Páginas

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Sonho de um carnaval









imagem Google





 
Apaixonada por aquele meu samba enredo
Circulava pelo barraco como uma dançarina
Sem o entender, mas exorcizava meu medo
Assim que conclui a letra à luz da lamparina

Imaginei seus olhos vibrantes naquela avenida
Sintonia das batidas da bateria na coreografia
Recriei com euforia linda fantasia da sua vida
Com exaltação nos doces versos como poesia.

E lhe via cheia de graça em mágico desfilar
Com seus altos saltos envoltos no verde rosa
Como plataforma marinha no balanço do mar
Era para mim a porta bandeira mais formosa  

E quando a escola dispersava na multidão
Em meio ao pipocar de fogos da torcida
Acordei , olhos ainda buscaram na escuridão
A mulher que fez esta folia na minha vida.


E nem é carnaval, por que você me vem?


Toninho
02/06/2011. 





quarta-feira, 1 de junho de 2011

A doce espera.











imagem Google




A doce espera.


A mulher que amo vive dentro de um sonho
E cresce em campos verdes e floridos
Uma linda flor em meus olhos tristonhos
Embeleza os dias ainda não vividos

Uma árvore frutífera neste pomar encantado
Solidifica suas raízes encravadas na felicidade
Fonte de prazer do amor tão sonhado
Que escorre pela boca nesta cumplicidade

Tão belo viver nesta grande harmonia
Na emoção que rejuvenesce o coração
Nesta avalanche de encantos na calmaria

Juntinho dela o dia se reveste de primavera
Exala delicias de perfume na linda sedução
E regozijo de amores nesta gostosa espera.

@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@

"Dizem que há mundos lá fora 
que nem em sonhos eu vi
mas que importa todo mundo, 
se o mundo é todo aqui."

Reserva de Domínio
Extraído do Disco Drama 3°Ato - 1973- da Cantora Maria Bethania.


Toninho
01/06/2011

segunda-feira, 30 de maio de 2011

A alegria vem pela manhã.










imagem G oogle






Pela manha o sol pela fresta da janela
Cria fachos lindos de um Arco- Iris
No jardim namoro a rosa amarela
Como olhos dourados de garimpeiro feliz
Era luz dos teus olhos nos meus que lembrava.

São estas manhas que me inspiram
Quando da noite de sono assombrado
Onde todas nossas forças se esvaíram
Angustiante perda de sonho sagrado

É tão lindo acordar neste encanto
Sentir o suave perfume de uma rosa
De ver-te em meio ao verde manto
Embriaga-me a fragrância preciosa

E vivo neste instante maravilhado
Na alegria que em mim se faz nascente
Ainda que este céu se faça nublado
Meu coração pulsa neste presente.


Toninho
28/05/2011