Páginas

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Sob a luz da fé o cristão.


Homenagem III ao blog idade-espiritual da Rosélia em seu sétimo aniversário, 


Desde criança aprendi que impossível é o outro nome de Deus. Ele sempre podia realizar os impossíveis, que nós dizíamos nas rodas de amigos. Há quem dizia que impossível era o capeta rezar ou Deus pecar. Outros ainda mais irônicos diziam que impossível seria uma vaca voar ou olho vazado enxergar.

Sempre que me deparo com algo muito difícil, com os quais julgo uma enorme e difícil solução, sou levado a conceber o significado de impossível. Ah, isto é impossível. Mas logo desperta em mim o cristão primário de ensinamentos, este vem alertar, para buscar uma luz em Deus e sempre esta luz brilha forte e soluções se multiplicam.

À luz da fé católica nos fazemos em cristãos deste Deus do impossível, que repagina nossas vidas e nos capacita a enfrentar as coisas ditas impossíveis. Somos lembrados do cego que enxergou, do aleijado que voltou a andar. Nesta reflexão creditamos poderes especiais ao nosso Deus, que alivia as angustias nossos problemas que fogem do controle.  Acalma nossa mente e nos deixa com soluções para nossos males. Ao que chamo de conforto da alma.

Há tranquilidade em seguir nesta vida quando cremos que há este Deus poderoso a nos auxiliar, quando o mundo parece ruir ou quando as coisas se apresentam com grau alto de dificuldade. Pode se crer, que há certo comodismo nesta crença, que ao menor sinal de perigo, basta gritar pelo Deus como um super-herói. Lembre-se que deve fazer sua parte. E que sua fé nunca seja abalada, quando julgar que seu grito não fora ouvido, pois tudo vem na hora certa ainda que possa pensar que está demorando muito.

Neste conforto da fé sigo minha vida a pedir ao Senhor dos impossíveis mais paz, tolerância e amor entre os povos de todo o mundo. Que os mais abastados voltem seus olhos para miséria, para a fome. E assim levo minha vida na humildade, simplicidade e preservo meu Deus de pedidos imediatos e oportunistas. Ele não falha e coopera no meu cumprimento de propósitos nesta longa árdua jornada na busca da felicidade, mas na felicidade plural, que se alastra e contagia tantos quantos se acercarem de mim, fazendo dos meus dias e vida uma profissão de fé, assim meu Deus nunca pode falhar e eu fico assim confortável. 
Então está tudo azul sim.

Toninho.
Inspirado num texto recebido na porta de um Supermercado.
Tem coisa nova lá confira: toninhobira.blogspot


Em tempo Deus espalha bençãos sobre
todos os meus amigos.
Feliz dia do Amigo todo dia.

***********************************
Se as pessoas que dizem: "impossível", governassem, o mundo seria um lugar bem sem graça.(desconheço o autor)


"A mente que se abre a uma nova ideia, jamais volta ao seu tamanho original” (Albert Einstein).

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Nada reclamo.



Há quem reclama e tanto mal diz,
contra este sol que arde e queima.
Os olhos que anseiam uma sombra
é a teima das arvores imaginarias.

Se uma nuvem escura vem encobrir,
iludo-me n0 frescor, é boa sensação.
Mas me adverte um raio tão fugaz,
que de estação nada entende o Sol. 

Quando já é tarde, que o Sol se põe,
naquelas infinitas fusões multicores,
sinto que há um Deus dentro do sol,
faz a minha tarde bem mais bonita.

A chuva e o Sol são livres no tempo,
e nós somos apenas os espectadores,
angustiados pelo não entendimento,
destes fenômenos da mãe natureza.

Mas se a chuva cai nada reclamarei,
a inundação das ruas, becos e porões.
Jogo minhas saudades no barquinho,
posto nas enxurradas lá na infância.


Toninho
Julho/2016
***********************
Uma boa semana 
para todos.