Páginas

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Há no seu olhar.













 
Há no seu olhar.

 
Não entendo teus olhos nesta frieza,
Que minh’alma depara nesta imagem.
Como pode ser tão bela nesta crueza,
Que de cega, esmaga nossa coragem.

Como o pode admitir tamanha maldade,
Que mesmo em face de desejos de súplica,
Fingida inércia diante da impunidade,
Do perverso, corrupto processo da pratica.

Ainda que teus olhos se cerrem Senhora,
Sobre a lama das injustiças deste poder,
Suplico que lance tua espada nesta hora,
Que faça o fiel enxergar e eu em ti  crer.

Se ainda assim me renegas toda Poderosa,
Rasgo-te as vendas, cego teus olhos frigidos,
Entrego ao mendigo tua túnica suntuosa
Para a linda festa dos menos protegidos.
__________________________xxxx___________________________

Pesquisava e namorava a imagem da bela Senhora Poderosa da Justiça e me veio esta inspiração. Porque ainda acredito,que um dia teremos uma justiça cega, sem as amarras, livre e independente para sua ação.
**********************************************************
  "Se você treme de indignação perante uma injustiça no mundo,
Então, somos companheiros." (Che Guevara)

Toninho.
25/06/2011



18 comentários:

  1. Eu tenho também essa esperança, mas deve por aqui, faltar muiiiiiiiiiiiiiiiiiito!!!
    Nem vou falar mais sobre isso pra minha pressão não subir,rssr...

    Linda poesia, belíssima inspiração e muito esperançoso esse desejo! abração,chica

    ResponderExcluir

  2. Boa tarde!
    Esta é a palavra do Pai para você no dia de hoje:


    “Todo o lugar que pisar a planta do vosso pé, vo-lo tenho dado, como eu disse a Moisés.
    Desde o deserto e do Líbano, até ao grande rio, o rio Eufrates, toda a terra dos heteus, e até o grande mar para o poente do sol, será o vosso termo.
    Ninguém te poderá resistir, todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei nem te desampararei.
    Esforça-te, e tem bom ânimo; porque tu farás a este povo herdar a terra que jurei a seus pais lhes daria.
    Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo, para teres o cuidado de fazer conforme a toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que prudentemente te conduzas por onde quer que andares.
    Não se aparte da tua boca o livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido.
    Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o SENHOR teu Deus é contigo, por onde quer que andares”. (Josué 1:3-9)



    http://www.youtube.com/watch?v=sfrSSSp10Bo


    Deus seja contigo sempre!

    Blog Yehi Or!
    http://hajalluz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Há meu querido amigo, como a justiça é cega mas só para os miseráveis indefesos, mas para os ladrões de carteira assinada ela tem olhos e bem grandes, quantos ficam sem comer durante bastante tempo só para encher os bolsos dos juízes e advogados, e depois lá vem as custas de tribunal.
    Até quando podemos gritar por um mundo mais honesto, beijos e beijos de luz em seu iluminado coração...

    ResponderExcluir
  4. Parabéns. Principalmente no Brasil, essa senhora, só enxerga o que quer ver.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  5. Eu tb acredito, meu amigo! Que a esperança não morra jamais nos corações dos homens. Grande abraço,Milla

    ResponderExcluir
  6. Meu amigo, isso é para virar flâmula tremulante para resgatar a nossa dignidade tão cara e tão vilmente desprezada pelos homens.
    LINDO DEMAISSSSSSS!!!!!

    Abração. Paz e bem.

    (Deus conserve esse namoro visual seu com esta e outras imagens mais. (Inspiradíssimo! rsrs)

    ResponderExcluir
  7. Boa noite Toninho!!
    Muito bem expressado os sentimentos vindos da imagem. Justiça dos homens é falha e nem sei se um dia será de outra forma amigo.
    Belo poema!!
    Carla

    ResponderExcluir
  8. E que inspiração! Adorei seu poema. Parabéns!

    ResponderExcluir
  9. Oi, Toninho!

    Então somos companheiros! Fico indignada com injustiças, principalmente contra os fracos e indefesos. Acho a impunidade uma covardia ímpar.
    O seu poema é muito inteligente. Parabéns!

    Grande abraço
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  10. Toninho você se expressou de uma forma muito inspirada da senhora..
    fico admirada de ver as injustiças desse muundo..o preconceito..a imoralidade dos políticos e esse mundo que cresce de uma forma desorganizada..
    Toninho obrigada pelo carinho sempre no meu blog..Para mim o seu comentario tem grande peso visto o poeta que és..
    abraço amigo mineiro
    titi

    ResponderExcluir
  11. Distinto amigo, do jeito que andam as leis neste país, a dona Justiça, sua espada e sua balança continuarão sendo um mero enfeite nas estantes dos que interpretam a lei para abrandar penas impostas aos criminosos.
    Ela é cega para aqueles que tem dinheiro e poder, porém tem um olho bem aberto para quem rouba um pote de margarina.
    Deste mais um show de brilhantismo com este poema que é uma chamada à reflexão.
    Um fraterno abraço.

    ResponderExcluir
  12. Toninho,boa noite, é tudo muito absurdo, a injustiça campeia, as aberrações está demais, pensa bem, temos a imprensa que está sempre denunciando os erros, por enquanto façamos a nossa parte, lembra que nada é para sempre, apesar de tudo, tenho esperança de um mundo melhor, talvez não para mim, mais para essa moçada que é maioria, queimando as pestanas para um mundo melhor, pense também em Gandhi. abraços Celina.

    ResponderExcluir
  13. Toninho!
    Estou encantada com sua forma poética brilhante.
    Que beleza de poesia!
    E ainda por cima refletiu e disse por todos nós através de lindas palavras.
    Eu não tenho muita esperança nesta 'senhora' que parece não querer tirar a venda dos olhos para um povo abandonado e cruelmente roubado.
    bjs cariocas

    ResponderExcluir
  14. Também acredito na Justiça Cega. Um homem preso deixa de ser preso quando cria laços dentro da prisão. Mas creio também na justiça da Consciência. Um dia todos pagarão pelos seus pecados.

    Parabéns pelo belo Poema!

    ResponderExcluir
  15. Nao deixe nunca de ser incrédulo, quem sabe um dia os homens que devem promove-la, sejam justos em tudo que fizerem....

    ResponderExcluir
  16. Um belo final de semana pra ti amigo...abraços fraternos...

    ResponderExcluir
  17. A minha esperança é essa, querido poeta! Chega de injustiça. Abração.

    ResponderExcluir
  18. Fiquei arrepiada com a beleza total desse poema! Tantas notícias bizarras passam pela net e agora aqui lemos um poema que lava nosos ser.

    Abraços.

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.