Páginas

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Onde moram meus segredos.











Onde moram meus segredos.


Carrego comigo segredos mais ocultos,
Empacotados na magia que reinvento,
Pacotes amarelados por esta saudade.
Neste instante que minha alma grita,
Há um enorme abismo que me assusta.

Quando vejo estes pacotes com saudades,
Que lentamente em mim se instalaram,
Sempre me vem uma vontade de subir,
Para nos pés do Criador poder redimir.

Mas desaconselham estas asas de cera,
Uma viagem no mundo das estrelas,
Eis que volto os olhos para o imenso azul,
Onde uma estrela pisca incessantemente.

Sinto os olhos embevecidos da vontade,
De uma querença que jamais me sacia,
E me entrego nesta ilusão que alucina.
Na beira do abismo o olhar se afunda.

Lá de dentro vem esta estranha solidão,
Que me assombra e faz divagar em mim,
Onde eu queria ser a luz que te ilumina,
Vê-se apenas a sombra tênue num túnel.

Os ocultos segredos morrem no jardim
Como estas margaridas despetaladas,
Caídas esmagadas sem os sentimentos.
Solitárias e adormecidas pelo chão.

E não me apraz ser apenas esta saudade,
Então me lanço em sonhos nesta estação,
Que aliviem minha alma de desencantos,
Nesta Primavera renovada de esperança.

Toninho.
27/08/2013
********************************************************
Um feliz fim de semana a todos.
 



segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Breviário ao amanhecer.



















Breviário ao amanhecer.
 

Queria ser a flor do teu jardim,
Aonde o beija-flor vem se exibir,
Na dança feliz à flor carmim,
Bailado ao vento para seduzir.

Queria sentir como o jardineiro,
Encantar-me-ia com a floração,
Broto, botão a flor no canteiro,
Sentir perfume na minha mão.

Queria dizer, mas em poesia,
Como criança feliz no regaço,
Hegemonia traduz harmonia,
Sem fantasiar nada que faço.

Queria criar perfeita armadura,
Para blindar os sonhos de mulher.
E se ainda vier a tal amargura,
Possa no jardim sentir o renascer.

Então Sussurrarei uma oração,
De uma mãe a desfiar o rosário,
E suplica ao Pai toda proteção.
É minha devoção neste breviário.
 **************************************************
Foto gentilmente cedida pela querida Inês do blog:  
Obrigado amiga e conterrânea da saudosa Itabira.  
***************************************************
 Hoje seria o aniversario do meu pai  e de um grande amigo e compadre: dedico a eles esta poesia.


Toninho
29/08/2013.