Páginas

sexta-feira, 11 de julho de 2014

A arte pelos pés.

O futebol é esporte coletivo, que se tornou arte devido à habilidade individual de alguns futebolistas. Seu expoente máximo foi o jogador Pelé, coroado Rei do Futebol devido à facilidade e inteligência em fazer gols chegando aos 1000 gols na carreira. Cada jogador tem função definida neste conjunto. De quatro em quatro anos os países se reúnem para disputa da copa do mundo. Originário na Inglaterra, mas o Brasil se tornou a terra do futebol ao longo da historia, onde ele é praticado em qualquer espaço onde crianças e adultos se reúnem.

Quem organiza a Copa do Mundo é a FIFA (Federação Internacional de Futebol Associado) sediada em Zurique na Suíça. Este ano pela segunda vez os jogos serão realizados em estádios brasileiros, a primeira fora em 1950, sendo que a ultima foi em 2010 na África. A competição crê no congraçamento das nações pelo futebol e combate ao racismo. Para tal são selecionados países de todos os continentes num critérios de eliminação no próprio continente. 

Jogar bola tornou-se bom negocio financeiro, atraindo atenção dos mais pobres, para a ascensão rápida na vida. Muitos jogadores em destaque no futebol vieram das camadas inferiores da sociedade, principalmente no Brasil e África onde garotos deste cedo se lançam aos campos como única saída para resolver a vida difícil de suas famílias. Casos como do Ronaldo Nazário o “Ronaldo Fenômeno”, Diego Maradona argentino de comunidade pobre daquele país. Vários jogadores africanos encantam a Europa com os pés. Fato é que hoje muitos pais incentivam filhos ao futebol logo após os sete anos, provocando quase uma inversão de valores, que tem sido evitada pela exigência de vinculo escolar para qualquer garoto no exercício do futebol em formação.

Como em tudo na vida no futebol é preciso determinação, saber da importância de cada peça da equipe, saber posicionar no campo, contribuir com o coletivo e gerar resultados esperados. Para tal muitas vezes são acompanhados por profissionais especializados na área psicológica para incentivar, acordar em cada um a potencialidade, que explorada torna a equipe forte e respeitada e por consequência vencedora.

No futebol é fundamental a união entre jogadores e sintonia com os profissionais envolvidos. Para tal o técnico da equipe tem que ter controle e psicologia para gerenciar personalidades variadas, fazer a interação buscando o objetivo, sem que haja o estrelismo entre eles, prevalecer o coletivo e disciplina para a equipe jogar com arte objetiva, que requer o futebol vencedor. 

Para que o futebol se realize de maneira organizada, é preciso que haja um balizador, feito por regras, que limitam comportamentos e ações. O futebol é cheio de regras para o bom andamento das partidas. Assim existem os árbitros e dois auxiliares os bandeirinhas, que são treinados com os conhecimentos necessários para conter a violência e incentivar a cooperação entre os jogadores mesmo de equipes contrárias. 

A disciplina deve ser implantada ao longo da vida de um atleta, a começar na sua formação nas divisões de base das equipes, preparando o futuro jogador na sua carreira. No futebol usa-se muito o termo disciplina tática, que o jogador busca cumprir fielmente as orientações dadas pelo treinador, quanto mais disciplinado mais espirito coletivo este poderá exercer e assim se promover. 

Liderança é a capacidade que se adquire no tratamento com outras pessoas de diferentes personalidades, estimulando a exercer uma função e atingir os objetivos. Aqui é exercida pelo Capitão da equipe, escolhido pelo treinador, que dentro de campo, seja porta voz das orientações aos colegas e também de conversar e ou reclamar com os árbitros das partidas. É a principio a única pessoa em campo, que pode e deve se dirigir ao arbitro, bem como receber condecorações.

Na carreira futebolística os fracassos são constantes seja pela má fase de um jogador, ou por estar deslocado de uma posição, que melhor desempenha ou mesmo, por uma queda geral da equipe. Assim é fundamental, que este esteja preparado, para os reveses do futebol e assim permanecer com seu foco na recuperação da forma. Conhecemos casos de jogadores, que foram preteridos por algum clube e em outros se tornaram astros. Assim um jogador bem preparado sabe enfrentar este momento como aprendizado e aprende reverter a situação para alcançar o sucesso, fazendo uso de sua arte com os pés.

Toninho.
06/05/2014

Texto solicitado antes da Copa, por uma escola de Maceió para embasar uma palestra para os jovens alunos, que prazerosamente desenvolvi e compartilho agora com vocês aqui. 

Como a maioria também assustei com a derrota brasileira pela elasticidade, mas nenhuma surpresa da queda..

Um bom fim de semana a todos. 
Um nota triste foi a perda da mãe por nossas amigas Vera e Marilene e que Deus e o nosso carinho possa conforta-las.

16 comentários:

  1. Bom final de semana, meu amigo.

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Muito legal, uma verdadeira aula de futebol, do melhor modo de jogá=lo ,das carreiras., onde devem estar preparados para vitórias e derrotas. Belo teu trabalho... E ninguém imaginava que a derrota seria esse vexaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaame assim exuberância demais,rs


    Um abração pra ti, lindo fds e para Marilene e Vera, meu conforto e abraço apertado, enviando força! chica

    ResponderExcluir
  3. Ótimo texto sobre futebol para orientar os pequenos. E muito pertinente a este momento futebolístico que atravessamos. Também tenho escrito sobre o tema e ainda vou escrever. Abraços, Toninho.

    ResponderExcluir
  4. Olá Toninho, como apaixonada por futebol que sou achei o seu texto completíssimo, muito didático!
    Assim todos os intervenientes estivessem bem cientes de tudo o que tão maravilhosamente explicitou!
    Imagino o sucesso da sua Palestra!
    Para as amigas Vera e Marilene os meus sentidos pêsames!
    Beijinhos e bom fim de semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  5. Não me interesso por futebol, mas goste muito do texto, bem explicativo. Quanto a copa, também não fiquei surpresa, a não ser com o placar extenso. Bjus querido!

    ResponderExcluir
  6. Amigo querido,
    Li o seu excelente e esclarecedor texto. Uma verdadeira aula acerca do futebol. Parabéns!
    Grata pela homenagem, citando o falecimento de nossa mãe. Sim, o carinho de todos que deixam palavras em nossos blogs e no face têm nos confortado sobremaneira.
    Agradeço, de coração, o seu conforto e o seu carinho. Oportunamente, retornaremos às visitações e comentários.
    Grande e caloroso abraço.

    ResponderExcluir
  7. Para quem entende pouco de futebol foi uma aula prazerosa e elucidativa. Parabéns amigo Toninho pelo expressivo texto.
    Beijos e um ótimo final de semana

    ResponderExcluir
  8. Mineirinho, meu amigo, obrigada por suas palavras, que trazem conforto e demonstram carinho. Amigos são preciosos e lhe sou grata pela presença. Você passou por essa perda há pouco tempo e, certamente, tem o coração ferido. Li sua excelente aula sobre esse esporte que movimenta sempre o sentir dos brasileiros, ora para o riso, ora para a lágrima.
    Oportunamente, retornarei. Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Pois é Toninho, o futebol devia servir para unir os povos mas há sempre adeptos que extremam posições e denigrem este desporto. Estou a torcer por vocês (pelo menos o 3º lugar, né?)
    Abraço, um doce fim-de-semana
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
  10. Toninhos, querido amigo,
    mesmo no precebendo nada de futebol, vi-me envolvida na sua exposição tão didática nesta profissão tão desejada mas ao mesmo tempo muito exigente. A inteligência está no cérebro mas noutras partes do corpo. E aqui está ela dirigida para os pés. Um excelente tratado de pedagogia também para onde levou este saber ser e estar.
    Uma grande abraço com muita, muita saudade:

    Sentimentos á Vera e Marlene. Um abraço de solidariedade

    ResponderExcluir
  11. Olá Toninho,
    Gostei imensamente do seu texto.
    Espero que tenham aprendido com as tristes derrotas e se preparem melhor para 2018.

    Meus sentimentos para a Vera e Marilene
    Um grande abraço de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  12. Olá amigo!
    Devo dizer que não sou adepta de futebol e não entendo nada.Mas li o seu texto na integra. Acho que a sua palestra foi muito bem desenvolvida e esclarecedora. Um abraço e até à volta.
    Lamento a perda da mãe das nossas amigas e irei aos respectivos blogs antes de férias.

    ResponderExcluir
  13. Toninho:Foi triste ver nossa seleção desclassificada dentro
    do nosso Pais.
    Uma tristeza que não foi só minha , mais de milhões de brasileiros.
    Embora a gente sabia que nossa seleção não
    estava bem e nem poderia estar.
    E com a saída do Neiymar ai acabou infelizmente temos tudo do zero.
    Um abraço carinhoso uma semana abençoada.
    Beijos :Evanir.

    ResponderExcluir
  14. Uma perfeita aula de futebol Toninho, muito bom!
    Feliz e abençoada semana pra ti meu amigo, beijos

    ResponderExcluir
  15. Parabéns pela aula!
    Adorei o teu texto.
    A copa terminou como a maioria imaginava. Faltou preparo, dedicação, levar mais a sério e não ficarem "se achando" os vencedores antes do fim.
    Quem sabe na próxima, se aprenderem essa lição, amigo!
    Muitas beijocas!!!!!!

    ResponderExcluir
  16. Querido Toninho
    Embora com um certo atraso,envio os meus mais sentidos pêsames a Vera e Marilene.
    Muitos parabéns pela palestra que fez!Tenho a certeza de que foi um tremendo sucesso,quer entre os jovens,quer entre os adultos que a ela assistiram.
    O meu amigo sabe muito de futebol,pelo que só posso dizer que concordo inteiramente ,quando diz que é preciso determinação.Não vi isso na selecção portuguesa,fossem quais fossem os motivos...
    Algo me chocou e muito: a constante violência, no decorrer de alguns jogos.lamento muito! E algum tipo de violência com consequências muito graves!!!
    Felicito-o pelo seu texto.
    Beijos no seu coração
    Beatriz

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.