Páginas

sábado, 3 de maio de 2014

Eterno enquanto dure.



Nunca jurei um amor eterno,
Daquele que sei arde, queima,
Como lá no quinto dos infernos,
Naquela usura de quem reina.

Posso vive-lo em cada emoção,
Como sendo ultimo romântico,
Com uma rosa em cada mão,
Sussurrando um lindo cântico.

Quem sabe posso sentir o amor,
Que fez de Romeu um suicida,
Ultima-se num beijo o sabor,
Eterniza-se na Julieta querida.

E se não houver este tal amor,
Que se pensa para toda vida,
Pelo menos não cause a dor,
No coração que pede guarida.

Toninho.
26/04/2014
***************************************************
Um bom domingo a todos para uma nova e feliz semana.
***************************************************
Meus parabéns às mães de Portugal com um carinhoso abraço
neste domingo de festa e alegria e recordações.

22 comentários:

  1. Olá Toninho! Passando para mais uma leitura, que beleza de poema,um belíssimo canto expressando um sentimento verdadeiro, o amor existe, mas eterno é apenas um desejo nosso, e quem jura amar eternamente desconhece as artimanhas do coração. Parabéns e aplausos de pé!
    Desejo abençoado findi! Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Lindo poema e bem romântico.Um amor que é vivido aos momentos e nos acompanha sempre.Lindo! Bela homenagem às mães de Portugal! abração,tudo de bom pra ti e pra elas,chica e um lindo domingo!!

    ResponderExcluir
  3. Olá Toninho bom dia, que poema lindo, tão romântico e intenso! Muito bem construído! Adorei.
    Agradeço muito as suas palavras no meu sinais!
    E bem-haja pelo homenagem linda às mães de Portugal!
    (Se puder espreite as palavras que dediquei às mães no meu palavras;))!
    Beijinhos e um feliz domingo. Ailime

    ResponderExcluir
  4. Oi Toninho, bom dia!
    Meu amigo nada é eterno, parodiando Vinicius que seja eterno enquanto dure , mais pode existir uma grande amizade com carinho e respeito entre duas criaturas, isto sim acredito, talvez seja mais importante que o amor, que com o tempo se torna em amizade também, Um final de semana de muita paz . Celina,

    ResponderExcluir
  5. Muito obrigada amigo Toninho pela homenagem às Mães de Portugal.
    Um abraço e bom domingo

    ResponderExcluir
  6. Um amor eterno para durar o tempo necessário. Lindo poema, meu amigo. Grata pela sua visita. O infinito voltou a todo vapor... Abraços

    ResponderExcluir
  7. Que belo poema! Penso que todo ser humano sonha com um amor eterno! Que bela canção escolheu! bjs e boa semana,

    ResponderExcluir
  8. Oi Toninho!
    Muito belo seu poema. Quem nunca sonhou com um amor eterno... Mais acredito que tudo que é importante e verdadeiro dura eternamente.
    Uma beleza a construção desse poema. Parabéns !
    Hoje é dia Dia das mães em Portugal. Desejo todas elas um Feliz Dia das Mães. Aqui no Brasil é Domingo dia 11.

    Beijos e ótimo domingo, ótima semana!

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Tdo bem?
    Adoro essa música!!!
    E q. lindo poema!!!
    Ótima semana!
    Um super bjo!

    Alê- Bordados e Crochê
    Fã Page

    ResponderExcluir
  10. Ame eterno....que aperta o coração só o de uma mãe!
    Abraço Lisette.

    ResponderExcluir
  11. Amor eterno, parece um único meu querido amigo: o da nossa mãe. Dá, deu-se, dá-se até ao fim . E só? Claro que não! Mas hoje quero ler na sua belíssima poesia a música do amor materno.
    Muito obrigada pelo seu carinho, pela sua sensibilidade. A sua ternura lê-se nas suas lindas poesias!
    Beijinho

    ResponderExcluir
  12. Que belo poema, Toninho, pleno de amor, esse amor que está sempre a nos devorar a alma...
    Beijos, muita paz!

    ResponderExcluir
  13. Olá, amigo toninho
    Vc tem um ótimo sentimento: não causar dor no coração da outra parte... que maravilha! A dor é desesperadora quando há um não cumprimento do amor eterno... que é fácil de ser dito...
    Seja feliz e abençoado!!!
    Bjm fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
  14. Meu amigo, isto é lindo, cada um tem uma forma de demonstrar amor, mas aquele amor paixão ou se transforma em amor ou termina, pois a paixão não é amor, é fogo que queima e vai apagando aos poucos e nunca mais retorna, abraços Luconi

    ResponderExcluir
  15. Oi, Toninho!
    Ah, esse amor que queima como lá nos quinto dos infernos? Nunca senti! (rs*) Acredito que o amor é fogo brando que precisa de aparatos para o vento não apagar. Alguns cuidados, como deixar em lugar protegido.
    Os nossos hormônios bem podem nos confundir e pensarmos que coisa de pele é coisa de amor, mas podem as duas coisas existirem juntas ou uma delas ir embora e ficar apenas uma.
    Amor foi por muito tempo, peça de marketing, assim como agora está sendo a felicidade. Talvez porque muitos se sentiram enganados e duvidosos desse sentimento.
    Gostei do comentário da Diná, quando ela escreve: "eterno é apenas um desejo nosso".
    Boa semana!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  16. Bom dia, Toninho.
    Acho que existe esse amor sim, mas não é fácil de achar, como disse Paulinho da Viola... mas às vezes esse rio passa na vida da gente.
    Linda poesia!

    ResponderExcluir
  17. Olá amigo Toninho!
    Olha já senti um amor muito forte sim, é bom e é ruim...
    Ora traz riso, ora traz choro, ai vai depender...
    Mas é melhor sofrer por amar, do que nunca ter amado.
    Nisso tudo pode-se talvez achar um equilíbrio. Será que consigo? rs

    Gostei muito de ler- te amigo!

    Beijos no coração!

    ResponderExcluir
  18. Linda poesia romântica, Toninho. Parabéns! Abraços.

    ResponderExcluir
  19. Sentir amor/paixão e eternizar na alma e no corpo mesmo que não seja eterno no tempo é um alvo que não se pode menosprezar.
    Linda sua poesia, gosto muito desta melodia. Bjs

    ResponderExcluir
  20. Olá Toninho,

    Creio que é melhor não sentir esse amor que arde no 'quinto dos infernos'-rs. Achei a colocação divertida. Amor bom é o amor mais sereno, que pode até trazer alguns rompantes para temperá-lo. Esse, sim, traz o perfume da eternidade.
    Paixão, por si só, costuma levar a desequilíbrios. No final, qualquer amor vale a pena e será mesmo eterno no tempo de sua duração. E jurar amor eterno é ignorar a imprevisibilidade
    desse sentimento.

    Muito lindo. (Não consegui ouvir a música. Creio que é problema no meu som).

    Abraço.

    ResponderExcluir
  21. Meu amigo, creio que esse amor fogo é próprio da juventude, inexperiente e que tudo quer viver de uma vez só. As emoções são enormes, tanto na alegria quanto na dor. O amor pode ser imenso e até durar pouco, mas se queima em demasia acaba trazendo mágoas quando um se vai. Bjs.

    ResponderExcluir
  22. Querido Toninho
    Obrigada pelos votos que formula às mães.
    Gostei muito do seu poema e da canção.
    «É isso aí! » «Se não houver este tal amor...Pelo menos não cause a dor...».
    O amor,seja de que tipo for,tem sempre de ser eterno,ou então,...vai provocar imensa dor,sem dúvida nenhuma!.
    Uma excelente semana.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.