Páginas

quinta-feira, 15 de março de 2018

Naquela mesa.



















Botando a cabeça para funcionar é um projeto criado pela Chica para incentivar seu neto Neno nas inspirações a partir de uma imagem, acontece sempre nos dias 5, 15 e 25. Conheça e participe: chicabrincadepoesia imagem de hoje e minha leitura.


















Para ele aquele lugar era seu mundo.
Triste solitário sentava, bebia, sorria,
sua vida se resumia à mesa ao fundo,
onde todo o dia vivia com sua utopia.

Ante do sol naquela mesa um cidadão,
admirador das delicadezas do criador,
que o extasiava nas manhãs de verão,
eram as lembranças lá do seu interior.

Adepto cria na sociedade alternativa,
liberdade sua bandeira naquele canto,
sentia-se um rei naquela mesa cativa,
que silenciosa muda ouvira seu pranto.

Naquela mesa vazia mora a historia,
de um homem abandonado pela vida,
que se perdeu numa batalha inglória,
sua voz calou-se sem a contrapartida.

Toninho
 15/03/2018

19 comentários:

  1. Olá, querido amigo Toninho!
    O que acho bonito nos 'profetas' é que não desistem facil da luta por seus ideais.
    Hoje, aqui no RJ onde estou, outra "profetisa" foi calada... tentaram apagar tudo pelo qual ela lutou com ânimo e generosidade...
    Mas o povo foi às ruas ... ninguém apaga o que o ser idealista promove...
    Na minha época de faculdade, todo santo dia, lá estava o profeta por você homenageado aqui no viaduto por onde eu passava...

    Nisto conheço que és homem de Deus! A verdade do Senhor sai de tuas palavras.
    (Paulo Coelho)

    Li um livro hoje no meio de um dia cheio e, agora, recordei-me deste pedacinho que colei aqui...
    Deus jamais apague sonhos, utopias e ideais da paz e do bem.
    Você teve um veio ímpar na BC. Muito bonito!
    Seja muito feliz e abençoado junto aos seus amados!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  2. Oi Toninho < ao ler o seu poema lembrei-me daquela música ( não me lembro o autor ) Que fez grande sucesso em outros tempos " Naquela mesa ele sentava sempre, e dia o que é viver melhor ... Naquela mesa está faltando ele e a saudade dele está doendo em mim . Lindo o seu poema e trouxe à minha mente lembranças boas , quando música era poesia mesmo e não apenas barulho . parabéns pela bela inspiração . Abçs. Bom final de semana

    ResponderExcluir
  3. Amigo, você sempre bota a cabeça pra funcionar e suas poesias encantam. Uma bela interpretação poética. Parabéns! Abraços

    ResponderExcluir
  4. Este teu inspirado poema, meu amigo Toninho, que foi construído com boa técnica e com esmero, diz da vida de um homem que tinha a sua mesa, que também era o seu mundo. Muitos homens como ele estão em muitos lugares do nosso país. Que território sagrado é a mesa, onde reunimos nossos pensamentos no café da manha, durante o almoço e, mais tarde, durante o jantar. Nessa mesa exercemos o nosso reinado. Nosso violento país está precisando muito dos poetas e de seus sonhos.
    Um grande abraço Toninho.
    Pedro

    ResponderExcluir
  5. Toninho o som é fantástico e a imagem despertou a sua criatividade num belo poema!!!
    ...
    Quanto às couves ... tem de as lavar ... cortar aos pedacinhos e fervê-las durante 5 minutos em água e sal ... depois põe no congelador!
    Quando precisar ... é só usar nas comidas!
    bj

    ResponderExcluir
  6. Toninho o som é fantástico e a imagem despertou a sua criatividade num belo poema!!!
    ...
    Quanto às couves ... tem de as lavar ... cortar aos pedacinhos e fervê-las durante 5 minutos em água e sal ... depois põe no congelador!
    Quando precisar ... é só usar nas comidas!
    bj

    ResponderExcluir
  7. Cheguei atrasada....

    Quantos homens( e mulheres) colocam todas as suas fichas numa mesa...Seja ela de bar, de jogos ...

    Tristes versos, linda inspiração e poesia.Revela a solidão !

    Linda música também! Obrigadão! Levei teu link! abração,chica

    ResponderExcluir
  8. Um poema transbordante de sentimentos clamorosos...
    Participação muito boa e autêntica.
    O nosso abraço nesta sexta-feira...

    ResponderExcluir
  9. Sentimentos expressos de uma realidade que vem assolado as vidas. Vem ver a felicidade da Alice

    ResponderExcluir
  10. Olá, Toninho!

    Parabéns pela bela participação! Retratastes em versos a solidão, que infelizmente, é vivida por tantas pessoas.
    Linda inspiração para um assunto triste e delicado.
    Agradeço de coração o apoio lá no blog! Tudo de bom para ti. Bom final de semana amigo! Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  11. Inspirada e bela participação.
    Como é dolorosa a solidão.
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
  12. Olá Toninho, o retrato da solidão depois de tantas vezes em luta inglória deixa a vida por acabar provavelmente na bebida....Poesia que nos mostra a realidade. Parabéns amigo!! Bjs

    ResponderExcluir
  13. Querido Amigo.
    Um poema que nos relata um conto tocante impecavelmente bem descrito, tanto no aspeto narrativo como no aspecto formal e poético.
    É um admirável 'dois em um'...
    Admirei as rimas certinhas sem alterar a naturalidade da linguagem e a expressividade das suas estofes.
    Quanto ao tema é muito humano, ainda teve a sorte de ter aquela 'mesa cativa', no fundo...
    Gostei muito, Toninho, vou levar para a minha Web.
    O som também agradou-me.
    Uma excelente publicação e participação.
    Dias inspirados e tranquilos.
    Abraço de ótima Amizade.
    Beijos
    ~~~

    ResponderExcluir
  14. Bom dia meu querido amigo Toninho.
    Suas participações são sempre prazerosas de ler. Muita criatividade e emoções. Esse poema reflete a vida de muitas pessoas que sentem a solidão e no cantinho escolhido se estraga as suas lembranças. Um lindo domingo. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  15. Olá Toninho, como sabe adoro o que escreve o retrato ficou muito bem com sua poesia tenha um resto de Domingo muito bom e uma boa semana

    ResponderExcluir
  16. Nossa Toninho conseguiu me emocionar, ficou belo e muito triste, quantas e quantas pessoas não são apenas sombras, apenas solidão? abraços amigo

    ResponderExcluir
  17. Oi Toninho,
    Cada dia que passa suas interações estão cada vez mais lindas com suas poesia
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  18. Um sentimento tão corrosivo, a solidão... aqui sublimemente abordado neste seu tocante poema, Toninho! Adorei cada palavra! Parabéns, pela inspiração, e pela participação!
    Um grande abraço! Amanhã, virei apreciar os demais posts, que ultimamente me terão escapado, por aqui...
    Ana

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.