Páginas

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Uma rosa uma dor.


Inebriou-se, o perfume é enlevação.
sentir a frieza num toque da face,
insana busca do derradeiro enlace,
mãos na mão tremulam de emoção.

Uma rosa secará numa lápide fria,
castigada sob um sol de Primavera,
um choro sobre a pétala que venera
desesperado diante estranha agonia.

Lamenta-se a pétala na emurchece,
naqueles olhos róseos de desolação,
apenas uma réstia de luz sem vida.

Ao longe um canto fere teu coração
a melancolia de Mãe da Lua ferida,
rasga-se no peito a dor que padece. 


Toninho.
02/11/2014

Confiram as belas imagens inspiradoras do blog da Lis.


Nota:

1- Mãe da Lua é o nome dado a uma ave rara de nome Urutau em alguns estados brasileiros. Com hábitos noturnos tem um canto melancólico, que as pessoas consideram agourento. É uma ave cercada de lendas no Peru e Bolívia. Alguns entendem seu canto como: “ai, ai, mama!”. Seria ela uma criança que virou ave após ser abandonada pela mãe.

2- Há uma crendice na Amazônia de que as penas da cauda do urutau protegeriam a castidade. Por isso, a mãe varre debaixo das redes das meninas com uma vassoura confeccionada com estas penas.

                        *******************************