Páginas

sábado, 4 de dezembro de 2010

Misterioso maravilhoso mar



 












 Dizem que o mar é de quem o sabe navegar.
Mas nós o sabemos amar na arte de inspirar
Sabemos como é sublime viver na frente deste mar
Mar amar e dele criar esta poesia para cantar

Cantar a alegria de sonhar na subida da maré
Quem vive sabe a beleza verde anil misteriosa
Lanço minhas saudades na força destas ondas
E sinto no corpo a caricia desta brisa gostosa.

Lindo este mar se agigantar no vai e vem
Que trás de você engarrafadas lembranças 
Embaladas pelo canto das águas na dança
Ele sussurra melodias que lembram você.

Viver das palavras lindas lançadas ao ar
Palavras melífluas de que vida bela é boa
Vem por este mar entre o dormir e acordar
Lindo neste intervalo que Deus nos abençoa.

É lindo ver o mar viajar nas lembranças
Que me embalam nas tardes deste verão
Se lançar na dança sensual das águas com as pedras
Neste mar que parece sem fim, tão junto de mim.


Toninhobira
29/11/2010.

De tanto ler o amigo Claudio Poeta do Recanto das Letras e do blog Vida Alta falando sobre o mar de Itacaré-Ba. Inspirei esta poesia ao maravilhoso mar. Fica para você Claudio e para os que o sabe amar assim.

foto Marcelo Argolo(BA)

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Inspirações Paralelas










imagem Google




No seu corpo meu acalanto
Esqueço as rimas, minhas angustias
Ah, a vontade de você a todo instante
Basta que a emoção assedie
E vem a vontade de escrever

Navego triste
Açoite de uma solidão
No vento frio que toca o meu corpo
Leva no vento lembranças que vivi
Pelos corredores vazios onde falta calor
E há desamor

Viajo nos sonhos horas que se arrastam
Lentamente sinto mãos que tocam
E suavizam meu corpo,
Sonho boca de ardentes beijos
E calo de tanto amor.

Seguimos as linhas que se traçam
Na direção infinita paralelo de encantadas
Palavras que carregam as doces emoções
Para encantado abrigo de almas apaixonadas.

Ah, estes momentos que me assaltam.
Que me deixam assim sensível
Vem destes dias que sinto
Você se afastar de mim.
E vem a vontade de escrever.





Toninhobira.
22/11/2010.