Páginas

sábado, 2 de novembro de 2019

Senhora simpatia.




Senhora simpatia.

Estou convicto da elegância da emoção da simpatia, que nos coloca na vida das pessoas como passe de mágica, naturalmente as agregamos como nossa. Há magia neste sentimento, que as vezes nem sabemos explica-la, ela existe e pronto. Laços se criam em amabilidade, sinceridade e cooperação.

Simpatizamos com coisas, cidades, pessoas, partidos políticos, clubes de futebol, animais e uma infinidade de coisas. E nos surpreendemos em não simpatizar com alguém mesmo sem ter um motivo, não saberia explicar, mas sabe-se, que não se simpatiza. Note que você sempre usa esta palavra para justificar um não querer, como uma palavra de escape, do que realmente sentimos por esta.

Assim nos blogs criamos laços e entrelaçamos outros por serem seguidos por alguém que nos é simpático e cria-se uma rede de simpatias. Creio que seja uma evolução da simpatia e passamos a comunicar com várias pessoas pelo mundo. Pela simpatia que somos como link ativo para os seguidores, que nos entrelaçam aos seus seguidores e ou leitores.

Nesta condição ficamos cativos a estas pessoas e sentimos falta destas quando por algum motivo, elas se afastam da blogosfera. Ser simpático é uma arte, que temos de exercitar, pois envolve paciência, tolerância, respeito ao que o outro é. Ser simpático é ser atencioso.

Compartilho como ilustração um pensamento de Fernando Pessoa:

Eu quero ser sempre aquilo com quem simpatizo, Eu torno-me sempre, mais tarde ou mais cedo, Aquilo com quem simpatizo, seja uma pedra ou uma ânsia, Seja uma flor ou uma ideia abstrata, Seja uma multidão ou um modo de compreender Deus.
E eu simpatizo com tudo, vivo de tudo em tudo. São-me simpáticos os homens superiores porque são superiores, E são-me simpáticos os homens inferiores porque são superiores também, porque ser inferior é diferente de ser superior, E por isso é uma superioridade a certos momentos de visão.
Simpatizo com alguns homens pelas suas qualidades de caráter, E simpatizo com outros pela sua falta dessas qualidades, E com outros ainda simpatizo por simpatizar com eles, E há momentos absolutamente orgânicos em que esses são todos os homens. Sim, como sou rei como sou rei absoluto na minha simpatia, basta que ela exista para que tenha razão de ser. (Fernando Pessoa)
Assim somos absolutos em nossos sentimentos, para com as pessoas que fazem no nosso viver mais ameno e mais divertido e creio que mais iluminados. Não entendo como alguém pode se fazer de antipático. A simpatia leva à empatia. Creio num mundo onde as pessoas se doam, vivam em comunhão e assim possam mudar o mundo com simpatia em perfeita harmonia com a natureza.

Com este texto homenageio nossa amiga Professora Lourdes, que simpaticamente nos reuniu sem nos conhecer, para um projeto ousado de espalhar poesias na blogosfera e ainda mais ousada e laboriosa, coletou textos de cada amigo e compilou um lindo livro para ofertar aos amigos.


Toninhobira


Obrigado simpática poetisa Professora Lourdes !

Para você


Aos amigos incentivo que adquiram o livro, pois assim estaremos contribuindo com uma entidade beneficente a ser definida.
Siga o link direto por favor
Agbook 

Recortes do livro





Um bom domingo
feliz Novembro azul.



terça-feira, 29 de outubro de 2019

A cena muda.


"Não preciso de palavras sumptuosas....
Apenas das tuas.... " 

Com este mote acima a inspiração abaixo, que por motivo de tempo não deu para participar na data marcada, no apagar da luzes de Outubro venho postar. A ideia vem do blog da Marta em Portugal. Marta com seu desafio mensal. 



A cena muda.



Nada mais inspira-me na vida,
somente um notebook na mesa.
Na digitação nervosa incontida,
revive toda aquela indelicadeza.

Longas noites aquele som típico,
as teclas nervosas da saudade.
Era como o processo anafilático
A sorver na taça da infelicidade.

Os versos fluíam com ligeireza.
Uma lagrima teimosa no rosto,
que desprendia da correnteza,
do rio de lagrimas no desgosto.

Se “eu não preciso de palavras
Sumptuosas” nem da tua pena,
quero “apenas das tuas lavras
o vil metal que feche esta cena.

Toninho
19/10/2019

Grato pela visita.