Páginas

terça-feira, 20 de maio de 2014

Olhar refletido


Quando me vejo num frio espelho,
faço uma bela viagem encantada,
nestes fios brancos do meu cabelo,
contam historias de uma jornada.

Em nenhum momento pensei pintar,
e apagar estas marcas de uma vida,
pois que minha fala vai me delatar,
todas as experiências adquiridas.

Que dizer da cor cinza deste olhar,
que se fez verde numa primavera?
diante um por de sol a me inspirar,
viu num espelho a vida de quimera.

Mas no fundo carrega uma saudade,
a infância bem vivida no interior,
daquele menino feliz na tenra idade,
a recriar sonhos na vida de sonhador.

lá pelos caminhos de pedra suportou,
com seus fardos pesados da vida dura,
nesta imagem espelhada que restou,
fundiu-se o menino numa armadura.

Toninho.
08/05/2014
**************************************************



28 comentários:

  1. Que lindo,Toninho!! Beleza de olhar refletido e ver os cabelos brancos, sinal de sabedoria,rs ...Nem pensar em pintar,senão ficas como o Silvio santos,rs...Já pensaste? Mas falando sério, lindo teu olhar, tuas saudades da infância e do menino que cresceu...

    abração,tuuuuuuuudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. É o reflexo da vida , de nossa história, nossa memória.Lindo texto. bjs poeta

    ResponderExcluir
  3. Isso que é bom, poder viajarmos em nos mesmos, no que fomos e no que nos tornamos... e termos orgulho do que somos...

    Beijos Toninho...

    ResponderExcluir
  4. É meu amigo! A idade chega, as cãs também!

    ResponderExcluir
  5. Belíssimo!!! Um dos mais belos...

    Poeta, carinhos.

    Beijos de paz e luz.
    Suelzy Quinta

    ResponderExcluir
  6. Oi Toninho tudo de bom para vc,muito bonito os teus versos ,fizesse uma analise,os cabelos brancos estão mais bonitos agora,estais um Richard Gere rsrsrs ,para quem teve uma vida de lutas estais bem conservado, ,não tens o que reclamar . não resta dúvidas que a poesia é linda para quem se vê assim, desculpa amigo não te vejo assim, um abraço grande. Celina

    ResponderExcluir
  7. Olá, Toninho.
    Um dia terei coragem de deixar meus cabelos brancos... será?...
    Mas é verdade, as pessoas (eu inclusive) tentam disfarçar algo que deveria ser encarado naturalmente.
    tenha um belo dia!

    ResponderExcluir
  8. Olá, Toninho.

    O ângulo do olhar, é o reflexo, de como observa-se a vida. Lindo o seu poema. Adorei.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Olá Toninho,

    Gostei dos efeitos desse olhar refletido no espelho, mas gostei também do olhar da imagem. Você está super em forma, hein? Cabelo branco, para homens, é charme. Já para a mulher... rsrsrs
    Falando sério agora: linda poesia. Nada como ter lembranças de uma infância feliz para coroar o outono da vida.

    Abração.

    ResponderExcluir
  10. Adoreiiii Toninho... ao rever a sua historia, o seu olhar pra si mesmo, revi a minha também, amigo... concordo com a Vera, acho lindo os cabelos brancos em um homem, parece que cai bem, mas não tenho o seu desprendimento e ainda cubro os fios brancos da minha cabeça, quem sabe um dia ... rsrsrsr beijos,
    Valéria

    ResponderExcluir
  11. Seguir como segue o rio . Respeitando a natureza das coisas, maturidade é tudo. Grande abraço

    ResponderExcluir
  12. Olá ToninhoBira! Blog bonito, infância bonita, versos bonitos e os nossos cabelos brancos bonitos ou não, são bonitos, não há como não sê-lo. Parabéns pelo Blog.

    ResponderExcluir
  13. Aqui neste lindo poema volto a encontrar o meu querido amigo, e as suas recordações.
    Pois é meu amigo recordar é viver e deixe que digam que recordar o nosso passado é viver de museu , que nos importa eu adoro mesmo tendo tido um passado menos bom... mesmo assim foi aí que eu conhecia o quanto era feliz e não sabia, adoro ler estes poemas que eu pelo menos entendo e aprecio, tenha uma linda semana que já vai chegar ao fim , beijinhos de luz e muita paz.

    ResponderExcluir
  14. Não é preciso pintar os cabelos, não é Toninho?! É como você mesmo disse:"minha fala vai me delatar,
    todas as experiências adquiridas".
    O bonito é essa experiência de vida que se adquire no decorrer dela e que podemos passá-la aos mais novos.
    Uma inspiração bela, num período belo de todos que têm o prazer de chegar até esse estágio de vida.
    Abração.

    ResponderExcluir
  15. Uma íntima viagem neste encontro do EU que se mira através do espelho.
    Os homens ficam charmosos com seus cabelos brancos. Pintar pra que?

    ResponderExcluir
  16. Toninho, que beleza, adorei!
    Uma poesia linda só no olhar para si próprio.
    E homens ficam muito bem de cabelos grisalhos, no entanto as mulheres, tem que ter muiiiiiito charme. rss
    abraço carioca

    ResponderExcluir
  17. Olá Toninho!
    Que bacana, selfie em modo texto! Legal, adorei!
    Bjs
    Marli
    Blog da Marli

    ResponderExcluir
  18. A vida ás vezes nos torna mais endurecidos,mas é como naquela frase: não podemos perder a ternura. Linda demais sua poesia e canção tem tudo a ver! bjs,

    ResponderExcluir
  19. Belíssimos versos, Toninho
    Agradeço a gentil visita e te desejo um abençoado final de semana
    Um forte abraço de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  20. Olá amigo, muito obrigada pela sua vista!
    O seu poema é lindo! A infância na verdade nos sustenta e marca para sempre! E que bom que é chegar a ter cabelos cinza! Sinal que se adquire conhecimento ao longo do trajecto! Um beijinho. Ailime

    ResponderExcluir
  21. De maneira poética, e acredito, baseada na vida, conta um pouco da sua trajetória. Parabéns poeta!.

    Obrigado por enriquecer meus textos com seus comentários sempre inteligente. Apareça sempre que possível.

    Abraço,

    ResponderExcluir
  22. A vida fica sempre espelhada no nosso rosto e quantas vezes não nos reconhecemos.
    Parabéns por ter sabido exprimir em poesia um percurso do qual decerto se deve orgulhar.

    beijinho

    ResponderExcluir
  23. Meu amigo, carregamos as marcas do viver. Até se pode mudar a aparência, mas as cicatrizes internas, a saudade de outros tempos, não se consegue apagar. Bjs.

    ResponderExcluir
  24. Oi, Toninho, você retratou bem nesses belos versos, o tempo que, ao passar, deixou em nós, bagagem plena de experiências adquiridas nessa jornada.
    Amigo, gostei! Beijo!

    ResponderExcluir
  25. Toninho
    Lindo domingo!
    Maravilhoso esse seu poema.
    Adoravel leitura para minha
    manhã de domingo.

    Bjins e meus sonhos e delírios
    CatiahoAlc./ReflexodAlma

    ResponderExcluir
  26. Hoje é um dia que.....

    Elogio de espaço tão bonito
    Parabenizo por todo post sensacional
    E agradeço mais uma vez sua amizade

    A verdadeira coragem é ir atrás de seus sonhos,
    mesmo quando todos dizem que ele é impossível!...

    __________ Cora Coralina

    Bjussss

    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  27. Antonio
    feliz fiquei com tua presença no meu blog!
    e aqui estou a admirar teus ricos versos
    Voltar a infância nos traz muitas lindas recordações e associadas as cores do verde da primavera e ao cinza atual, vemos que tudo muda aqui fora, mas não dentro de nós. Continuas um poeta.
    abraço Zizi

    ResponderExcluir
  28. Querido Toninho
    Que belo poema ,repleto de saudade!
    Com alguma idade, temos vontade de regressar em pensamento ao passado.
    Tenha a certeza de que,os fios brancos do seu cabelo são um charme!
    A couraça de que nos revestimos«Fundiu-se o menino numa armadura»,é a consequência dos «ferimentos » que a vida nos foi infligindo e serve -nos de protecção para próximos e possíveis desaires.
    Que forma tão poética de reviver o passado!
    Parabéns.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.