Páginas

sábado, 14 de janeiro de 2012

Se teus beijos fossem água.











Se teus beijos fossem agua

Se teus beijos fossem água beberia desta fonte,
como um beduíno sedento esvazia um Oasis.
Nesta sofreguidão sentiria escorrer pelo peito
Água Fresca a purificar toda a minha saudade,
onde tu és a minha maravilhosa vontade.

Ah, se teus beijos fossem água, que sacia,
que alivia minha angustia no meio do dia,
na garganta que seca não profere palavras,
mas apenas balbuciar teu nome na euforia.

Penso nos teus beijos, te vejo neste mar.
Nas ondas que se elevam sopro de brisa,
restos de lembranças do teu frescor de amar,
assim amanheço nesta maresia de saudades.

Se teus beijos fossem esta água cristalina,
banharia neles, gravaria nas minhas retinas,
nossos belos momentos de encanto e ternura.
E nesta eloquência afogaria minha loucura.

********)(********)(*********)(*********



Toninho.
14/01/2012.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Haikais de Ninhos



Ninhos exóticos
Engenheiros da mata_
Guaxos constroem.











Casebre de barro
Faz o pedreiro da mata_
João de Barro.

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Sem razão.

















É ela, a mulher de alma nua,
leva no fardo profunda tristeza
seu olhar perde-se num tempo.
Falta censura circula pela rua,
sob os olhares de reprovação.

É mais uma mente que vacila
que leva da vida apenas ilusão,
que um dia sorte a lhe faça visita,
que acabe com toda frustração.

No seu mundo há desencanto,
na voz apenas um lamento,
que lhe acompanha num pranto,
numa nudez do discernimento.

Ela fica neste vai e não vai.
Sem um teto apenas agradece.
Sobre o viaduto a noite cai,
sob o jornal sonha e adormece.


Toninho.
09/01/2012