Páginas

sábado, 1 de outubro de 2016

Emudecido pelos desejos.



É tão grande o vazio nesta noite,
que meu corpo em brasa dilacera.
Meus desejos galopam em açoite,
na angustiante solidão da espera.

Lá fora a lua cheia que encanta,
vejo na fresta da janela a sua luz.
la longe ouço uma voz que canta,
naquela seresta que não me seduz.

No relógio tique-taque aterrador,
Faz emudecer todos meus desejos,
que na madrugada define o amor,
eternizado prazer em teus beijos.

Enquanto a Lua conclui seu turno,
seguirei pelos caminhos, solitário,
há desencanto deste ser taciturno,
como o fiel para o confessionário.

Toninho

19/09/2016

*****************************
Um feliz Outubro
para você.

42 comentários:

  1. Que a poesia nos leve e nos eleve!
    UM feliz outubro para você também!

    Abraços

    Leila Rodrigues

    ResponderExcluir
  2. Boa noite, amigo Toninho!
    À angustiante espera... prefiro denominar de: doce espera...
    Versos tecidos na dor da alma...
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A música é belíssima, troquei a que estava ouvindo... Obrigada pela doce partilha...

      Excluir
  3. Que linda tua poesia, vinda do fundo do coração! Música também linda e romântica! abração, lindo domingo e boa eleição hoje!! chica

    ResponderExcluir
  4. Maravilhoso caro amigo Toninho ,palavras vivas que brotam toda a delicadeza de um grande ser ,desejo-lhe um domingo cheio de felicidade ,um grande abraço.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia, Toninho!
    Sensível e linda poesia!
    Acho que um dos piores sentimentos, é o vazio. A festa do lado de fora, e a gente sem querer tomar parte nela.
    Bom domingo!

    ResponderExcluir
  6. Uma bela poesia que só vc
    sabe como escrever, e que a luz
    continue a concluir o turno maravilhoso

    Uma paisagem encantadora
    parece sonho ver tudo assim tão lindo
    Elogios pelo belo post

    Abraços com meu carinho
    Rita
    Bom domingo!

    ResponderExcluir
  7. Nossa! Que maravilhoso poema, Toninho...quanta sensibilidade.
    Voltarei mais vezes.
    Abraços, amigo!

    ResponderExcluir
  8. Solidao, vazio... poema triste... e ao mesmo tempo belo...

    Que sua semana seja e luz e paz...

    Beijos, Toninho...

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde Toninho.
    Um belo poema, me sinto exatamente como o seu poema, vazia, na espera angustiante só que não de um amor, mas na decisão de Deus sobre uma vida de um anjo que é a minha vida, e a espera é algo marcante e muito triste. Enfim meu amigo ontem busquei na natureza o animo e coragem para seguir adiante com renovadas esperanças. Um lindo outubro. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  10. Bonito e triste poema que expressa aqui o desejo do amor que deixa uma grande vazio pela sua ausência.
    Angústia da espera. Bjs.

    ResponderExcluir
  11. Mais um poema romântico, em que o desejo está rente à mágoa da ausência...
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Amigo Toninho.

    Um poema tão belo mas triste pela ausência dos ser amado.
    A romântica voz de MIREILLE MATHIEU a completar com perfeição este seu post.

    Um beijinho e boa semana

    ResponderExcluir
  13. Toninho...conheço a sensação do poeta!
    Belo seu poema...bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://mgpl1957.blogspot.pt/2016/10/o-amor-nos-tempos-de-colera.html

      Excluir
  14. A solidão cantada em versos tocantes e cheios de sentimentos. E tendo a lua como testemunha.
    Ah, como deve ser triste se sentir assim!

    um abraço*boa semana*

    ResponderExcluir
  15. Um poema sensual, amoroso e lindo, meu amigo.
    Há um desalento tão intenso num encontro que
    não se concretizou...
    Um belo e sentido canto à paixão, à desilusão e
    à tristeza; muito bem ilustrado e acompanhado
    musicalmente.
    Uma ótima semana e um Outubro assaz feliz.
    Grande abraço de paz, com sincera amizade.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderExcluir
  16. Música belíssima, assim como a sua poesia, meu caro Toninho.
    Desejo a você um outubro muito abençoado.
    Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  17. Uma linda escolha musical... e um poema de leitura apaixonante e imparável!...
    Uma romântica e inspirada postagem, Toninho!
    Um grande abraço! Bom mês de Outubro!
    Feliz semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  18. Sentir-se só, solidão... sentir a indiferença é triste, sentir a falta de um mundo querido amigo, mata aos poucos. Há um tempinho que não escutava Mireile Mathieu. Belíssimo poema, mas tão triste... O poeta tem a capacidade de nos colocar em seus versos.
    Beijo, amigo.

    ResponderExcluir
  19. Belíssimo poema embalado por linda música.
    Gosto muito de Mireille Mathieu.

    Obrigada por participar com tão doce frase por lá.
    Tenha uma boa noite e bom descanso.
    Um abraço amigo de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  20. Que lindo,querido amigo Toninho!

    É um dos melhores poetas que já li em blogs! Parabéns! Poetando com sensualidade e doçura ao mesmo tempo!

    Seu blog está na lista de Meus Blogs favoritos à direita do meu.

    Estou somente com celular,sem computador,e é difícil ler o conteúdo dos blogs.Mas vou retribuindo as visitas aos poucos.
    Obrigada por sempre me visitar e deixar seus carinhosos comentários.

    Feliz e abençoada semana!

    Beijos sabor carinho

    Donetzka

    ResponderExcluir
  21. Que lindo,querido amigo Toninho!

    É um dos melhores poetas que já li em blogs! Parabéns! Poetando com sensualidade e doçura ao mesmo tempo!

    Seu blog está na lista de Meus Blogs favoritos à direita do meu.

    Estou somente com celular,sem computador,e é difícil ler o conteúdo dos blogs.Mas vou retribuindo as visitas aos poucos.
    Obrigada por sempre me visitar e deixar seus carinhosos comentários.

    Feliz e abençoada semana!

    Beijos sabor carinho

    Donetzka

    ResponderExcluir
  22. Toninho meu amigo, que poema de tirar o fôlego, simplesmente adorei.
    Deixo meu bjuivo no seu coração.
    Agradeço as palavras lindas no Uivo e que tudo se converta em bençãos para vc. Obrigada pelo carinho.

    Loba.

    ResponderExcluir
  23. Toninho, amigo poeta, eu sei dessa solidão, mas do jeito que veio foi... rsrsrs
    Boa semana abençoada! Beijo

    ResponderExcluir
  24. Olá!!! Estou de volta ao meu cantinho.Aos poucos vou tentando reaver meus amigos seguidores, fazendo visita aqui, alí e acolá.

    Linda música. Acho que a versão francesa a deixou mais emocionante.Abçs.

    ResponderExcluir
  25. Belas poesias sempre por aqui.Obrigada pelas visitas Toninho e por fazer e gostar das receitas.
    Boa tarde

    ResponderExcluir
  26. Amigo Toninho, esses sentimentos de vazio, de solidão, e também
    os sentimentos de perda de amores, são os fios de lã com os quais
    o poeta criará os seus tapetes de poemas.
    Grande abraço.
    Pedro.

    ResponderExcluir
  27. Oi Toninho,
    Adoro o seu jeito lindo e sensual de escrever. Já está prontinho para um livro. Aqui em casa tenho uma coleção se livros dos blogueiros.
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  28. Se todos os homens tivessem uma mulher assim, não haveria traição.
    Amanhã venho fazer o outro comentario e ouvir os vídeos. Eu operei o pé, e aqui está frio e está doendo
    Beijos
    Lua Singular








    ResponderExcluir
  29. Perfeito! Grande poema
    Que toca a alma e a mente
    Visto que o coração sente
    Sua presença no tema.

    Para o amor o dilema
    É a insegurança do crente
    Não crer se crê ou se mente
    E crer e não crer é o lema.

    Mas o verdadeiro amor
    Crê sem algum temor
    De entregar-se ao parceiro.

    Arrisca ser o que for
    E sem razão ou pudor
    Dá-se de si por inteiro.

    Grande abraço, Toninho. Laerte(Silo).

    ResponderExcluir
  30. A noite trás uma imensidão de sentimentos.
    Belíssimo poema
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  31. Aos amigos queridos: deixei um pequeno mimo no meu blog como agradecimento por toda a solidariedade que recebi nestes tempos tão difíceis.
    Quando puderem, por favor, passem por lá!
    Meu carinho a todos!
    Helena

    ResponderExcluir
  32. Toninho, bom dia.
    É sempre bom quando posso
    ler sua poesia aos domingos.
    Linda como sempre.
    Feliz dia.
    Bjins
    Catiaho Alc.

    ResponderExcluir
  33. Boa tarde, Toninho.
    A solidão, o vazio que preenche o coração,a alma por inteiro, dói.
    Mesmo vendo a luz da luz pela fresta da janela, como diz no seu poema, não adianta, nada muda, o estado de espírito continuará o mesmo até quando tiver de ser.
    Muito bonita sua inspiração.
    Bela semana de paz.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  34. um poema melancólico, algo sensual, melodioso e muito bem rimado.
    obrigada
    beijinho
    :)

    ResponderExcluir
  35. Linhas perfeitas, carregadas de sensibilidade, um passeio pela sensualidade sem cair no exagero, perfeito

    Abrçs
    Rafael

    ResponderExcluir
  36. Linhas perfeitas, carregadas de sensibilidade, um passeio pela sensualidade sem cair no exagero, perfeito

    Abrçs
    Rafael

    ResponderExcluir
  37. Oi, Toninho, se puderes entrar em contato conosco, queremos saber do caso blogger sobre seguidores. Vimos que você está conseguindo seguir os blogs...Nossos e-mails estão na guia superior.
    bjs (não precisa postar isso). Não achamos teu e-mail.

    ResponderExcluir
  38. Oi Toninho,
    Morei 2 anos na França, à serviço para qualificar a língua francesa. Era casada havia dois anos, quase morri de saudades.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.