Páginas

terça-feira, 29 de outubro de 2019

A cena muda.


"Não preciso de palavras sumptuosas....
Apenas das tuas.... " 

Com este mote acima a inspiração abaixo, que por motivo de tempo não deu para participar na data marcada, no apagar da luzes de Outubro venho postar. A ideia vem do blog da Marta em Portugal. Marta com seu desafio mensal. 



A cena muda.



Nada mais inspira-me na vida,
somente um notebook na mesa.
Na digitação nervosa incontida,
revive toda aquela indelicadeza.

Longas noites aquele som típico,
as teclas nervosas da saudade.
Era como o processo anafilático
A sorver na taça da infelicidade.

Os versos fluíam com ligeireza.
Uma lagrima teimosa no rosto,
que desprendia da correnteza,
do rio de lagrimas no desgosto.

Se “eu não preciso de palavras
Sumptuosas” nem da tua pena,
quero “apenas das tuas lavras
o vil metal que feche esta cena.

Toninho
19/10/2019

Grato pela visita.


18 comentários:

  1. Aplaudindo daqui,Toninho! Excelente participação! Abração,chica

    ResponderExcluir
  2. Bom dia de paz interior, querido amigo Toninho!
    Ficou muito bem cumprido o desafio da Marta.
    Um poema que retrata de quais palavras realmente o ❤ quer. Se não tem, gera sentimentos descritos em seu poema.
    Uma qualidade poética em versos bonitos com um fundo musical belo com letra de acordo.
    Palavras fortes para uma sensação marcante.
    Parabens pela inspiração!
    Seja feliz e abençoado!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
  3. Bom dia. Uma interligação poética louvável, salutar, de refinado bom gosto.
    Adorei o poema

    Um dia feliz

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde, Toninho.
    Versos lindos! Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Boa noite, Toninho! Realmente as serras de Minas inspiram os poetas. Vi o quadro todo em sua bela escrita. Como sempre caro poeta, nos traz a delicadeza junto com complexidade… Grande abraço!

    ResponderExcluir
  6. Olá, Toninho, mas que bela e rica inspiração, meu amigo, um pouco triste, me parece um sentimento que ficou lá no fundo, revelando que não tem mais jeito, tudo muda, tudo passa, arrependimentos ficam por não termos feito o que devíamos, que o tempo não bastou. Verdades ditas, que acontecem com todos nós.
    A escolha da obra, do realista 'Edward Hopper' foi ótima! Gosto muito de sua pintura.
    Beijo, meu amigo, aplausos!
    uma linda semana.

    ResponderExcluir
  7. Gostei amigo Toninho do seu “A cena muda” um belo poema, que nos mostra o poeta desmotivado a lidar com a máquina, à espera do som doce da harpa, o sinal de que está pronto o seu canto, inspiração vinda da alma para dizer que ouviu da amada as suas palavras, não o que elas possam ter de suntuosidade. Parabéns, poeta!
    Também gostei da pintura escolhida, do grande Edward Hopper, um marco da pintura estadunidense.
    Um abraço amigo Toninho.

    ResponderExcluir
  8. Gostei bastante do poema:)) Parabéns poeta :))

    Hoje:- Neste pôr-do-sol, onde me envolvi | Dois anos de blogue |

    Bjos
    Votos de uma óptima Quinta- Feira

    ResponderExcluir
  9. Gostei imenso da sua participação, Toninho
    Obrigada por brincar junto lá nos Bichinhos.
    Um carinhoso abraço
    Verena.

    ResponderExcluir
  10. Olá Toninho,
    Que lindos e sensíveis versos, alguma saudade incontida? ficou maravilhoso o poema. Vc não me surpreende com suas ricas inspirações, ai habita talento além da conta.

    Bom fim de tarde.
    Bjs no core.

    ResponderExcluir
  11. E como mudam.. Vc extraiu muito bem os sentimentos e saí da imagem formando um novo quadro. Adorei. Vc sabe que quando escrevemos o outro dá asas a sua imaginação ... rs,rs,

    ResponderExcluir
  12. Caramba... super bom! As cenas mudam, e a gente vai se moldando, adequando a elas. Saudações azuis... em recuperação.

    ResponderExcluir
  13. Amigo Toninho, linda e tocante poesia!

    Os versos fluíam com ligeireza.
    Uma lagrima teimosa no rosto...

    Embora seja um poetar triste, mas seus versos encantam. Parabéns! Abraços

    ResponderExcluir
  14. Também interagi com a Marta, mas o menino não ligou...
    Está no das Corujinhas... Coloque no motor de busca 'com amor', encontra um poema sobre gratidão...
    O seu poema descreve com excelência um desgosto de amor, mas não percebo a que propósito o caso encerra-se com dinheiro...
    Tudo de bom, Toninho.
    Abraço grande.
    🌿🌼🍀🌹🍀🍀🦋🌼🌿

    ResponderExcluir
  15. Bom dia Toninho.
    Bela participação...
    As vezes a gente não consegue participar na data, mas fica aquela vontade guardada para fazer nosso melhor, no momento possível...
    Abraços,
    Juliana.

    ResponderExcluir
  16. Mas a vida inspirou... Mesmo que as palavras sejam tristes..
    Obrigada pela participação.
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderExcluir
  17. I don’t know the question, but sex is definitely the answer. Hey, i am looking for an online sexual partner ;) Click on my boobs if you are interested (. )( .)

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.