Páginas

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Aqui de onde o olho mira



Daqui onde o meu olho mira,
aplaudo um lindo por do Sol.
bela tarde na minha Itabira
vejo com encanto um arrebol.

Os meus olhos não se cansam,
vêm sonhos aflitos e infinitos,
que aqui tanto me inspiram,
neste contemplar como rito.

Daqui sigo uma linda trilha,
como o belo arco- íris no céu
após a chuva é a maravilha,
aos olhos antes do negro véu.

Levo as sete cores num tonel,
que pintarei o meu caminho,
no galope no dorso do corcel.
É magico este meu cantinho.

Toninho
20/12/2017

Outro blog:toninhobira.blog

****************
Ao meu amigo e vizinho da fotografia Moisés Damião Souza (Dedi)
Na rua onde nasci. Moisés é portador da distrofia muscular. Quem me enviou a foto com a frase titulo.

25 comentários:

  1. Nesse seu poema meu amigo,
    vejo a cor do amor,
    de poesia,
    de carinho
    sentimento nobre.
    Que bela escrita.

    Beijinho e boa semana Toninho querido✿

    ResponderExcluir
  2. Que beleza de homenagem amigo. Uma poesia e foto linda e as cores mágicas encantam a todos e sempre que podemos as temos que perceber! Muito legal! abração,ótima semana! chica

    ResponderExcluir
  3. Bom dia caro amigo Toninho, um doce e terno momento ,poder captar a simplicidade da vida através de um olhar profundo que nos faz agradecer tão belos sentires que a vida nos concede, desejo-lhe uma semana muito feliz, um abraço muitas felicidades

    ResponderExcluir
  4. Belíssimo poema homenagem e sutil saudade da querida Itabira, sua terra natal, tão linda e tão amada
    Uma semana de paz e bênçãos
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Momentos de apreciar o pôr do sol e colher a magia das recordações.
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Levando sempre no olhar a poesia. Boa inspiração

    ResponderExcluir
  7. No conozco esa tierra, pero pasaba por aquí y no he podido remediar la tentación de pararme a mirar esas bellísimas puestas de sol.
    Lo cierto es que invitan a soñar aún con los ojos abiertos en inspiran bellos poemas como el que acabo de leer.
    Te dejo mis felicitaciones por tu sensibilidad y por saber captar esas maravillas que nos ofrece la Naturaleza.
    Saludos y buen comienzo de semana.
    kasioles

    ResponderExcluir
  8. Oi Toninho
    Por sugestão do seu amigo e conterrâneo, você criou um belo poema que deve tê-lo deixado muito feliz.
    Parabéns, poeta.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  9. Bom dia Toninho.
    Que poema lindo. Um belo carinho ao seu amigo. Um profundo olhar diz tantas coisas. Cheguei a sentir a sua imensa saudade da sua terra. Uma feliz semana para você, seu amigo e toda familia. Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Um belíssimo trabalho, em tom de celebração da amizade que os liga... bem como da ligação à sua terra natal...
    E o vídeo, igualmente maravilhoso!
    Um magnifico post, Toninho! Parabéns!
    Um grande abraço! Boa semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  11. UN TEMA DE MUCHA INSPIRACIÓN.
    ABRAZOS

    ResponderExcluir
  12. Boa noite, amigo Toninho!
    Cheguei atrasada pois estou no ES e fiquei prisioneira da greve como todo povo daqui...
    um lindo gesto de fraternidade do seu amigo ao enviar-lhe o belo poema e o seu em publicá-lo!
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Roselia, o poema é do Toninho, só enviei a foto. Realmente as palavras do Toninho conseguiram expressar bem fielmente o sentimento que aquele momento me propiciava.
      Um abraço,
      Moisés!

      Excluir
  13. Fiquei com os olhos marejados, querido Amigo.
    É tão emocionante o seu profundo amor e carinho pelo seu lindo cantinho natal, a sua infinita saudade das verdejantes montanhas, mineiras, que me deixa comovida...
    Este poema é lindíssimo e deveras sentido...
    Está para breve a visita a Itabira?
    Gostava sobremaneira de o acompanhar...
    Bahia dá os últimos preparativos para o Carnaval. Aprecia estes festejoa?
    O vídeo é muito belo.
    Um grande abraço, Toninho.
    Beijos de Paz.
    ~~~~~~~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não reparei na nota onde consta o autor do título, o que torna o poema ainda mais comovente...
      Abraço.

      Excluir
  14. Gracias por tu comentario.
    Me ha gustado mucho cuando dices: tener recuerdos, es señal de haberlos vivido.
    Y yo añado: ¿Sería más feliz sin haberlos tenido?
    Pienso que, lo que nunca llegamos a conocer, no hiere el corazón cuando lo pierdes.
    Cariños.
    kasioles

    ResponderExcluir
  15. Olá Toninho, boa tarde! Cheguei até aqui pelo blog da Kasioles.
    Um vídeo belo, imagens e música, gostei muito de ouvir. E, também de sentir os versos amplos de amor e ternura. E uma carinhosa homenagem ao seu amigo.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  16. Gostaria de partilhar contigo a postagem que publiquei ontem, dia 14/02/17, DIA DE ANIVERSÁRIO do meu blog A CASA DA MARIQUINHAS/
    Desde já o meu “Bem hajas!”
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    PS – Desculpa o “copy & paste”.
    Voltarei para ler e comentar.

    ResponderExcluir
  17. Uma homenagem maravilhosa e sentida ao seu amigo Moisés.
    Um grande abraço
    Maria

    ResponderExcluir
  18. Com certeza o amigo e vizinho sentiu no coração cada palavra belamente tecida em sua homenagem. Que todos saibamos apreciar estes pequenos momentos e que nos tragam felicidade.
    Abraço
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
  19. Bonito poema e lendo os comentários entendi melhor a homenagem tão terna!
    Um grande abraço...

    ResponderExcluir
  20. Existem ruas que mesmo em fotografias nos mostram aspectos nostálgicos que nos fazem lembrar de outras ruas, outras cidades, outros momentos que gravaram na memória uma lembrança que nunca se apagará. E ao nos deparar com algo assim, chega-nos aquela paz que somente encontramos quando nosso olhar vai buscar lá no passado aquilo que também um dia foi vivido, foi sentido, e que ficou guardado não apenas na mente, mas também no coração.
    Uma fotografia belíssima onde o teu amigo, mesmo estando de costas, nos parece embevecido, inteiramente voltado para a contemplação de um belo pôr-do-sol. Sente-se a paz que o rodeia, a beleza que transcende um papel fotográfico.
    E tudo se completa quando nossa alma se prende na doçura e encanto da tua poesia, versos que lemos ao som de um piano que suavemente nos leva por mágicos lugares e nos faz, mesmo que por momentos, pensar que a beleza de uma tarde que se expande na doçura da música, na nostalgia dos versos, marca em nosso coração o momento mágico em que o fotógrafo captou a essência da tranquila rua e onde o poeta eternizou o seu amor pela cidade natal.
    Toninho, meu querido, de parabéns estão os dois amigos que nos trouxeram um momento tão especial.
    Estou voltando, meu amigo, a este convívio tão prazeroso que a blogosfera proporciona quando a intenção é a de estreitar laços, que mesmo sendo virtuais tornam a amizade um sentimento bonito de se viver.
    Que as horas te cheguem no encanto dos sorrisos e das estrelas que aqui estou deixando, num simples gesto de te agradecer por esta tua amizade que me é tão preciosa.
    Leninha

    ResponderExcluir
  21. Que bonitos: Poema e imagem, e a gostosa saudade do seu lugar, um por-do-sol encantador e o poeta sobejando inspiração. Parabéns Toninho!
    Bjs no coração@!

    ResponderExcluir
  22. Toninho ... uma homenagem linda ao belo entardecer!
    Bj e apareça nos "pensamentos da gracinha"!!!

    ResponderExcluir
  23. Boa noite Toninho,
    Um poema magnífico em homenagem ao seu amigo onde está bem vincada a mútua admiração.
    Beijinhos e bom fim de semana.
    Ailime

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.