Páginas

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Tapetes em mutação.


 Tapete em mutação.



Em meus olhos todo encanto,
para estes jardins floridos,
estação das flores eu canto,
há ênfase nos meus sentidos.

Mas quando chega o verão,
todo o meu corpo se aquece,
na praia há palma em botão,
sob o Sol que já resplandece.

Há poesia em cada estação.
ouvi o som das folhas secas,
fez se o tapete da mutação,
De flores mortas nas cercas.

Então veio a estação do frio,
Já Floresce no campo o ipê,
Que finda este merencório,
pois já a Primavera antevê.

Toninho.
10/08/2014

Foto inspiradora daquilugarescoloridos.blogspot.com.br

 Obrigado Chica por ceder a foto

“Folhas caídas pelo chão...
Tapete lindo, que muda de cores com a estação!”  Chica 30/06/2014

21 comentários:

  1. Olá, Toninho poeta, amigo querido@
    Vim beber poesia para acabar minha noite e aqui sempre encontro algo delicioso para sorver.
    Cada estação oferece beleza e novidades, aqui no Rio, por incrível que pareça, o inverno é maravilhoso, tem dias azuis e noites enluaradas, amooooo!
    Apareça, amigão!
    um super abraço carioca


    ResponderExcluir
  2. Toninho, que linda poesia e esses tapetes mudam a cada estação.O cenário muda, a natureza nos presenteia com diferentes cores... E cabe a cada um de nós prestar atenção às mudanças, admirá-las. E como falaste, há poesia em cada uma delas! Adorei e agradeço ter minha foto por aqui! Obrigadão pelo carinho! abração, lindo dia! chica

    ResponderExcluir
  3. Olá...
    Muito bonito o "Tapete em Mutação"...
    Palavras tocantes, vindas do coração poético!...

    Um abraço

    ResponderExcluir
  4. A foto é um encanto, e suas palavras sempre cheias de beleza.
    Um abraço, Toninho.

    ResponderExcluir
  5. Oi Toninho, que linda poesia, do tapete em mutação, que é um verdadeiro presente para os nossos olhos!
    E que música linda!
    Abraços,
    Mariangela

    ResponderExcluir
  6. UNA POESÍA ESPLENDIDA!!!
    UN ABRAZO

    ResponderExcluir
  7. Bonita poesia, Toninho. Hoje já varri um monte de folhas no quintal e tem outro tanto para varrer. Mas que fazer? A primavera não tarda... Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Cada nova estação traz em si uma mudança e tem seus encantos! Maravilhosa sua poesia! bjs,

    ResponderExcluir
  9. Olá, amigo Toninho
    Hoje, quando caminhava, pela manhã, o vento foi batendo nas árvores do calçadão e formando um tapete amarelinho...
    Agora, na noitinha que se incia, lá vem o tapete de novo pela sus linda poesia...
    Acredito que em toda Estação tem poesia e nos deixa poéticos sim...
    Bjs fraternos de paz e bem

    ResponderExcluir
  10. Poesia adornada pelo belo tapete tido, traz nos versos em ramada o canto de caminhos floridos.
    Adorei a parceria, amigo Toninho.Meus aplausos!
    Abraço fraterno,
    Calu

    ResponderExcluir
  11. Ainda que tenha havido mudanças nas condições climáticas, as estações, continuam a existir com suas peculiaridades, encantos, charmes.
    Eu não tenho preferências, por esta ou aquela, e tão pouco sei quando é que começa uma e termina outra.

    ResponderExcluir
  12. Já antevejo a primavera com todas as suas cores e belezas, lindos versos meu amigo e toda essas estações viram poesias para encantar corações.
    Linda tarde, beijos

    ResponderExcluir
  13. Olá meu amigo passei só para deixar um beijinho, tenha um lindo feriado.

    ResponderExcluir
  14. Puxa...
    que belos versos!
    Eu vejo beleza e poesia
    em todas as
    estações.
    Toninho hoje me dei conta que
    voce gosta de minha poesia...
    disse ter um livro meu?
    Me diz la no email meu?

    ResponderExcluir
  15. Post divino
    Poesia linda
    Musica maravilhosa
    Combinação perfeita

    Bjuss de boa noite
    ✿ (¸.•`Rita ¤ (¸.•✿

    ResponderExcluir
  16. Tudo lindo por aqui, Toninho
    Música e versos perfeitos!
    Deixo para tí um grande abraço, Toninho
    Com carinho de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  17. Meu amigo, o vídeo tem lindas imagens e o cantor ainda está entre os meus favoritos (rss).
    Tenho observado as árvores da estação, as folhas secas atapetando as calçadas, tudo belo. Cada estação tem suas características especiais e a natureza não perde seu encanto em nenhuma delas. Seus versos são guiados por sua sensibilidade. Bjs.

    ResponderExcluir
  18. Que lindo e delicado poema tendo como fundo musical uma música que me toca. bjs pelo bom momento de visita a este seu espaço.

    ResponderExcluir
  19. Fica tão belo este tapete, e o belo poema nos mostra a beleza que há em tudo, amei, bjos Luconi

    ResponderExcluir
  20. Querido Toninho
    Que belo poema!
    Acaba por homenagear todas as estações! Só mesmo escroto por alguém com a sua sensibilidade!
    Gostei muito de ouvir Roberto Carlos.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.