Páginas

domingo, 23 de novembro de 2014

O que o anjo de Natal deseja Nº2




 Uma proposta da nossa querida amiga Chica aqui no sementesdiarias.blog para o período pré Natal. Passe por lá e vamos nos inspirar na proposta dos anjos que a cada semana nos visitam.

A caridade pode ser entendida como um sentimento ou uma ação altruísta de ajuda a alguém sem busca de qualquer recompensa. Assim fica claro entender o valor do ensinamento de amar o próximo como a mim mesmo. Das três virtudes cardinais a Caridade esta presente juntamente com a Fé e a Esperança.


 
Das três virtudes cardinais a Caridade esta presente juntamente com a e a Esperança. 



As três irmãs.


Eram três irmãs gêmeas, cada uma com a missão clara da fraternidade. Sempre que elas apareciam mudava a vida do povo. Eram conhecidas como anjos e de origem misteriosa. O que se sabe é que surgiram num dia de caos, onde pais e filhos não se entendiam, amigos viviam em discórdia, mas com a presença delas tudo se harmonizava. O certo é que no final daquele dia, imperou a harmonia com pessoas felizes, famílias em perfeita comunhão.



Certa manhã na cidadezinha, apenas duas foram avistadas nas ruas. Percebeu-se que a Fé estava ausente. Esperança se adiantou, enquanto Caridade se abaixava, para ajudar um pobre aleijado. Esperança explicou a Fé viajara para junto da mãe, que estava doente, mas que ela e Caridade permaneceriam na cidade ensinando o povo a semear o amor, resgatar pessoas e construir sólidas relações.



Alguns dias depois numa manhã gelada, a Esperança precisou partir para junto de Fé, a situação da mãe havia piorado. Mas pediu que Caridade ficasse, pois junto de Fé, elas restabeleceriam a saúde da mãe. Caridade a observava na distancia e sentiu uma tristeza e preocupação, mas sabia da missão das irmãs bem como da sua.



Uma garotinha aproximou-se de Caridade e questionou, por que ela não se juntou às irmãs para cuidar da mãe. Caridade a pegou pelas mãos calmamente e amavelmente explicou que Fé e Esperança juntas era a receita abençoada, para a recuperação da mãe. Pois naquele momento a mãe necessitava apenas de Fé e Esperança na recuperação.



Assim Caridade passou a ser vista nos becos, vielas e brejões da cidade, inclusive no sanatório existente junto a uma famosa fazenda. Muitas vezes era vista pelo caminho de poeira socorrendo pobres famintos e ou doentes em seus casebres. Certo dia o famoso fazendeiro dirigindo sua caminhonete, viu Caridade a cuidar de um velho, parou juto à cena e ficou a observar a habilidade dela como enfermeira.



Emocionado a chamou e ofereceu construir uma casa, onde ela pudesse cuidar dos necessitados. Caridade abriu um sorriso claro e brilhante que ofuscou os olhos do fazendeiro. O fazendeiro preparou rapidamente uma casa desocupada e liberou duas empregadas para ajudar Caridade. Ele próprio passou a dedicar todos os dias um turno em ajudar na casa, para espanto dos moradores da região.



Numa tarde após a tarefa diária Caridade sentou-se num banquinho, na varanda do casarão, quando uma alguém gritou, que Fe e Esperança estavam vindos ao caminho. Ela sorriu na sua calma e disse que tinha certeza, que elas estavam por chegar, pois não saberia viver sem Fe e Esperança. Então olhou para a casa com uma lágrima nos olhos e disse:


_Eu sei que vocês estão felizes comigo, mas com Fé e Esperança vocês serão ainda mais felizes e assim espalharão felicidades a todos.



Toninho.
18/11/2014.  
  *********************************************************************
Um bom domingo a todos para uma linda semana de paz e alegria e que estejamos abertos à todas as obras da caridade e fraternidade.


Aqui mais coisas nossa confira Outras coisas de toninhobira.