Páginas

terça-feira, 14 de março de 2017

O último trem.




Ouviu-se um apito, tremeu-se o chão.
lá vem o trem sobre linhas paralelas,
na plataforma exala-se pura emoção.
A incerteza da volta de toda partida.

Há um rio de lágrimas vãs esperanças,
vem a saudade oxidada pelas lagrimas,
que brotam nos olhares com descrença,
de ver o trem desaparecer entre serras.

O ultimo trem apitou na ultima curva,
deixou pelo ar uma frase com fumaça,
que hoje vejo mesmo com a vista turva,
o que cantava o cego profeta da praça.

Agora os trilhos adormecidos ao relento,
onde equilibravam outrora os meus pés,
de braços abertos liberdade sobre o aço,
na mente o menino feliz vem recordar.

Por instante ouve o apito na distancia,
busca algum rastro de fumaça pelo céu,
corre pelos trilhos emoção da instancia.
acorda o menino no meio de um cordel.

Toninho
14/03/2017,
Veja o que temos o outro blog: toninhobira.blogspot


23 comentários:

  1. Uma inspiração lindíssima, Toninho... que me remeteu para a época dos trens, por cá comboios, mais antigos... no tempo em que deixavam um rasto de fumo, por onde passavam... tal como os vemos em filmes ou novelas de época...
    Um grande abraço! Feliz semana
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana, quando criança minha vida foi envolvida pelo som dos trens(Itabira-Minas Gerais). Eles levavam o minério de ferro de minha cidade, todos os dias em direção ao mar, eu menino assistia tudo lá do alto da serra que morava e achava lindo ver a composição enorme deslizar e com sua buzina estridente.Eu tenho trem em meu peito,nos olhos e no coração, como se diz por aqui.Grato

      Excluir
  2. Assim que aqui cheguei, já "liguei" tua música e ler teu poema ao som dela é simplesmente divino! Beleza,Toninho!Parabéns,mais uma vez! abração, lindo dia! chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Chica eu e meus trens da memória,rsrs.
      Trenzinho caipira é uma viagem mesmo.
      Grato sempre Chica.

      Excluir
  3. Bom dia caro amigo Toninho, é maravilhoso sentir toda a nostalgia envolvente em cada palavra que nos fazem sentir a delicadeza de um tempo que já não volta mais ,fica a eterna saudade que nos faz reviver tão belos momentos aqui vivos neste lindo poema,um grande abraço muitas felicidades

    ResponderExcluir
  4. Parabéns Toninho, postagens de trens sempre me emocionam, ficou lá atrás o apito que eu amava, lembranças doces , sim doces pai mãe e avós, todos no embalo do trem, era tão bom, a estação de Capivari era em frente a casa de minhas nonas.
    Aqui o passeio de trem é legal, mas nem de perto sinto mais a emoção do passado!

    Falando em trem , nossos governantes se não fossem tão gananciosos poderiam desafogar as estradas com a volta do trem de carga, rápido, sem acidentes e sem atravancar rodovias!

    Um abraço belo dia!

    ResponderExcluir
  5. Heitor Villa Lobos & Toninho - que parceria brilhante! Ganhamos nós, ao lermos belo e tocante poema com essa trilha sonora! Bem haja!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Um belo presente te ler nesse dia da Poesia, sempre com tão grande inspiração.

    ResponderExcluir
  7. Linda poesia que me trouxe muitas recordações, principalmente ao som de Heitor Villa Lobos.
    Um grande abraço.
    Élys.

    ResponderExcluir
  8. Eu queria ter tido a oportunidade de andar de trem e escutar o apito.
    São lembranças pra uma vida toda.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde Toninho,
    Magnífico o seu poema sobre as lembranças do trem, que deixava o seu rasto de fumaça.
    O trem por motivos de trabalho está intrinsecamente ligado a mim e minha família e ainda hoje nutro muita simpatia pelo comboio, o meu transporte preferido.
    Um beijinho e boa semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  10. Que pena, andei muito pouco de trem, gostaria de ter andado mais. Esses poemas em que falas das tuas lembranças são lindos, são poemas meigos, da criança que ainda vive em ti, Toninho! Villa Lobos é demais!!
    Beijo, querido amigo. Feliz semana.

    ResponderExcluir
  11. Nossa Toninho cada vez que aqui venho me alimento com sua poesia, nesta suspirei, as chegadas, as partidas e depois a eterna espera, obrigada faz-me bem

    ResponderExcluir
  12. Sabe que ainda se faz uma viagem de comboio (trem) na região do Douro, com uma locomotiva a vapor? Falo disso no último post. Infelizmente só funciona no verão, devido à procura turística.
    Gosto da sua nostalgia com os comboios.
    Abraço
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
  13. UN ÚLTIMO VIAJE MUY POÉTICO.
    ABRAZOS

    ResponderExcluir
  14. Querido amigo.
    Sei que o comboio - trem - é algo muito intenso não só na sua vida de mineirinho, como prova a introdução inicial deste blogue.
    Gostaria de saber se ainda hoje se desloca à sua saudosa Itabira de trem e se as locomotivas ainda são movidas pelo vapor de caldeiras a lenha.
    Gostei de ouvir Villa Lobos que não conhecia.
    Dias muito agradáveis e felizes.
    Abraço e beijo de sincero afeto.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Majo, o trem ainda circula pelas veias de minha cidade e deságua no mar de Vitoria-Espirito Santo todos os dias, hoje sem o apito sem a fumaça que tanto encantava, mas vê-lo passar é sempre uma viagem no tempo.É lindo viajar de trem e ver de trem os ainda verdes campos do Brasil.
      Grato sempre amiga querida.
      Bjs.

      Excluir
  15. Recordações nostálgicas traçam linhas de emoções que transbordam em poesia. Lindo. Muito boa escolha desta música também linda. bjsss

    ResponderExcluir
  16. Nada mais prazeroso que ler seu poema embalado por esta música encantadora, é tudo de bom, meu amigo.
    Muita emoção.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  17. Boa noie, amigo Toninho!
    Gosto muito de passear de trem ou, simplesmente, observar o trem... me diz muito... deixo pra trás muita coisa e parto para uma vida nova...
    seus poemas falam ao nosso coração sempre...
    Bjm muito fraternal

    ResponderExcluir
  18. Boa tarde Toninho.
    Que Belo poema. Sentir no seu poema as suas boas lembranças do trem,conseguiu nos transportar ao seu bom tempo. Onde se podia escutar o apito etc. Um lindo dia. Abraços.

    ResponderExcluir
  19. Um poema com lindas lembranças...
    O trem é "um personagem" tocante na vida de tanta gente, inclusive na minha... Rsss... Traz recordações e refaz vivos caminhos...
    A música é também muitíssimo bonita...
    Abraços

    ResponderExcluir
  20. Doces recordações que vêm do fundo da alma formando um poema maravilhoso.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.