Páginas

terça-feira, 6 de março de 2012

Poderosas palavras












Palavras que calam no fundo da alma
Palavras que causam infinitas alegrias.
Palavras que nos levam ao mundo de fantasias.
Não são apenas palavras, são caricias solidariedade de amor.

Palavras amorosas que não se condicionam a nada além da vontade de recriar no outro a divina transformação, no instante em que parece que o mundo lhe cai sobre a cabeça, arrastando para um abismo todas suas esperanças. Palavras que salvam vidas, que embelezam o feio e dá sabor ao indegustavel. Palavras que alegram o triste e que acariciam e abranda os mais rudes dos seres.

Palavras que saltam de bocas malditas, que se espalham como espinhos, são palavras flechas desorientadas e devastadoras que acertam alvos não mirados deixando um rastro de desamor e desunião. É preciso mesmo muita prudência para com o uso das palavras e assim não ferir a quem amamos e queremos sempre bem.

Poder-se-ia dizer que nossa vida ganha nova dimensão, quando passamos a conhecer e administrar as palavras e delas retirarmos a essência, para expressar todos nossos sentimentos e assim recriar novas e belas emoções, naqueles que nos cercam e que nos fazem melhores e mais felizes.

Assim como nos encantam, são as palavras ferramentas perigosas verdadeiras armas devastadoras. Pois então cuidemos das palavras, para que elas não sejam grades, para que não sejam umas substancias corrosivas, que aos poucos vai corroendo toda uma relação até se romper de vez. E que assim pensando, possamos passar aos que se iniciam a ter o melhor critério no uso desta fantástica ferramenta por um mundo da não violencia, da tolerancia e que seja mais comunicativo a serviço da paz e da preservação do meio em que vivemos.

Toninho
03/03/2012

Foto do Google.

18 comentários:

  1. Peguei aqui o texto ainda quentinho, saindo do forno...

    Lindas tuas palavras, falando das palavras e sua força, tanto para o bem, o belo , quanto para arrasar e machucar.

    Que as usemos sempre para o bem!!! abração,tudo de bom e adorei te ver na Norma hoje! chica

    ResponderExcluir
  2. Sou uma eterna apaixonada pela Palavra e respeitosa pelo poder que dela emana, pois gravadas estão na história da evolução humana suas cruciais inferências nos rumos, contornos e consequências de seu uso acertado e/ou errado pelos séculos da existência.

    Sou uma cuidadora das palavras assim como vc, amigo Toninho, que nos presenteis sempre com lindas palavras em verso e prosa.
    Bjos,
    Calu

    ResponderExcluir
  3. OI TONINHO, FUI NO BLOG DA NORMA E LÍ VC FALANDO SOBRE O AMOR ,ACHEI MARAVILHOSA A SUA CRÔNICA, ESTA TAMBÉM ESTÁ MARAVILHOSA E VERDADEIRA, DEVEMOS SEMPRE TER O DEVIDO CUIDADO PARA NÃO FERIR, AS PALAVRAS VEM COMO AÇOITES QUE MACHUCA E NOS DEIXA CONFUSA,MAIS O IMPORTANTE E RECONHECER QUANDO ERRAMOS, É UM ATO DE HUMILDADE.
    MUITO OBRIGADA PELA VISITA E O GENTIL COMENTÁRIO, VERA MANDA DIZER QUE É PROFESSORA TAMBÉM, PORTANTO SÃO TRÊS OBRIGADO AMIGO, UM ABRAÇO, CELINA

    ResponderExcluir
  4. Meu instrumento de trabalho é a palavra e como elas podem em qualquer esfera da vida frutificar ou correr.
    Linda forma de dar poder as palavras.

    Grata pela suaa estada hoje no meu espaço cobrindo- o de seu Amor.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Meu instrumento de trabalho é a palavra e como elas podem em qualquer esfera da vida frutificar ou correr.
    Linda forma de dar poder as palavras.

    Grata pela suaa estada hoje no meu espaço cobrindo- o de seu Amor.
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Já escrevi sobre elas, Toninho, e achei interessante teu passeio em torno de suas implicações.

    Um grande abraço e ótimos sonhos, meu amigo!

    ResponderExcluir
  7. Bom dia amigo!
    Aqui sempre encontro palavras que constroem e acrescentam novo signifocado à minha vida. Obrigada amigo pelas palavras que também deixas no meu cantinho. São sempre amáveis.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi Toninho

    As vezes usamos palavras que com intuito de elogio pode destruir toda a intenção. Já aconteceu comigo. Inadivertidamente mudei uma letra e tive que corrigí-la imediatamente.

    Linda advertência em forma de mais um grande poema.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  9. Palavras podem ser armas e machucar, podem ser bênçãos a nos felicitar, podem ser mal usadas ou bem usadas como você acabou de postar!
    Tá lindo, Toninho!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Olá, Toninho!

    A palavra tem poder. Tanto encanta quanto mata. É preciso que tenhamos precaução ao pronunciá-la, e sabedoria ao escolhê-la.
    Lindo texto!

    Paz e Bem!
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  11. Muito bonito o seu poema, Toninho.

    Você disse de maneira confortante sobre o poder que a palavra tem. Delas podemos construir a alegria e a tristeza.
    Que seja sempre a alegria e a conscientização para a vida ser cada vez melhor.

    Abs.

    ResponderExcluir
  12. Lindo desdobrar de palavras tuas e, lindas inspirações que nos despertam. Há uma palavra de beleza que nos faz calar, e por causa disso, a mudez do momento, me deixa apenas ler-te, ler-te e ler-te...

    ResponderExcluir
  13. As palavras são magicas ....
    Abraço Lisette.

    ResponderExcluir
  14. Meu querido amigo

    As palavras são asas num voo para além do silêncio...são um murmúrio que os dedos soletram docemente.

    Deixo um beijinho e agradeço o carinho que me deixa sempre.

    Sonhadora

    ResponderExcluir
  15. A grandeza nos faz levar a dimensão divina. Ali, sentimos as carícias da alma. A arte (poesia) nos faz transcender nas palavras unindo-as ao mundo do coração!
    Muita Paz amigo!

    ResponderExcluir
  16. Muito lindo Toninho...realmente palavras tem grande poder, que nós saibamos usa-las amorosamente, construtivamente, da forma mais benfazeja possível.
    Beijos,
    Valéria

    ResponderExcluir
  17. Confesso que é a terceira vez que tento comentar seu ótimo texto, mas acho que clico em alguma coisa e a página some.

    Quem dera soubéssemos usar as palavras em pleno favor nosso...

    Fiquei muito contente pela sua presença em meu novo blog.

    Abraços.
    Toninho,

    ResponderExcluir
  18. E ainda nem completei o completei (tsc, tsc)...

    Toninho, dominador das palavras, receba meu cordial abraço.

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.