Páginas

sábado, 20 de agosto de 2011

O Pior amor.










Imagem Google.




Pior amor ou Amor bandido.



Pior amor é aquele às escondidas.
Que tão silencioso, quer explodir.
Nele contabiliza horas sofridas,
No balanço final sem se definir.

Há quem o queira, para viver,
Com suas dores e tormentos,
Pois que o coração sem temer
Lança-se no afã dos momentos.

E a vida com suas armadilhas
Captura os corações em suas ilhas
Com0 pássaros de asas partidas.

Ainda assim tem sempre alguém
Que em suas malhas se faz refém
Para viver e amar nas fugidas.

********************************************************************
Diz a musica “Paula e Bebeto” de Milton e Caetano que:
Qualquer maneira de amor vale a aquela
Qualquer maneira de amor vale amar
Qualquer maneira de amor vale a pena
Qualquer maneira de amor valerá

 *******************************************************************

Toninho.
16/08/2011.
Inspirado na ciranda:
“Pior Amor” no site Recanto das Letras da poetisa Mariapaz

25 comentários:

  1. Olá Toninho,
    Definitivamente este tipo de amor não faria
    a minha cabeça. Pra que sofrer?
    Creio que nem todo tipo de amor vale a pena.
    A poesia é deliciosa e a imagem é pura graça.
    Abração.

    ResponderExcluir
  2. Na nossa idade é op ioir amor, a maior roubada. Mas nos velhos tempos, coisa boa que era, namorar às escondidas de pais e avós... Eta, nóis!!! rsrs abração,chica

    ResponderExcluir
  3. Amor romantico toma asas e parte os corações...Há quem queira ou se contente com isto.
    Bom final de semana.bjs

    ResponderExcluir
  4. A poesia muito bonita, como sempre, mas o caminho do meu amor não é este. Abração, poeta!

    ResponderExcluir
  5. Liiiiiiiindo!
    Concordo querido mas lembro-te que amor a gente, muitas vezes não escolhe. Acontece e de bandito faz-se bento, santo, sagrado e secreto.
    Bom seria coragem para elegê-lo mocinho no lugar do verdadeiro bandido...e o filme teria um final diferente. Feliz!
    Se é amor, então....toda razão!
    E que música...
    Bom sábado!
    Carla

    ResponderExcluir
  6. Cada um tem o amor que busca...beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  7. Toninho eu não gosto desse tipo de amor..não me daria bem com ele..gosto das coisas que me trazem paz ou não vivo....Nem todas as formas de amor valem a pena...isso na minha opiniao amiguinho..
    belo pensar..reflexivo..
    aqui hoje chove depois de tanto tempo de seca..
    abraço bom fim de semana
    titi

    ResponderExcluir
  8. Olá querido amigo Toninho.
    Muito lindo, como sempre, este seu poema!


    Um abraço e bom Domingo.

    ResponderExcluir
  9. Bom dia,Toninho!!!

    Que linda poesia!!!Uma bela inspiração!!!
    **Mas de amor...nada de escondido!!rsrsr
    Beijos pra ti!!
    Com carinho e admiração!!!
    Tenha um lindo domingo!!

    ResponderExcluir
  10. Toninho, um amor dolorido este aqui retratado.
    Sem dúvidas existe muitos que o vivem.
    Eu tenho minhas dúvida enquanto este trecho da musica...se realmente qualquer maneira de amor vale a pena...
    A tal Ciranda lhe rendeu uma inspiração e tanto! Parabéns!
    Um lindo fim de semana!
    Lembrancas.

    ResponderExcluir
  11. Oi poeta, boa tarde, este tema é dificil, quando somos adolecentes existe um certo frissom quando namoramos as escondidas , parece que o medo faz tudo ficar mais romantico, Um abraço Celina.

    ResponderExcluir
  12. Toninho, você é na verdade um grande poeta.

    Parabéns amigo.

    Abraço

    ResponderExcluir
  13. Assim foi o amor na adolescência.

    Saudades daqui e de vc tb poeta amigo.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  14. Meu querido, lindos seus versos , lindo seu coração de poeta.
    O pior amor para mim é aquele em só um ama e dá a vida por esse amor, mas como tudo passa nesta vida até o amor se vai e já não volta, mas sem dúvida que a vida sem amor é um oceano sem água, é um jardim sem flores. o amor é o melhor sentimento que a vida tem, pois temos o prazer de ter várias qualidades de amor.
    Beijinhos de luz e muita paz nos seus dias...

    ResponderExcluir
  15. Voce retratou muito bem em seus versos uns dos piores tipos de amor que se pode ter...amar as escondidas traz em si êxtase, mas muito sofrimento também... creio que o sofrimento vem em maior peso...
    Boa semana amigo...beijinhos
    Valéria

    ResponderExcluir
  16. Difícil... Quando amamos queremos que o mundo saiba.. a liberdade é a primeira regra para o amor... (sei que não existe regras para o amor) mas a liberdade tem que estar ali pra manter a ordem e os bons princípios...
    Mineiro, uma boa semana pra nós!

    bjs meus

    ResponderExcluir
  17. Toninho, esse amor não é pra mim, rs. Gosto de amor que me trás paz em vez de guerra. Esse amor bandido é muito dolorido.Deixo um beijo grande e desejo de um ótimo começo de semana. Abraço!
    Smareis

    ResponderExcluir
  18. Olá Toninho,

    Belíssimo e delicioso soneto.
    É bom namorar às escondidas.
    Ai, as veredas do amor!

    Beijos de luz.

    ResponderExcluir
  19. Boa tarde Toninho!
    Eu tinha que vir conferir mais um lindo poema seu, mesmo que rapidinho porque estou fazendo a janta.
    Coisa linda como sempre!
    beijão carioca

    ResponderExcluir
  20. Boa noite, Tonhinho

    Não tem o que comentar, os comentários falam por si, muito bom.

    Um abraço, paz e bem

    ResponderExcluir
  21. Toninho boa noite!!
    Boa semana amigo do beijo de flor.
    Beijos,
    Carla

    ResponderExcluir
  22. Oi mocinho pois é a quem goste de amar assim... Mas a quem ame em liberdade, com asas bem abertas voando sem destino apenas saboreando o laços do amor em liberdade, do amor sem fronteiras... Obrigadinha pela visita... Te beijo com carinho

    ResponderExcluir
  23. Bom dia,Toninho!!!

    Que seu dia seja bem alegre!!Com muito amor e paz!!! Beijos pra ti!!!

    ResponderExcluir
  24. Na juventude era até excitante, mas agora é preto no branco, da forma mais descomplicada possível. rsrssr
    Vc "pintou" um quadro perfeito, querido amigo!
    Beijos e boa semana!

    ResponderExcluir
  25. O coração não escolhe... Ama, simplesmente ama. Bandido?... Amor é só o que é... Amor. Belos versos, poeta!

    Toninho, fiquei muito feliz com a sua visita ao "Fundo". E perdoe a demora, pois ultimamente estou às voltas com um grande volume de trabalho e com dificuldade para visitar os amigos com regularidade. Tenho atualizado meus blogues aos domingos e, nas brechinhas que vão se abrindo durante a semana vou tentando ler os amigos.

    Bjs, Toninho, venha sempre que desejar. A casa é sua. Tenha boa semana. Inté!

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.