Páginas

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Um Olhar na tarde.













A vida já passa lentamente,
deixa no peito uma saudade,
como um canto da felicidade.
invade a alma insolitamente.

Acelerado pulsa um coração,
que exorta a paz belamente,
edificada sob a luz da mente,
iluminada pela luz da razão.

Caminho com a fé de menino,
sonho com a fonte cristalina,
como num deserto o beduíno.

Silêncio domina o fim do dia,
vejo um Sol se por na colina
emudeço.A noite se principia.


Toninho

28/07/2016

*******************
Uma boa semana
a todos.