Páginas

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Encontro marcado.



Minha participação na BC_ Botando a cabeça para funcionar Nº 25 que a Chica nos desafia com uma imagem para livre inspiração sempre nos dias 5, 15 e 25 de cada mês. Para ver outras inspirações visite aqui: chicabrincadepoesia. Agora a imagem do dia e minha leitura.


Aquilo já era um ritual de alguns anos na vida de Iracema, sentar-se numa cadeira trançada e ficar a olhar o jardim. Ali lhe era servido o chá. Permanecia absorta em pensamentos ao som de canto de pássaros no cair da tarde. Somente se retirava próximo à hora da Ave Maria para junto de um pequeno altar, onde fazia suas orações. Desde que Artur seu companheiro havia partido deste mundo. Desde então perdera seu entusiasmo e brilho. Mas estar no jardim, lhe devolvia um ar sereno, às vezes brotava um leve sorriso no canto da boca, sempre quando carinhosamente acariciava as flores do jarro posto sobre a mesa. Parecia que em transe acariciava a cabeleira branca do Artur.

Numa manhã de Setembro estava na janela do quarto, como sempre fazia ao acordar, olhar o jardim. Pela janela entrava a brisa fresca, vinda do rio que descia solto, bem como amava ouvir a sinfonia da passarada na laranjeira. Sua empregada de longos anos colhia hortaliças para o almoço. Ela percebeu que Iracema, acenava as mãos na direção do pomar. Não viu ninguém na direção. Curiosa ficou a observa-la, que após um aceno recuou da janela. Aproximou-se da janela e a chamou, para saber se ela estava bem. Iracema veio à janela com um sorriso e disse que Artur a estava esperando para passear. Então se deslizou sobre a cama e recostou-se com um olhar perdido até se fechar para sempre na imagem de Artur.

Agora todas as tardes durante a Primavera, a empregada com consentimento das duas filhas coloca a cadeira no jardim junto da mesinha de Chá e sobre esta o mesmo jarro com as flores que ela mais gostava, permanece ali silenciosamente em oração. É sua foram de manter vivas as lembranças de sua amiga. Assim elas têm um encontro marcado todos os fins de tarde, antes que ao longe o sino da capelinha anuncie a hora da Ave Maria.


Toninho
Novembro/2015

*****************************************************************************
Numa semana curta desejo a vocês eu bom fim de semana com paz e alegria.