Páginas

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Quando o Sol se vai.




 



Imagem Google.












Olho para estas ondas se quebrando,
Como folhas secas levadas pelo vento.
Penso em você com todos meus encantos
No Pôr de Sol que assiste este lamento.

Como pode esta saudade ainda sangrar,
Neste peito onde morava nosso amor?
Mas ela vive entrelaçada nas lembranças
Que em minha poesia canto com fervor.

Instante de depuração e desconstrução
Dos sentimentos que sempre concebia,
Desta relação de quereres em fusão
Que agora frágeis morrem na tarde fria.

Agora vem a Lua Cheia sobre o mar
Divina luz que vem beijar a mãe Terra
Num infinito Céu de estrelas a brilhar
E no meu peito este vazio que se encerra.

Toninho.
05/09/2011

33 comentários:

  1. Oi Toninho!
    Lindo poema!
    O pôr do sol é mesmo inspirador quando cobre o céu de um apaixonado que canta a saudade do seu amor!
    Abraço e um bom fds!

    ResponderExcluir
  2. Boa noite amigo mineiro..é bom esta aqui em sinto mais perto da nossa terrinha..
    Lindo poema de amor..de saudades...saudades de amor é bom quando se tem nosso bem querer do lado,ao contrario fica triste..
    abraço..boa semana

    ResponderExcluir
  3. As ondas se quebram
    abrem brechas na pele
    para que se escoe a saudade
    desconstruindo o amor
    e fica o vazio
    a ser preenchido...

    Sua poesia é sublime, Toninho e imensa em sentimentos.

    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Toninho que poesia mais linda! Parabéns e bom fim de semana amigo!

    ResponderExcluir
  5. A lua cheia ocupa todos os espaços vagos mesmo!!!

    Belo poema! Amigo, bjs meus

    ResponderExcluir
  6. Boa noite meu grande e amado amigo!
    Te visitar é sempre uma honra,sua visita no meu cantinho é motivo de alegria.
    Sua poesia é um canto a natureza...
    Bjsssssssssssss

    ResponderExcluir
  7. ..."Instante de depuração e desconstrução".


    Belíssimo poema, Tonhinhobira. E para mim esse verso é especial, amei!

    abraços da amiga sueli

    ResponderExcluir
  8. Toninho perdemos coisas e amores porque, às vezes, deixamos de falar na hora certa o que estava preso no peito ....uma pena amigo...
    Lindo seu poema de saudade de um amor perdido no passado e tão presente dentro do coração...
    Beijos querido amigo!
    :D

    ResponderExcluir
  9. Soneto esplêndido!
    Toninho, senti tua falta na interação da minha publicação em homenagem à Independência. Te convidei via RL, vc viu?
    Ainda dá tempo se vc quiser participar.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Ah, Toninho, meu amigo!
    Quando o Sol se vai, é a hora que costuma arreliar minha pique...
    Os sentimentos se misturam, se confundem de tal maneira, que me deixam completamente confusa...
    Ai...
    Lindíssimo o seu poema!!!
    Como sempre, aliás...
    Abraço bem apertado da
    Zélia

    ResponderExcluir
  11. Poema cheio de saudades...

    Fim de semana de muitas bençãos amigo.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  12. Bom dia,Toninho!!

    Ah!!Que belíssimo!!!Um encanto que cativa e me deixou suspirando...
    Tantas coisas que amo...observar o mar, o céu...sempre rendem muitas reflexões!!E no caso dos poetas verdadeiras pérolas como está!!
    Parabéns pela bela inspiração!!
    Beijos pra ti!!
    Bom sábado!!

    ResponderExcluir
  13. Oi Toninho, estou de volta, e encontro linda poesia, que fala de amor e de saudade. muito linda poeta, parabens por mais esta joia, Abraços Celina

    ResponderExcluir
  14. Olá Toninho,

    Lindíssimo e inspirado poema!
    Saudades, amor, lua cheia, que mais falta na colmeia?
    O doce mel de nossos olhos.
    Bom fim de semana.

    Beijos de luz.

    ResponderExcluir
  15. Meu amigo, este poema é a demonstração de que sem lua, mar e amor, não vive o poeta.
    Junte-se a esses elementos, a saudade, que parece a que resta no sentimento dolorosos de quem ama.
    Contudo isso, ainda ficará para quem lê, a beleza de suas eternas letras.
    Um fraterno abraço e bom domingo.

    ResponderExcluir
  16. Sol e lua, desencontros no amor. Saudade e tristeza entrelaçam-se, rimando a bela da poesia.
    Bom domingo.

    ResponderExcluir
  17. °º♫
    °º✿
    º° ✿♥ ♫° ·.
    Olá, amigo!°º♫
    A saudade é inspiração para a poesia... mas dói.

    °º✿
    º° ✿♥ ♫°
    Bom domingo!
    Beijinhos.
    Brasil°º♫
    °º✿
    º° ✿♥ ♫° ·.

    ResponderExcluir
  18. Toninho,
    ser poeta num mundo tão frio e distante, ocupado apenas com os valores monetários, é grandioso demais. Luz também para os seus dias, amigo de todas as horas.Sonha, poeta, que sua musa está a sua espera.
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Lindo poema meu querido, apesar de nos remeter a uma certa tristeza...porque será que quando o sol se põe a saudade quase mata, a tristeza se agiganta no peito...a solidão nos domina...a dor de amor nos consome, ainda mais?
    Você fez de seus versos um retrato da alma que sofre...
    Bom finalzinho de domingo amigo...beijinhos
    Valéria

    ResponderExcluir
  20. O pôr o sol é sempre um momento mágico dos nossos dias e tua inspiração, como ele, é grande sempre!


    abração,tudo de bom,chica( estou vendo daqui da minha janela agora, lindo sol que daqui a pouco vai dormir...)

    ResponderExcluir
  21. Toninho,um lindo e comovente poema de amor!Adoro a musica do seu blog tb!Bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
  22. Olá Toninho,
    Saudade só vale quando entrelaçada a lembranças de alegria e prazer. Para ausências imperativas é por demais doída. Para os poetas, porém, representa
    uma fonte de inspiração.
    Muito lindo!
    Abraço mineiro (rsrsrs).

    ResponderExcluir
  23. O por do sol sempre nos leva a imaginar...beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  24. Amigo, Ângela me sugeriu que tenho pérolas de palavras guardadas para fazer um colár... achei lindo...e vc é uma das pérolas que mais brilham no meu colár...
    Meu Beijo Mineiro de Flor!
    Espero preencher um pouquinho este vazio do teu coração...como fazes comigo...preenchenco com carinho meus dias.
    Muito obrigada!
    Carla
    :D

    ResponderExcluir
  25. Toninho especialmente lindo, nossa o por do sol, o mar, a lua e este amor infinto do teu peito, somando com o teu talento temos o mais lindo quadro possível de se pintar com a pena tendo como tinta as palavras, parabéns beijos Luconi

    ResponderExcluir
  26. As nossas recordações que teimam em nos atormenter todos os dias, são as nossas reliquias. Mesmo que nos façam doer, só com elas a gente reparte parte da nossa vida, e, temos este divino sinal de que estamos vimos e com a nossa memória no sitio onde deve de estar. Meu querido amigo do coração, para você que tanto prezo a sua amizade, desejo tudo de bom, e, tente não sair muito magoado dessas reliquias. Beijinhos de luz e muito carinho...

    ResponderExcluir
  27. Bom dia querido Toninho,

    Agradeço seu comentário em meu blog.
    Passe por lá, que há surpresa para você.
    Boa semana.

    Beijos carinhosos de luz.

    ResponderExcluir
  28. Em cada coração uma saudade, mas o poeta coloca-a num patamar etéreo a tal ponto que extasia, mitiga um pouco a dor. Que belo poema, meu amigo! Abraços e ótima semana.

    ResponderExcluir
  29. Bom dia,Toninho!!!

    Tenha um ótimo início de semana!!
    Que seja de muita paz e luz!!
    E de muitas inspirações!!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  30. Quando o sol se vai e a noite estende seu manto escuro,,,todos os sentimentos são mais aflorados,,,inclusive a saudade que insiste em pulsar...abraços de boa semana pra ti meu amigo.

    ResponderExcluir
  31. Olá Toninho, quanta lindeza em palavras, a saudade as vezes é gostosa de sentir. As ondas do mar, e o sol partindo, e a noite chegando, são os poemas mais bonito lapisado pelo poeta, mesmo que seja de saudade e de dor. Parabéns pelo versos fantástico. Beijo grande!
    Ótima semana!

    Smareis

    ResponderExcluir
  32. Que lindo poema, Toninho.
    Falas de encantos,quebras e lembranças, apesar do
    vazio,um céu cheio de estrelas.
    Amei.
    bjs

    ResponderExcluir
  33. Lindo Poema *Toninho*O mar ,o cair da tarde,com a beleza e os mistérios que neles há.Adoro a praia.
    Parabéns.Bjus\Flor*

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.