Páginas

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

És tu.


Eu sempre te vejo junto à varanda,
sorriso alegre numa face iluminada,
os lábios a solfejarem uma ciranda,
que a sabiá da mata fica emudecida.

Quando é manhã o belo corpo reluz,
Então me cinjo pelos raios solares,
é admiração na silhueta, que seduz,
numa aventura viagem pelos mares.

Tuas lembranças acendem a alegria,
vem da foto que tanto faz inspirar,
quiçá extraídas do ventre da poesia,
são os versos teus, que busco recitar.

E se não bastasse esta fome de amar,
O vento uivante entoa uma canção,
que juntos cantamos naquele pomar,
entre as juras de amor com sedução.

És tu mulher, que no sonho imagino,
que na noite ajoelha-se numa vigília,
que me fazes sentir, como um menino
dormindo ao sabor de linda eufonia.

Toninho.

Dezembro/2015
Também estou aqui: toninhobira.blog
*****************************************************
Um bom e lindo fim de semana a todos.