Páginas

domingo, 5 de abril de 2020

Ramos das memórias.




Feliz Domingo de Ramos a todos.


E hoje temos como inspiração uma participação na BC botando a cabeça para funcionar, idealizada pela Chica todos os dias 5.15 e 25 onde oferece uma imagem para livremente manifestarmos. Vai lá para ver como ela se inspirou e os amigos que por lá deixaram suas inspirações chicabrincadepoesia . Abaixo a imagem de uma planta palma sobre um muro e minha participação.


É domingo, o céu vestiu-se azul celeste,
ouço da igrejinha os badalos dos sinos.
Vejo pelas casas os ramos do cipreste, ¹
traduzindo dor da presença do malino.  

As ruas desertas da procissão desfeita,
o novo espelho da quaresma diferente.
Um padre solitário canta rua estreita,
asperge santa água no ramo presente.

No muro nota-se a palma forrageira,
avança sequiosa por uma gota benta,
que cai numa benção à família inteira.
Ouço cantos. Clamam fim à tormenta.  

E eu lembro o menino numa procissão,
na rua de pedra, descalço com toda fé,
os ramos nas mãos seriam a salvação,
contra os raios sobre sua casa de sapé.²

Toninho
 05/04/2020

Nota 1: O cipreste em sentido figurado simboliza morte, tristeza, dor e luto. 

Nota 2: Sapé plantas da família das gramíneas, das quais são retirados caules secos para cobrir casas



Um bom domingo e feliz semana,
que nos seja mais leve.

Grato pela visita.



20 comentários:

  1. Bom dia de Domingo de paz e saúde, querido amigo Toninho!
    O vídeo é belíssimo!
    Nosso amado Cristo Amigo nunca nos abandona.
    Ele vive e reina para sempre em nós!
    Nós ramos de Vitória, vamos firmes pelas estrada da vida iniciando uma Semana Santa inusitada.
    Vamos vencer se Deus quiser, meu amigo!
    Um poema lindo de fé, como Deus merece de nós todos que cremos neste momento.
    A doce esperança siga conosco incansavelmente.
    Tenha dias abençoados na proteção de todo mal junto aos seus!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem
    🍀💚🙏😇🕊️😘

    ResponderExcluir
  2. Adorei tua poesia e esse menino que hoje chega em teu pensamento na procissão ... Sempre inspirado e até as procissões canceladas nessa semana santa! Tudo parado e tomara respeitem. Vejo lá no Gordo( Dubai) cada vez mais apertando o cerco. TUDO controlado,precisam ver! E de verdade!!!Adorei o raminho, lembrei lá do Nordeste dos meninos fazendo flores e tudo mais com essas folhas! Adorei! Obrigadão! levei o link! Lindo dia,em casa! chica

    ResponderExcluir
  3. Muito bom...Aqui o Domingo vestiu-se de chuva. Está muito triste!
    -
    Silêncios que me tocam a alma.
    -
    Beijo e um excelente Domingo

    ResponderExcluir
  4. Que linda tua memória um menino de pés descalços levando ramos nas mãos que abençoariam sua casinha de sapé. Lindo. tem novidades no blog

    ResponderExcluir
  5. Uma inspiração que nos alegra o coração... Que a liberdade saudável não demore, precisamos dela!
    Que o seu domingo seja muito abençoado, com lindas revelações e novas esperanças...
    O nosso carinho...

    ResponderExcluir
  6. Que lindo momento poético, Toninho,
    lembrando o momento e o dia.
    As ruas estão mesmo desertas mas Cristo
    vive em nossos corações.
    Boa Semana!

    ResponderExcluir
  7. Boa noite Toninho,

    Uma bela releitura focando o momento de desolação.
    Linda participação.
    Por aqui temos as imagens de uma cidade sem almas.
    Feliz semana de Páscoa e boa noite de paz.
    Bjs no coração.

    ResponderExcluir
  8. Boa noite.
    Lindo poema na mistura das lembranças e deste momento que vivemos. Vamos seguindo na fé e esperança de libertação deste mal que a tudo paralisa. bjs

    ResponderExcluir
  9. Adorei as partilhas!
    Que seja uma semana SANTA... bj

    ResponderExcluir
  10. Não há festividades da Páscoa com os fiéis presentes, mas todos estarão lá em espírito, tenho a certeza. A sua memória do menino descalço é comovente.
    Uma abençoada semana, com muita saúde e todos os cuidados, meu Amigo.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  11. Que lindas memórias! Amei o vídeo, revigorou minha fé, amenizou meus temores e a poesia espetacular!
    Abraços fraternos!

    ResponderExcluir
  12. Caro Toninho

    Um Poema que nos envia essa mensagem do Domingo de Ramos, de paz e amor. E cá temos a Semana Santa, que este ano será diferente assim como a Páscoa, Dia a Ressurreição, festa da Família.

    É certo que nem todos os membros da família estarão presentes mas saibamos adaptar-nos aos tempos que correm. E estarmos juntos em pensamento e através dos meios de comunicação que temos à nossa disposição.

    Vou visitar a Chica, e ver o seu desafio "in loco".

    Abraço

    Olinda

    ResponderExcluir
  13. Toninho,
    Me deixou muito contente
    voltando ao Espelhando.
    Você faz e fez falta.
    Lindos versos e bela
    publicação.
    Bjins de persistência e cuidados
    nesses tempos complicados.
    CatiahoAlc.

    ResponderExcluir
  14. Ei , grande toninho! Me fez lembrar de minha infância e as procissões das quais participei com uma fé inocente e forte.Gosto muito desse ar mineiro que as letras tem por aqui. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  15. Foi um estranho domingo de Ramos para todos os crentes, como estranhos são os dias que vivemos. Assim vai o mundo. Possamos nós manter a tranquilidade.
    Abraço
    Ruthia d' O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
  16. Poema muito bem estruturado como sempre. Maravilhoso ler o que aqui tão bem se escreve, poeticamente falando

    Gostei de ouvir o video.

    Abraço

    ResponderExcluir
  17. Vovó que vivia conosco, não gostava do Domingo de Ramos... Ela não gostava (nadinha) dos judeus, por mais que lhe disséssemos que os judeus de hoje nada tinham a haver com os de antigamente... Srrssssss...
    Parabéns pela poesia e pela postagem.
    Boa Semana Santa.
    Abraço, querido amigo.
    ~~~~

    ResponderExcluir
  18. Que bela poesia , Toninho . Bela e ao mesmo traz um quê de melancolia . Talvez sejja o momento que estamos vivendo que evoca melancolicamente mémorias de um tempo bem mais saudável . Abraços . Fique na paz . Cuide-se .

    ResponderExcluir
  19. Carlinhos, quem diria cantando!Jamais tinha ouvido um cântico cantado na igreja católica, com outra letra na voz dele. Grata, belíssima e arrepiante Como ela, assim ficou seu poema: maravilhoso! Receba meu abraço forte e meu obrigada por fazer com que eu viajasse lá atrás, bem lá atrás, na minha infância.

    ResponderExcluir
  20. Um belo poema, e participação, que tão bem revelou, o espírito do momento... dividido entre saudosas recordações, e um inquietante presente!
    Gostei imenso, Toninho!
    Beijinho! Uma Páscoa, o melhor possível!
    Ana

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.