Páginas

sábado, 2 de fevereiro de 2019

Um irmão ausente.


Com prazer volto ao projeto Poetizando e encantando de nossa amiga Lourdes após um recesso merecido. Vamos ver e poetizar lá: filosofandonavidaproflourdes, toda semana ela oferece algumas imagens como inspiração. Minha escolha abaixo.



Secaram todo os rios no leito só seixos,
que na inercia não rolam, veio o limo.
leito de pedras onde  triste me queixo,
contra atos sebosos que me desanimo.

São vidas que se apagaram friamente,
sob uma lama pesada sem oxigenação,
uma mão sai da lama pousa clemente,
sem forças se fecha na crítica posição.

A mãe desolada anda pelo leito do rio,
aridez no coração na mão leva a rosa,
que joga sobre seixos, no seu desvario.
segue fracionada, é saudade dolorosa.

Olho a cena fecho os olhos umedecidos,
um videoteipe passa aceleradamente.
As imagens difusas clamores alaridos.
sob os seixos dorme um irmão ausente.


Toninho
02/02/2019 


Grato sempre.






domingo, 27 de janeiro de 2019

Fuga para a felicidade fugaz.



Inspiração na imagem fornecida pela professora Lourdes em sua 2ª edição do projeto poetizando e encantando. Na dada não pude contribuir e agora o faço no período de férias dela. Que conhecer vem cá filosofandonavida



Nada lhe prendia para a felicidade,
rompeu com a corrente no pescoço,
correu pelos jardins, saiu da cidade,
se viu em dificuldades até roeu osso.


Mas nada era mais que sua alegria,
dormia sem horário um cão de rua,
mas sempre amado fazia uma folia,
logo recebeu o apelido de falcatrua.

Mas veio a saudade da velha casa,
perambulou sem lembrar o destino,
fez amizade com dois cães de caça,
que o levou para o choroso menino.

O menino era seu dono por ironia.
Emocionado posicionou os caninos,
numa foto abraçados com alegria,
Foi a volta feliz com seu paladino. 

Toninho
26/01/2019
********************************************************************
Uma boa semana
vitoriosa.
Apesar do meu coração tomado por lamas