Páginas

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Um Olhar na tarde.













A vida já passa lentamente,
deixa no peito uma saudade,
como um canto da felicidade.
invade a alma insolitamente.

Acelerado pulsa um coração,
que exorta a paz belamente,
edificada sob a luz da mente,
iluminada pela luz da razão.

Caminho com a fé de menino,
sonho com a fonte cristalina,
como num deserto o beduíno.

Silêncio domina o fim do dia,
vejo um Sol se por na colina
emudeço.A noite se principia.


Toninho

28/07/2016

*******************
Uma boa semana
a todos.

38 comentários:

  1. Nina Filipe9 de agosto de 2016 às 08:05
    Toninho meu querido, a nossa amizade é do tamanho do Oceano que nos separa, amigo fiel e verdadeiro sempre atento a todos os amigos e não deixa nenhum para trás.
    Toninho gostaria de um conselho seu, estou a escrever um livro desde os meus avó até ao meu netos e o que eu lhe pedia era para antes de eu entrar em contacto com alguma editora o manda-se para você ver se dali alguma coisa se aproveita, mais uma vez peço desculpa não levarei a mal de modo nenhum se não quiser a minha amizade transcende todas as barreira, pode não responder já eu tenho todo o tempo do mundo.
    Não é lá muito apropriado fazer este pedido por este meio, mas foi o que estava há mão, beijinhos de luz e muita paz.
    ResponderEliminar

    ResponderExcluir
  2. Toninho...esse som é fantástico!
    O seu poema com "saudade e nostalgia" lindo!!!
    Bj

    ResponderExcluir
  3. Arrepiante de tão lindo! Quando a vida começa a passar lentamente a noite amedronta! Lindo te ler ouvindo a música escolhida! abração,chica

    ResponderExcluir
  4. Toninho,

    Como sempre é um refrigério passar aqui e ler suas belas palavras, sentir suas emoções!
    Sempre me remetem à velha Minas e isso me deixa muito feliz, sabia?
    A fé é o que nos mantém de pé, amigo! Nunca podemos perdê-la de vista, não é?

    Lindo dia de sol!

    Bjks

    ResponderExcluir
  5. Belo poema, Toninho!
    Sempre sonhemos com uma fonte cristalina.
    Boa semana!

    ResponderExcluir
  6. ~~~
    O seu soneto está belíssimo, Toninho!
    Gostei muito.

    Desejo que minha amizade contribua um pouco
    para o seu contentamento.
    Como gosto de ficar silenciosa, em meditação
    - observando o ocaso!

    Continuação de boa semana...
    Grande abraço cordial.
    Beijo de paz.
    ~~~~~~

    ResponderExcluir
  7. Estamos afinados em consonância a tudo que o amor, a solidão , a saudade nos deixa e faz. Lindos versos poeta Toninho é quando a tarde se vai que deixa em nós a saudade que com o principiar da noite se transforma em novas esperanças de um dia melhor. No Poesia do Bem, versos de amor e saudade

    ResponderExcluir
  8. A noite se principia com ela a ansiedade de um novo amanhã cheio de novos momentos que nos façam de novo sonhar e acreditar que acima de tudo a vida é simplesmente bela ,Maravilhoso como sempre amigo Toninho ,desejo-lhe muitas felicidades ,um abraço.

    ResponderExcluir
  9. Que beleza de poesia Toninho,que me fez viajar enchendo-me de saudades!
    Pois o roceiro mineiro tem no peito a fé de um novo dia sempre melhor!
    Lindo demais amigo mineiro!
    Abração,
    Mariangela

    ResponderExcluir
  10. Caminhar com fé de menino é bom demais!
    Lindo poema!!
    Um abração nesta 3a feira...

    ResponderExcluir
  11. Quando a noite se expande mim estendal , não há como não há como não ir atrás dela e cantar a mesma canção . E tudo se alia nesse silêncio compactuando com a paz donde nascem estes maravilhosos afetos . A sua sensibilidade e generosidade deixam - me fluir consigo nas mesmas águas
    Parabéns e obrigada meu querido amigo
    Obrigada pelos votos de boas férias !
    Abraço ! :)

    ResponderExcluir
  12. Desculpe as gralhas mas do iPhone não se tem a mesma percepção
    Da para perceber a MENS ?
    Abraço Toninho

    ResponderExcluir
  13. Boa noite, amigo Toninho!
    Estou aqui para relaxar pois sei bem que ler um poema seu traz paz e luz...
    Noutra noitinha, após seu poema postado, inicio-a bem depois de aqui ter estado...
    Nova noite, prenúncio de um novo dia abençoado e sereno. Se DEUS quiser!
    Bjm muito fraaterno

    ResponderExcluir
  14. Caro Toninho
    Quando a noite se principia, prefiro emudecer, o sol se pondo me deixa nostálgica, gosto de ficar quieta num canto, admiro muito mais o nascer do sol.
    Grande abraço, amigo.

    ResponderExcluir
  15. A música casa com sua poesia!
    É o silêncio da noite chegando no coração do menino poeta ! Muito lindo poema!
    abraços

    ResponderExcluir
  16. Belo poema, como tudo que vc escreve... mas a foto esta maravilhosa, e lembra tao bem os campos de Minas...

    Beijos, Toninho...

    ResponderExcluir
  17. Toninho, que beleza de soneto e adorei essa canção tb! A fé de menino sempre nos salva! bjs

    ResponderExcluir
  18. Caminho com a Fé de menino
    e procuro a fonte cristalina...

    Beleza,

    Maria Luísa

    ResponderExcluir
  19. Oi Toninho,
    Linda poesia de fé
    Fantástico blog.
    Estou com muita dor e ainda está um frio terrível.
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderExcluir
  20. Madredeus é um conjunto musical da maior importância, disso você sabe bem. Uma bela entrada para “Um olhar na tarde”, seu belo poema, no qual há lamentos, pela passagem do tempo e pela saudade que fica. O menino, que todos levamos na nossa caminhada, não permite nenhum esmorecimento.
    A alma do meu amigo poeta conhece muitas mágicas, que enganam a realidade.
    Um forte abraço, Toninho.

    ResponderExcluir
  21. Boa noite Toninho,
    Magnifico poema, assim como essa música dos Madredeus. Muito bom o seu gosto musical.
    A vida vai passando, muitas recordações afloram o nosso pensamento, mas muito importante é que a luz de menino nos acompanhe e guie até ao entardecer.
    Beijinhos e muita paz.

    ResponderExcluir
  22. E continuo na procura de mim
    de ti
    de todos...

    Maria luísa

    ResponderExcluir
  23. É a 1ª vez que aqui venho.
    Gostei.
    Cordiais saudações!

    ResponderExcluir
  24. Sua presença
    foi muito importante para mim,
    mas a password não ficou guardada
    e anda fugida...problema ainda não resolvido...
    ( os técnicos pouco entendem de arte em Portugal, a arder por todos os lados, com um calor incomum, de matar...) Ainda torno a escrever e a apreciar o encanto do que escreve

    Maria Luísa

    ResponderExcluir
  25. "A vida passa lentamente"
    e ainda estamos presentes
    e entramos na noite
    mansamente...

    Maria Luísa

    ResponderExcluir
  26. música boa a acompanhar um belo soneto muito bem rimado.
    gostei!
    beijinhos
    :)

    ResponderExcluir
  27. Continuamos a passar na vida
    lentamente...

    Maria luisa

    ResponderExcluir
  28. Que bom que você vê a vida passando lentamente, coisa de poeta mesmo. Muitos dizem que a vida passa rápido demais.

    Abraço poeta!

    ResponderExcluir
  29. A música caiu bem com o seus escritos,para mim belo e triste!
    abraços!

    ResponderExcluir
  30. Olá, Toninho.
    Linda postagem para se saborear "lentamente", aproveitando a emoção do momento.
    um abraço amigo

    ResponderExcluir
  31. ♩♪ه°·.
    A noite chegando... seu poema é como a oração do Angelus.
    Bom fim de semana com tudo de bom!
    ♬♮♫╮ه°

    ResponderExcluir
  32. Uma criação poética impecável, em estilo e sensibilidade. Parabéns, Toninho.

    Um abraço/Bom domingo/!

    ResponderExcluir
  33. Ler o seu poema ao som dos Madredeus foi bom.
    "um canto da felicidade.
    invade a alma insolitamente". Assim foi...
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  34. Boa noite Toninho!
    Um olhar na tarde que me deixou sem palavras. Senti até o silêncio da noite. Um dos seus poemas que mais me emocionou.
    A música e imagem casou maravilhosamente no seu poema.
    Um abração e ótima semana!

    ResponderExcluir
  35. Olá, Toninho, a noite sempre é um mistério, um momento não muito interessante pra mim, mas o pôr do sol, sempre magnífico faz sua parte, nos prepara, nos enche de vida até que amanheça.
    Belo poema, belo vídeo!
    beijo, querido amigo.

    ResponderExcluir
  36. Bom dia, amigo Toninho!

    Que poesia encantadora! É como a esperança, que vem docemente e se instala no nosso peito! Sempre bem inspirado, Toninho!!
    *Grata pelas palavras e visitas! É tão bom compartilhar cultura e melhor ainda quando encontramos bons amigos com quem trocar ideias!
    Beijos, amigo!

    ResponderExcluir
  37. toninho

    Escrevi
    mas não estou escrevendo.
    Neste momento, apenas o venho cumprimentar e agradecer.

    Fiquei doente e vim hoje aqui
    por si, apenas por si.

    abraço grande

    Mª. luísa

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.