Páginas

sábado, 10 de janeiro de 2015

Entardecer




Entardecer.

Gosto de pisar nesta areia fina da praia,
a sentir cada grão a massagear meus pés.
São miúdos, mas eficientes contra rotina,
linda inspiração, caminhar junto ao mar.

Busco ouvir sons que vêm das conchinhas,
como numa sonata o segundo movimento,
alivia meus sentidos em busca da poesia,
no alegro que embala meus pensamentos.

Ora reconstruo minhas remotas loucuras,
sob a brisa que vem arejar meus desejos,
que toca meu rosto e recria uma ternura,
como se fosse um toque suave de um beijo.

É o instante que o Sol brinca de esconder,
olhando para a Lua que vem silenciosa.
Faço minhas reverencias a mãe Janaina,
já longe ouço o som da suave Ave Maria.

O espetáculo sincretiza a alma do poeta,
diante toda a beleza que há no Sol poente,
no fundo seu coração é asa de borboleta,
o Faz subir numa emoção de tão contente.

Mas quando vejo os teus olhos cintilantes,
como estrelas cadentes em desorientação,
que deixam iluminada a nau dos amantes,
onde levo meus sonhos em aberto coração.

Toninho
07/01/2014
  *************************************************
Um bom fim de semana amigos.
visite também meu outro blog

24 comentários:

  1. Dia de luz, festa de sol
    Um barquinho a deslizar no macio azul do mar
    Tudo é verão, amor se faz
    Num barquinho pelo mar que desliza sem parar
    Sem intenção, nossa canção
    Vai saindo deste mar e o sol

    Seu post me fez lembrar dessa musica...

    Lindo poema...

    Beijos, Toninho...

    ResponderExcluir
  2. Amei seu poema!!!! Agora, vou te dizer!!! Ai, que saudade do mar... Dos pés na areia... De ouvir as conchinhas... Ah... Saudade...
    Uma linda noite de paz pra vc!

    ResponderExcluir
  3. Toninho,
    Agradeço os seus comentários deixados nos meus blogs! Bjs e um ótimo domingo!!!

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Seus poemas são maravilhosos adorei!
    Vou continuar acompanhando seu blog...!
    Um abraço Fraterno em Cristo!
    Tenha um feliz Domingo!!!

    ResponderExcluir
  5. Que beleza,Toninha e realmente é poético pisar na areia da praia, deixar as ondas tocarem nossos pés. è mágico um entardecer à beira mar! LINDÍSSIMA! abração praianos, tuudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  6. Toninho, que o seu domingo seja de muita paz , que bom ser poeta, ele diz aquilo que pensamos e não sabemos como dizer, parabéns poeta, achei linda a sua poesia, vc descreveu tudo que sentimos quando botamos os nossos pés na areia sentindo a maravilha de serem banhados pelas aguas do mar. Um abraço , amigo

    ResponderExcluir
  7. Tão bom, vir aqui e se deliciar com tão belo poema, visualizando e ouvindo maravilhas! Sou praieira, e mesmo me encantado com o sertão, a serra, o serrado, o pantanal, as cachoeiras...é vendo o mar que me espraio, por ser meu meu berço primeiro!

    Querido amigo Toninho, tenha um maravilhoso domingo, uma proveitosa semana. Meu abraço... com a mansidão da paz!

    ResponderExcluir
  8. Toninho, o mar é mesmo muito inspirador! Traz descanso, satisfações e belos versos...
    Bonito Entardecer!!
    Abraćos e boa semana...

    ResponderExcluir
  9. O mar sempre fonte de inspiração para artistas como você, caro amigo, uma belezura.
    Um abração!

    ResponderExcluir
  10. LAS IMÁGENES DE SU TEXTO SON MUY DELICADAS. EXCELENTE TU INSPIRACIÓN.
    UN ABRAZO

    ResponderExcluir
  11. Olá, amigo Toninho
    Morei no litoral sul do ES e tive a oportunidade de saborear o mar e os seus encantos diariamente, depois de aposentada... é mágico tudo que se vive n dia a dia 'pisoteando' conchinhas e descobrindo tantos cenários lindos...
    Bjm festivo de 2015

    ResponderExcluir
  12. Boa tarde, Toninho, amigo. Eu fiquei maravilhada ao ler a tua rica poesia!
    O entardecer é tão mágico, uma mescla de beleza com romantismo e uma certa delicadeza tão singular.
    Adoro esse esconderijo do Sol para trazer a essência da noite.
    Parabéns por cada verso tão bem construído.
    Tenha uma semana de paz e muitaaaaaaa paz!
    Beijos na alma!

    ResponderExcluir
  13. Oi Toninho,

    Muito poético, gostei imenso....

    Abçs

    ResponderExcluir
  14. Como é lindo, e que grande fonte de inspiração é o entardecer à beira mar. E quantas coisas ele nos presenteia!
    Lindíssima inspiração Toninho.
    Abraços e uma ótima semana!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  15. Querido amigo, como é bom estar em paz e andar na praia ao entardecer, dando asas à imaginação... Belo demais esse colóquio com a natureza.
    Toninho, um abraço de luz!

    ResponderExcluir
  16. Que lindo e poético este seu entardecer meu amigo, embalado por uma música tão bela também.
    Que saudades do verão, do mar, do calor e da areia sob os pés :)
    Fiquei com inveja :)

    beijinho e boa semana

    ResponderExcluir
  17. Ai era tudo o que eu queria, poder estar na praia agora, sentir a areia...ai que tudo.
    Muito lindo este poema!
    Abraços

    ResponderExcluir
  18. Toninho,

    Eu sou uma pessoa de hábitos muito simples, mas você acredita que não consigo ficar descalço? O único lugar que consigo, é na praia. Amo pisar na areia. Isso me relaxa e me acalma. Mas, aqui, a areia é fininha e limpa, porém, devido aos muitos vulcões, são pretas e quentes demais. Fui caminha na praia no final de semana, e só consegui ficar descalço, até onde as ondas chegavam, e de chinelos, eu sentia o calor da areia.
    Seu verso ficou lindo e vou lembrar dele, na próxima caminhada na areia.
    Abraços

    ResponderExcluir
  19. Bom dia Toninho!!!
    Tudo bem?
    Linda poesia...
    Nada melhor do caminhar na beira do mar...acredito que é algo tão maravilhoso q. conseguimos nos conhecer melhor, entrar em contato com Deus...
    Parabéns!!!
    Linda Quarta amigo!

    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Fã Page

    ResponderExcluir
  20. Que lindo!
    Fui lendo e me vendo pisando nas areias...
    Poeta mineirinho, uma ótima semana pra vc.
    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Oi Toninho, linda e sensível poesia...O entardecer pisando na areia do mar...Eu amo e constantemente faço isso, pois tenho o privilégio de morar aqui na Região dos Lagos e em meio as minhas caminhadas faço nas areias desse mar que amo de paixão...E para que e o mergulho continue entre peixinhos e conchinhas venho convida-lo a mergulhar no azul da Ilha da Lindalva onde ela esta dando uma festa, comemorando os 5 anos de renascimento da ilha e seus 16 anos de mergulho nesse mundo nauta.... que fica aqui nesse link:
    http://festa-na-ilha2.blogspot.com.br/. Posso contar com vc?
    Bjss e te espero lá ok?

    ResponderExcluir
  22. Olá, amigo Toninho!!!

    Que poesia sedutora!!!Uma alegria para a alma, na minha encontra eco, pois gosto imenso do mar, de sentir a areia nos pés...ah!Que maravilha!!!
    Muitas saudades tuas meu amigo!!!!
    Beijos e meu carinho!

    ResponderExcluir
  23. Boa tarde Toninho.
    Um poema lindo falando da maravilhosa sensação de andar na praia, sentir o toque suave da areia, sentir a água molhando os nossos pés, ouvir o som do mar, só de escrever me deu uma vontade de experimentar rsrs. Moro pertinho da praia, é o meu passeio predileto. Uma linda noite.
    Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  24. Quantas belezas inspiradoras; areias, águas e som do mar que pude nestes últimos dias vivenciar bem de perto com a alma do poeta.
    bjs

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.