Páginas

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Nesta manhã.












Nesta manhã Outonal.

Fui à busca do brilho de teus olhos
Nesta manhã que se fez desventura.
Encarcera o amor na amargura.
Sinto no peito apenas os ferrolhos

Queria sentir o teu sorriso aberto
Apenas ouço o silencio da solidão.
Perco-me na imaginação da razão.
Do semblante tão triste e disperso

Queria te dar força e fazer alegria
Recriar os belos sonhos nesta noite.
Estabelecer no amor bela harmonia,

Ah, eu queria uma manhã gloriosa,
Mas vem do mar o vento como açoite.
Sem ser prelúdio desta noite preciosa.

Toninho.
13/04/2012.

“Se você sabe explicar o que sente, não ama, pois o amor foge de todas as explicações possíveis.”. Carlos Drummond Andrade.

27 comentários:

  1. Que impressionante poema!
    Toninho , viajei no teu poema lindo de ler.

    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Uma excelente escolha, abraço. Lisette.

    ResponderExcluir
  3. Muito lindo e sensível! Amo como você escreve!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Toninho!
    Que lindo, embora seja triste. O amor é mesmo assim, não conseguimos explicar e nem sempre bem vivê-lo.
    Abraço e um ótimo fds!

    ResponderExcluir
  5. Plenitude do vazio amoroso. Bonito este expressar.

    ResponderExcluir
  6. Olá Toninho
    Só mesmo os poetas para dar várias formas ao amor. Obrigado pelos comentários nos meu textos, conto com você para divulgar os dois últimos.

    Um abraço, paz e bem

    ResponderExcluir
  7. Bom dia caro poeta, é muito bom estar te lendo, vc é um grande poeta, adorei seu versejar amigo, parabéns, bjus. Ignez Freitas

    ResponderExcluir
  8. Toninho, obrigado pela visita. Você com certeza é um verdadeiro poeta que consegue articular as poesias mais lindas em poucas palavras.

    abraço

    ResponderExcluir
  9. ♫♫°º Olá, amigo!
    ¸.•°`♥✿⊱╮
    Gostei tanto da imagem... como aventurar por um caminho desconhecido... também gostei do soneto.
    Bom fim de semana!
    Beijinhos.
    Brasil
    º°❤.•°º╮

    ResponderExcluir
  10. É assim mesmo quando se ama, se quer tão pouco mas nem sempre acontece. Lindo seu soneto que desenhando o amor que deseja, nos enternece pela delicadeza e firmeza dos sentimntos.

    ResponderExcluir
  11. O poeta pinta o amor com cores diversas.E aqui está uma cor sublime.
    Abração, poeta!

    ResponderExcluir
  12. Sempre lindo,Toninho!!um abração,lindo fds!chica

    ResponderExcluir
  13. Ganhe dinheiro no conforto da sua casa nas suas horas livres sem precisar comprar ou vender nada. Excelentes ganhos semanais e mensais. Ótimos benefícios como, chip da Nextel, plano de saúde e previdência privada. Acesse o site http://www.frpromotora.com/leilanobre626576 e saiba mais.

    ResponderExcluir
  14. amei a paisagem da foto combinou com a linda escrita abraço amigo querido!!!

    ResponderExcluir
  15. Toninho tudo que a gente quer numa manhã é exatamente isso..e essa musica que faz viajar...
    Só você mesmo...abraço mineiro..
    bom fim de semana..
    sua amiga
    titi

    ResponderExcluir
  16. Um poema que chega com letras de ouro do artista. E a noite toma luzes da alegria. Vejo em cada coração um sorriso. Um sorriso que deslumbra as janelas dos olhos. Que este brilho seja eterno!
    Abraços!...

    ResponderExcluir
  17. Bom dia, querido amigo Toninhobira.

    Lindo e triste!

    Carlos Drummond disse tudo: O amor não se explica!

    Que seu domingo seja iluminado com alegria e paz.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  18. Bom dia querido Toninho,

    Que soneto de Ravel!
    As palavras, as suas, nos transmitem sensações e estados de alma, bem aprazíveis.
    O Outono é melancólico, mas suave, e tudo pode acontecer no amor.
    Que se cumpra o desejo do poeta.

    Obrigada pelas sensíveis e agradáveis palavras, que deixou em meu blog, em relação ao aniversário do mesmo.
    Já comeu uma fatia do bolo de amor?

    Bom Domingo.
    Beijos de luz.

    ResponderExcluir
  19. As vezes desejamos tanto do amor não é meu amigo?
    E ele nos deixa apenas migalhas... Mas amar é sempre a melhor forma de viver, se ele não nos dá um tempo de vida, nos dá uma linda inspiração, repare na obra prima que fizestes...

    ResponderExcluir
  20. Belíssimo, querido.Realmente, lidar com esse sentimento de fracasso de ver quem amamos infeliz, é muito difícil.E nisso entra familiares, amigos, companheiro(a)...

    Beijinhos.Quero te ver sempre feliz.

    ResponderExcluir
  21. Amar sempre vale a pena...

    Lindo teu poema,amigo Toninho!

    Bjssss,
    Leninha

    ResponderExcluir
  22. Na inquietude da manhã de outono
    lindos versos dos quereres.

    Um bom domingo, Toninho.
    bjs

    ResponderExcluir
  23. Na inquietude da manhã de outono
    lindos versos dos quereres.

    Um bom domingo, Toninho.
    bjs

    ResponderExcluir
  24. Sempre havera um outro dai, abraço Lisette.

    ResponderExcluir
  25. Uma manhã de ausência e carência.... eiiita coração que esquece não!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Querer é poder meu lindo amigo, nem que seja nos pensamentos, nós conseguimos...xeros querido

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.