ainn que música bonita essa...

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.