Páginas

sexta-feira, 6 de junho de 2014

As flores e dores


As dores que nunca passam,
que sempre vem nos incomodar,
criam umas confusas palavras soltas,
para esconder estas desilusões e paixões,
no centro das turbulências dos sentimentos.

Dores que transmutam ininterruptamente,
que no constante vai e vem sangram,
naquelas incertas noites de outono,
na iminência de severo inverno,
que vem gelar todo coração.

Vem pensamentos de primavera,
Colorindo os olhos de um jardineiro,
que arquiteta zelosamente os canteiros,
arte de cultivar flores para alegrias e dores,
como lenitivo para estas dores tão pungentes.

Sente dor nas mãos que levam as flores,
quando de dor as palavras engasgam,
diante a imagem sob um véu negro,
de quem partiu e deixou saudade,
são estas dores que machucam.

estranhas utilidades das flores,
que perfumam as mãos delicadas,
mas também murcham abandonadas,
sobre a lápide, fria onde jaz sua amada,
e nos olhos brotam duas lagrimas geladas.

Enquanto o coração suporta estas dores,
sua alma se refaz nestas tormentas,
pelas cicatrizes ainda abertas,
escorre para o botão a seiva.
Finda a dor, explode a flor.

Toninho.
16/05/2014
Da série apenas uma inspiração.
*************************************************
Um lindo fim de semana a todos.

24 comentários:

  1. UAU! Mais uma inspiração daquelas de tirar o chapéu! Estranho mesmo o papel da flor, enfeita a vida, a morte e nos acompanha pelos caminhos...

    abração,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Que linda poesia Toninho, mais uma para curtirmos numa sexta-feira à noite.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. Lindo e mágico texto. É mesmo superando as dores e refazendo-se o coração que a gente se abre para a vida, para o novo feito flor em botão. bjs Tenho um post especial no blog hoje passa lá depois para ler e se puder participe da campanha vestindo-se de amor, vestindo vermelho

    ResponderExcluir
  4. Um poema muito belo. Uma estranha ligação entre a flor e a dor.
    Gostei.
    Um abraço e bom domingo.

    ResponderExcluir
  5. Oi Toninho, poesia bonita falando das flores, as rosas do amor, elas representam o amor de diversas formas, todos que amam sonham sempre em receber nem que seja um botão de rosa. Não tem mulher que resista, nem que elas sejam do campo que também são lindas, sendo a rosa a rainha. Um abraço fraterno, Celina.

    ResponderExcluir
  6. Toninho meu amigo, estava com saudades, ainda estou ausente por mais alguns dias. Passei pra deixar um grande abraço e dizer que logo estarei mais presente.
    Um belo presente esse poema.Bem curiosa essa ligação que tem a flor e a dor. Flores significa vida...
    Deixo um um beijo e um sorriso!
    Uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  7. Achei tao belo o poema... mas tao triste...

    Que vc tenha uma semana abençoada e em paz Toninho...

    Beijos...

    ResponderExcluir
  8. São as dores que nos fazem crescer e amadurecer, queria não dizer isso, mas as dores são necessárias. Mas sempre depois delas vem a alegria, que brota como flor e como as flores ela vem pra nos trazer esperança e encher o nosso coração de fé. Beijos meu querido e tenha uma linda semana.

    ResponderExcluir
  9. Pois é assim, tudo na vida tem os dois lados e a flor nos encanta na vida e nos acompanha na dor da morte.
    bjs
    Linda e triste música.

    ResponderExcluir
  10. Como diria nossa amiga Silvia Regina, "poema dolorido..."

    Que o meu carinho consiga te abraçar, poeta!

    Beijos de paz e luz.

    Suelzy Quinta

    ResponderExcluir
  11. Esta é linda e calou fundo em minha alma, hoje é dia 09-06, faz dois anos, e eu ainda parece que foi um sonho, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  12. Toninho, volto pra agrade e todos os teus carinhos por lá! OBRIGADÃO!!! abração,chica e que teu dia seja lindo!

    ResponderExcluir
  13. Apenas uma inspiração maravilhosa, vc deveria colocar nos marcadores! Lindíssima poesia e a Nana encanta! bjs,

    ResponderExcluir
  14. As flores como a vida sempre abrem e fecham no momento certo..
    Abraço Lisette

    ResponderExcluir
  15. Olá Toninho,

    Lindo, embora remeta a uma imagem desoladora.
    É mesmo interessante a missão das flores. Tanto ornamentam e encantam quanto homenageiam os que partem para sua nova morada. São mesmo cultivadas para alegrias e lenitivo nas dores.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  16. Magnífica inspiração, Toninho.
    As flores nos encantam na alegria e nos confortam na dor.
    Gostaria de agradecer a sua presença e carinho lá no Blog.
    Seja muito bem vindo, sempre
    Um forte abraço de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  17. E que lindoooooooo
    Flores , dores e não é que ficou um
    luxo......Bela inspiração Sr Poeta

    Bom jogo
    Bom dia dos namorados
    Bjusss

    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  18. Boa noite Toninho, sempre um prazer ler os seus tão lindos poemas!
    Este na parte final fez-me lembrar um versículo da Bíblia que diz "se o grão de trigo não morrer na terra não produzirá fruto"!
    Inspiração divina, a sua!
    Beijinhos e muito obrigada pelos seus comentários nos meus cantinhos.
    Ailime

    ResponderExcluir
  19. Ouço a música e vejo teu poema ao mesmo tempo
    não achei triste não
    achei real
    as flores vão passando nas nossas vidas em diversos momentos
    até chegar a hora da despedida!
    Mineirinho, eu ja disse aos meus, não quero flores na despedida. Flores são para a vida!
    abraço
    Zizi

    ResponderExcluir
  20. Enquanto vivas, as flores nos trazem encantamento, da mesma forma que os sentimentos. Quando se vão, apenas os espinhos ficam em nossas mãos, provocando cicatrizes. Muito belo, mineirinho. Bjs.

    ResponderExcluir
  21. Nesta minha 1 ª visita, deixo-lhe um forte abraço!

    ResponderExcluir
  22. Minha 1ª visitinha e vou levando...Enquanto o coração suporta estas dores,
    sua alma se refaz nestas tormentas,
    pelas cicatrizes ainda abertas,
    escorre para o botão a seiva.
    Finda a dor, explode a flor.

    Parabéns!!!!

    Allê Monteiro

    ResponderExcluir
  23. Poetas são seres realmente iluminados. Que lindos versos, amigo!
    Amei o último verso: "Finda a dor, explode a flor." As flores conseguem embelezar e amenizar qualquer situação na vida.
    Beijocas!

    ResponderExcluir
  24. Querido Toninho
    Muito belo o seu poema sobre flores e dores! No fundo também associadas a amores! Têm várias funções.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.