Páginas

segunda-feira, 9 de julho de 2012

O trabalho infantil.











Apesar de todas as campanhas podemos ver pelo Brasil, crianças lançadas no mercado de trabalho e, diga-se de passagem, em setores onde a pratica se aproxima da escravidão, como no setor de produção de carvão, extração de pedras e nas lavouras escondidas. Alguns governantes manifestam-se preocupados e nada fazem outros apenas paliativos. 

Apesar da vigilância ela existe não se pode fechar os olhos. Como bem sabemos há miserabilidade na população, que finda por lançar suas crianças no mercado ilegal e imoral, como fonte de recursos para combater a fome, pois ainda se morre de fome neste país.

A sociedade inerte preocupada com outros problemas cega os olhos com discursos demagogos, enquanto as crianças não podem exercer o direito de serem crianças. Causam náuseas as denuncias de crianças largadas a toda sorte da exploração inclusive a sexual. 

Estudos tem comprovado um aumento deste trabalho, pois estas mesmas crianças, que vemos pelas capitais muitas vezes são levadas às ruas pelas próprias famílias no afã de arrecadar alguns trocados nas sinaleiras, numa forma de consternar a sociedade, seja ela motorizada ou não. 

Crianças estão ceifadas de serem crianças e cabe a cada um exercer função de conselho tutelar com suas denuncias, não se permitir a omissão destes casos, para que num processo possa erradicar esta coisa odiosa e garantir um sorriso nos lábios de quem só quer ter o direito de brincar, estudar e se alimentar como gente.


Toninho


Baseado na reportagem de um jornal de Belo Horizonte sobre crianças de rua, que podem mascarar os números de crianças no mercado de trabalho.

Fotos do site:pedagogiaaopedaletra. 
****************************************************
Uma boa semana a todos com minha admiração.

28 comentários:

  1. Olá poeta um triste realidade o trabalho infantil.Nossas crianças precisam é de estudos.Com o tempo o trabalho faz parte do cotidiano,mas a escola em primeiro lugar.Abraços saudades de tua visita.Docecomomel(hgata)

    ResponderExcluir
  2. Oi meu amigo, pior é que apesar de ser repugnante, a exploração infantil é uma realidade em todos os lugares. Mesmo aqui na capital, vemos diariamente esta triste realidade, fora os muitos que não vemos e nem ficamos sabendo! É muito triste acabar com a infância...

    Beijos!!♥

    ResponderExcluir
  3. Oi Toninho!
    É lamentável isso ainda ocorrer. Lugar de criança é na escola ou brincando, esta frase já é clichê de tão banalizada que já foi e os governantes não tomam uma providência fecham os olhos a esta vergonha. Lida esta música de Taiguara.
    Abração e uma semana abençoada!

    ResponderExcluir
  4. OI TONINHOBIRA, A COISA MAIS TRISTE PARA UM SER HUMANO DEVE SER A FOME, PRINCIPALMENTE PARA UMA CRIANÇA, O TRABALHO LEVE PARA AJUDAR O PAI EU ACHO ATÉ LEGAL É MELHOR QUE ESTAR NA RUA FAZENDO O QUE NÃO DEVE , AGORA A ESCOLA DEVE SER OBRIGATÓRIO, COMO É, SEM CULTURA E EDUCAÇÃO NINGÚEM PROGRIDE. ABRAÇOS CELINA

    ResponderExcluir
  5. Concordo com você,amigo Toninho.Não podemos assistir de mãos atadas e olhos vendados a esta aberração que é o trabalho infantil,verdadeira chaga que nos envergonha e nos leva à indignação.
    Bjssss,
    Leninha

    ResponderExcluir
  6. Toninho,um assunto muito serio e tratou com grande propriedade nessa cronica!Vou pensar nesse tema tb em meu blog! Importante participar!bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
  7. Tão triste essa realidade que infelizmente faz parte de muitas crianças, sem direito à brincar, estudar...

    Pena!Até quando!! Tão triste!

    abração,linda semana, obrigado sempre!chica

    ResponderExcluir
  8. Toninho, é de cortar o coração sabermos que ainda existem crianças exploradas, machucadas, sem direito a exercerem suas infâncias.
    Quanto mais falarmos sobre o assunto, mais gerará comentários e atenção sobre ele, precisamos fazer algo e não ficarmos esperando algo destes políticos insanos. Posso direcionar seu texto pelo Facebook, pois acho que é para isso que aquele site deve servir, para alertar, agregar valores, incentivar, chamar atenção.
    bjs cariocas

    ResponderExcluir
  9. É, meu amigo, tem toda a razão. O meio termo está perdendo feio. De um lado as crianças de famílias mais abonadas perdendo a sua fase para a falta de tempo dos pais, para a prisão no lar pelo medo das ruas e pelas tecnologias paralizantes da necessidade física de brincar; e de outro, estas criaturas quase em cueiros ainda e sendo jogadas na guerra pela sobrevivência indigna. Não podemos, entretanto, nos conformar passivos. Abração e ótima semana.

    ResponderExcluir
  10. Rapaz! A situação é grave mesmo. Quanto aos dados, estou propenso a desacreditar de TODOS os dados "oficiais". Não acredito mais. Abração

    ResponderExcluir
  11. Como isso dói, Toninho! Os anos passam e a situação só tende a piorar.Se não houver um movimento de rua, de grito mesmo, as coisas ficarão na passividade.
    Estou de pleno acordo contigo.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  12. Toninho, meu bom amigo.

    Este é um daqueles assuntos em que passaríamos horas falando. Portanto, tentarei ser mais breve.

    Observo, aqui em Curitiba, um número crescente de crianças pedintes. Seja nos semáforos, nas ruas ou nos portões. O cúmulo disso tudo, é que alguns pais e mães "alugam" os próprios filhos para "agenciadores". Sim, é isso mesmo. Um safado, sem vergonha e $##@#@##$, vai nas casas e paga as crianças para levá-las em pontos estratégicos. Nesses lugares, as crianças recebem cotas e precisam cumpri-las para poderem voltar às suas casas. Os pais recebem parte daquilo que as crianças arrecadam, e o restante fica para o agenciador.

    Tal coisa que relatei acima vem acontecendo cada vez com mais frequencia, e é algo que enoja. Tal fato também é de conhecimento aberto, e muitos que podem fazer algo, sequer ligam para a situação.

    Que país é este em que vivemos?

    Meu bom amigo, existe muito para ser feito e denunciado, e isso depende unicamente de nós, enquanto população. Se as autoridades competentes não cumprem com suas obrigações, então seremos nós a fazer algo. O que fazer, não sei direito, mas que precisamos fazer, isso precisamos.

    Grande abraço, Toninho. Denúncia necessária e pertinente.

    Marcio

    ResponderExcluir
  13. Forte reflexão...
    Denunciemos sim! Mas será que só denúncias resolveria esse desrespeito com a vida humana?
    Nossos políticos estão cada dia mais corrompidos, e a única coisa que lhes interessa são seus próprios bolsos...
    Mas mesmo que a realidade seja esta, podemos e devemos fazer a nossa parte.
    Sua crônica é muito sábia e verdadeira!

    Amigo, carinhos...
    Beijos de flor

    ResponderExcluir
  14. Toninho,

    É uma situação que me deixa verdadeiramente indignada. O sistema fecha os olhos para a exploração do mais fraco, do indefeso, e em contrapartida, apregoa o direito à cidadania. Se as Instituições funcionassem, de fato, nossas crianças não seriam vítimas do sistema, e sim, cidadãs em preparação para o futuro, de um país digno delas.

    A propósito, Toninho, como devo proceder para colocar um fundo musical no Blog? rsrs

    Um abraço, amigo
    Paz e Bem!

    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  15. Que cada um faça sua parte, denunciando, promovendo campanhas enfim...quanto mais pessoas se conscientizarem mais resultados satisfatórios teremos.
    Beijos Toninho e abençoado semana!

    ResponderExcluir
  16. Amiga como você eu nunca vou esquecer porque esse tipo de amiga
    o lugar dela é no coração e tudo que está no coração para mim é eterno, inesquecível!

    Cada novo amigo que ganhamos no decorrer da vida aperfeiçoa-nos e enriquece-nos,
    não tanto pelo que nos dá, mas pelo que nos revela de nós mesmos.
    Miguel Unamuno;
    Tive que ficar ausente por 3 Dias recuperando
    das fortes dores que ando sentindo.
    Agora aos poucos tentarei visitar todas minhas lindas amizades.
    Ficarei feliz e tremendamente agradecida se puder adquirir um livro meu
    talves nunca saberá o quanto você estará me ajudando.
    Mais certamente verá o quanto ,Deus vai te abençoar.
    Em breve vou postar a data da Bienal no meu blog será uma alegria imensa receber você
    em SP.
    Creia a vida é breve demais para deixarmos para amanhã aquilo ,
    que imaginamos não poder fazer hoje.
    Obrigada de todo coração por
    me amar da forma que sou,
    Beijos no coração e na sua alma,Evanir.

    ResponderExcluir
  17. ♡♡♡ ♡♡♡
    Deveria ser como na canção:
    "Criança não trabalha... criança dá trabalho!"
    Boa noiteeeeeeeeee!!!
    Beijinhos.
    Minas
    ♡♡♡ ♡♡♡

    ResponderExcluir
  18. Olá Toninho,

    Você tem razão. Acompanhei alguns artigos a respeito e realmente da dó ver as crianças
    mais carentes terem que se sujeitar a uma vida
    sem infância, com sonhos roubados.
    Nem sou contra a que trabalhem ajudando os pais num trabalho mais leve e decente, mas desde que resguardados os horários para elas irem à escola e brincarem.
    Nossa indignação tem que ser mostrada para
    sensibilizar o corpo político a emprestar maior empenho à questão.

    Ótima noite.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  19. Amigo

    Li "Os Capitães da Areia" de Jorge Amado, há uns anos e hoje, já não teria coragem de o ler.

    E o problema se mantém e não só no Brasil, mas no mundo e como exemplo a China! Daí, o governo ter dinheiro para a pretensão de dominar a Europa.

    O mundo é muito complexo, amigo...

    Belo texto
    Triste verdade!

    Abraço da amiga,

    Maria Luísa

    ResponderExcluir
  20. Lindo Dia Toninho-Cheguei a conclusão que estamos nesta Era,neste século de um Mundão jogado nas ondas do bem e do mal.Maldades mil ,violências,desumanidades medonhas,escravidão ,crianças ai meu Deus,crianças sendo usadas,crianças assassinas e vai por aí.Este teu tema muito bem abordado,e o Brasil por ter uma vastidão geográfica,os problemas se acumulam,e o governo nada faz,porque pessoas incrédulas trocam seus votos e colocam mesmices no Planalto.Escravidão de crianças no Brasil é como outros tantos um seríssimo problema não olhado de frente e jogado lá em um canto da pouca vergonha.Toninho ontem passou na Globo um tema igual ao teu..Sabe todos nos que temos canal de acesso ,comunicação apontamos os erros,as safadezas,mas ninguém arregaça as mangas e faz algo de bom e bem,a não ser apenas roubar..Parabéns amigo.Somos um beija-flor,que no bico levamos nossa gota de água para o incêndio das Matas="Fizemos a nossa parte"\\Felicidades\\Bjus\Flor*

    ResponderExcluir
  21. Triste realidade, poeta. Mas eu tenho uma visão espiritualista sobre tudo isto e não dá mais para separá-la. Hoje vejo a vida de duas janelas...
    Me comovo com o seu grande amor e me revolto contigo na sua indignação...

    Maravilhoso texto, Toninho...

    bjs querido!! ah, fiz comentários nos outros posts, tá?

    ResponderExcluir
  22. Meu amigo, esta realidade do Brasil é uma de suas feridas.
    Feridas que poderiam ser curadas caso os governantes investissem pesado no social.
    Mas enquanto eles investem em si mesmo, as crianças vão ficando a mercê da marginalidade e dos lobos.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  23. Triste realidade..amigo Toninho!! bom vir aqui te ver depois de um tempo sumida...mas é triste saber dessa realidade lembrada por você...as crianças precisam brincar e não trabalhar..muitas são privadas disso...espero que esteja bem...abraço mineiro..titi

    ResponderExcluir
  24. Olá amigo, uma pena que essa prática só tem aumentado, uma realidade triste não só de BH mas do País como um todo! Gostei muito da sua participação no sorteio, estou na torcida! Abraçoooss

    ResponderExcluir
  25. Mineirinho
    Quem mais tem filhos neste país são os totalmente despreparados, em todos os sentidos, para educá-los e lhes oferecer uma vida decente. Alguns até veem neles uma oportunidade para nada fazer, explorando-os nas ruas. E ainda há os que se utilizam de filhos de outros para esse "mister". O que o governo oferece para acabarmos com essa escravidão? Cestas básicas? Auxílios diversos? Desestímulo ao trabalho honesto e regularizado? Sensibiliza-me essa situação, ao ver os rostinhos das crianças. Algumas já têm olhos de maldade e nos assustam. De todos os males que enfrentamos, esse é o mais angustiante. Bjs.

    ResponderExcluir
  26. Caro Toninho
    Esta é uma realidade que assola o país. E aqui na minha cidade crianças estão em todos os faróis pedindo, quando na verdade não deveriam estar nas escolas? É muito triste e revoltante.

    Um lindo dia para você.
    Bjs

    ResponderExcluir
  27. É meu bom amigo infelismente todos os que podem fazer alguma coisa estão de olhos vendados, e se vem algum que se preocupa e quer fazer logo vem outro por detraz deixa isso! Isso não tem importancia e é assim que vai o nosso Planeta, quem dá estes gritos de alerta nada pode fazer, estamos todos em Países de terceiro mundo, às vezes chego a perguntar-me se DEUS tudo vê porquê tanto sofrer.
    Beijinhos de luz e muita paz...

    ResponderExcluir
  28. Não podia deixar de comentar este também, sabe Toninho este lado de nosso país é muito triste, vidas podadas, expostas tão cedo a toda sorte de perigos, não sabem o que é um carinho, um brinquedo, um lar onde eles encontrem calor humano, muitas vezes não porque os pais sejam maus,mas pela tristeza e revolta que os mesmos carregam, nossa Toninho não podemos alcançar a todos, mas tentemos melhorar um pouquinho o mundo a nossa volta, o mundo em que vivemos, beijos Luconi

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.