Páginas

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Ao desejo de amar.










Como dente-de-leão ao vento,
em cada rajada se esvaindo.
Já vejo encurvado o sustento,
por este vento em desavindo.

Nada mais restou do carinho.
Nem mesmo as palavras tuas
que se perderam no caminho,
enquanto eu namorava a lua.

Convivo desarmonioso a falta,
no meu silencio que ora grita,
sem retorno punge, maltrata,
como a censura fere a escrita.

Se ainda assim busco tua voz,
como o lenitivo a me aliviar,
da ação desta saudade atroz,
que esmaga o desejo de amar.

Toninho
26/01/2016


Apenas uma inspiração e analogia com uma indefesa flor.
Estou lá também confira: toninhobira.blog
*********************************
Eu desejo a voce bons ventos e toda sorte.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Reflexo dos teus olhos.















Pela luz dos teus olhos uma lua
tão cheia de beleza e encantos.
Divina a transmissão do olhar,
que beijo teus olhos sacrossantos.

Posso vê-los a contemplar a lua,
no reflexo que alcança as mãos,
alumbramento da luz que seduz
que inunda a noite num clarão.

Assim visualizo estrela solitária,
testemunha guia na noite estelar.
Seu deslizar lento toda elegância
neste alumiar que faz apaixonar.

Embarco na nau do pensamento,
nesta noite linda azul estrelada,
faço a viagem, seguindo o rastro.
Feliz transmuto minha saudade.

 Toninho
Outro espaço: toninhobira.blogspot

******************************************************************
Uma linda semana para você.