Páginas

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Amor impossível amor.















Nos tachos o calor, no peito a dor nos porões.
Lá onde se perdia em tamanha desilusão
Numa espera inútil insana de reviver o amor
Que jamais passaria naquele lugar de dor.
Onde nem mesmo se sentia valor.

Um amor que nascera no meio do canavial
Onde o sol castigava aqueles homens
Em cada rosto a angustia a saudade emoção
Lembranças daquele inferno navio de terror
Que os trouxe para este mar de desilusão.

Cada fala deste moço alfinetava o coração
Palavras de incentivo morriam sem vidas
Sem nexo apenas levavam minha emoção
Ainda lembro suas lagrimas rolando no peito negro
Como rio sertanej0 preguiçoso em seu leito.

Apenas segurava-lhe as mãos
Com palavras de esperanças de vida futura
Onde só mesmo o Criador aliviaria sua agonia
Onde nada de fantasia invadiria seu coração.

E daquele teto de porão gotas pingavam suaves
As gotas caídas no corpo ardiam como chibata
Outras lhe caiam na boca causavam alucinação.
Assim vivia de boca para o alto aliviando o coração.


Sem traumas remexendo num tempo infeliz da historia do Brasil, que nenhuma reparação apagará o rastro de maldadee desrespeito ao ser humano.
Paralelo à lenda da invenção da pinga (cachaça).

Toninhobira
08/12/2010

12 comentários:

  1. oi Toninho, boa noite, que poema lindo e triste, vc tem razão,é uma mancha na nossa história, que jamais se apagará, sem falar nos outros países, que adotaram esse sistema imfame, Um abraço Celina.

    ResponderExcluir
  2. Trazemos na pele os ecos desta dor!
    Muito bom!

    Excelente fim de semana.

    ResponderExcluir
  3. Ola

    Há muita tristeza neste poema que espelha a dor contida em nossa história.
    Abraços.
    Bom final de semana

    ResponderExcluir
  4. ♥ Olá, amigo!♫
    ♫♥ Passei para uma visitinha...
    Você é um poeta maravilhoso... com qualquer tema você escreve versos líricos, tocantes e reflexivos ao mesmo tempo... parabéns!!! ♥♫
    Bom fim de semana !!!
    ♫♫ Beijinhos. ♥♫
    ♫♥ Brasil
    ♫♫♫♥

    ResponderExcluir
  5. Versos profundos, emocionantes, e verdadeiros... Na verdade seus versos nos revive toda essa imensa dor, que creio nem o tempo amenizará... Seu poema é maravilhoso, uma obra que dignifica a nossa literatura... Aplausos!!! Carinhos e beijos pra ti.

    ResponderExcluir
  6. Meu querido amigo, porque será que nesta quadra só tristeza e melancolia nos vem há lembrança, é no natal que nossa mente dá voltas sem parar sempre vendo os tristes filmes passados ao longo da nossa passagem.
    o tempo é de tal maneira monótono, que tudo se aviva com toda a clareza que muitas vezes queremos esquecer.
    Também é neste natal que tenho o prazer e a alegria de o ter como amigo e companheiro, desta jornada de vida. Mesmo longe e com tanto mar a nos separar mas a sentir o calor de uma amizade sã e linda.
    Que o Deus menino com a sua estrelinha do Oriente ilumine sempre teu caminho na paz Divina, beijinhos de luz e muita paz em seu seio familiar.

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pelo blog e pelos textos... Tenho um blog chamado Folhetim Cultural gostaria que visita-se este é o endereço: informativofolhetimcultural.blogspot.com
    Vamos trocar conhecimentos...
    Ass: Magno Oliveira
    Folhetim Cultural

    ResponderExcluir
  8. Retorno para lhe avisar que uma mensagem para VOCÊ no meu espaço.
    bjs

    ResponderExcluir
  9. OI TONINHO, UM INICIO DE SEMANA BEM LEGAL PARA VC . AGRADEÇO O SEU COMENTÁRIO CARINHOSO, SEI QUE VC É UMA PESSÕA BOA, SINCERA E ADORAVEL, VAI UM ABRAÇO PARA VC , QUE SEJA SEMPRE NATAL EM NOSSAS VIDAS. CELINA

    ResponderExcluir
  10. Belo o poema.
    Desejo pra ti um Natal cheio d paz, de amor e de união.
    Sejas feliz!

    ResponderExcluir
  11. Querido, voce retratou lindamente esta dor e tristeza...de um tempo de tantas injustiças, de crueldade... que só o Criador pra amenizar a cada uma destas marcas deixadas no coração e na alma...

    Que seja maravilhosa sua semana... e desde já quero te desejar um divino Natal...que seja abençoado, que seja pleno de alegrias, harmonia, paz e muito amor...beijinhos
    Valéria

    ResponderExcluir
  12. Mais um belo post Toninho.

    Amigos de Fé!

    Nosso caminho está planejado para passos juntos seguir.
    Somos perfeitos de compreensão, e nossa virtude de fidelidade está guardada por nossa fé.
    Estamos num mesmo segredo, em que nossa amizade não deixa em vão nossas alegrias.
    Acatamos nossos defeitos, e homenageamos nossas qualidades para vencermos.
    Somos o porém da coragem.
    O por que da invencível força...
    Somos as razões para continuar caminhando.
    O companheirismo sagrado, que lá de cima recebe a benção de Deus...
    Somos amigos fiéis, juntos a tristeza é desenganada, e os sorrisos são os presentes da vida.
    Somos assim, a perfeita magia da amizade, que suporta vendavais e furacões.
    E mesmo com tempestades continua seu trajeto de fidelidade.
    Somos a benção dos Anjos.Que estão a guardar o segredo da nossa felicidade.
    Somos a luz da mais linda estrela, que transborda de sinceridade.
    Somos o que todos no mundo sonham em ser.
    Somos, AMIGOS FIÉIS!!!

    (Fabiana Thais Oliveira).

    Um Feliz Natal para vc amigo e que em 2011 possamos estar juntas novamente Pelos Caminhos da Vida.

    Um gdeeeeee abraço.

    beijooo.

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.