Páginas

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Alvorecer da Paixão












Nasce com o desejo de amar loucamente.
Na luta frenética que não limita os sentimentos
Insaciável somente em vê-la
Não toca seus cabelos nem sente de perto seu cheiro

Sempre penso que a falta é suportável
Olhar em volta sentindo a solidão
Assim vive-se o frisson de amar esta mulher
Muitas vezes se trai perdido com ela nos olhos

Os braços buscam no vazio, não há corpo, apenas ilusão.
Tem-se a certeza, de que a vida a colocaria na sua frente
Espera como um menino seu presente de Natal
E se acaba na noite fria com ela em sua mente.

Amargurado, triste passam os dias, anos e a vida
O que era chama, fogo se desfaz e vem esta paixão
Como vulcão e lhe toma o coração.

Atr/2009

10 comentários:

  1. Viajei lá nos "antigamente" rsrs.

    "Um fogo queimou dentro de mim
    Que não tem mais jeito de se apagar
    Nem mesmo com toda água do mar
    Preciso aprender os mistérios do fogo prá te incendiar..."

    Bom dia, amgio! Abração. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  2. Oi Toninho, muita paz, desejo que tenhas passado o final de ano bem legal, junto aos teus. Uma poesia que honra o nome de quem a fez, linda e apaixonada.Um abraço de muito carinho. Celina

    ResponderExcluir
  3. Oi, Toninho,
    passei para lhe desejar muita paz e que continuemos nossa amizade. Lindos versos, é muito bom dizer.
    Estou ainda voltando, aos poucos,mas já agradecendo suas lindas palavras.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Não é necessário tocar, sentir de perto, para se amar...
    O amor nos invade, e se transforma em nosso próprio ser... Nosso ar...
    O tempo pode levar as chamas, o fogo da paixão...
    Mas o amor, esse não se vai...
    Fica encoberto pelas cinzas, e pronto pra renascer ao menor sôpro...

    Seu poema é muito lindo e comovente!
    Dá vontade de embalar os versos com uma linda canção,
    e guardar as mágicas notas dentro do coração...

    Deixo pra você em sua perfumada, linda,
    e inspiradíssima página,
    meu carinho, minha admiração.

    Bjsss

    ResponderExcluir
  5. O amor nos move, mesmo que o ser amado esteja distante é possível ter todas as sensações que dele nos apraz.

    Uma ótima semana pra ti

    Abraços

    ResponderExcluir
  6. O amor está dentro de nós e permanece mesmo na ausência. A paixão encendeia e se esgota no seu próprio ser...

    ResponderExcluir
  7. Nossa querido, que intensa esta paixão... é verdade... quando o amor acontece, nem mesmo a distância o apaga do coração...

    Doce tarde...beijinhos
    Valéria

    ResponderExcluir
  8. Ah! Se dentro de todos nós pudessem nascer uma paixão "avassaladora", para nos tirarmos da melancolia e assim, poder ver a vida, com sorriso nos lábios.
    Pois o amor, a paixão são as molas mestras do nos corpo e alma.Els se alimentam de carinhos.
    Abraços e obrigada por sua presença em meu blog. Adorei.

    ResponderExcluir
  9. A paixáo nos deixa bobos...
    Beijo Lisette.

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.