Páginas

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Melhor é deitar nos trilhos






















Por muito tempo aprendi e cri que andar na linha, era estar em conformidade com os bons costumes de nossa sociedade, o que hoje politicamente correto chamaríamos de socialmente correto. E como todo mineiro sempre tem um trem que passa pelos seus olhos, esta afirmativa se tornava perigosa para os desavisados no iminente perigo de ser levado por uma composição férrea.

Ocorre que agora do outro lado do mundo na cidade de Jacarta. Capital da  Indonésia, um grupo de moradores vem usando literalmente as linhas de ferro para não caminhar, mas sim para deitar em sua transversal, apoiando pés e cabeça sobre os trilhos e assim ficar por um determinado tempo, em horário especifico do dia, para combater os males como dores de coluna, hipertensão, colesterol,reumatismo,diabetes e até insônia, devido a corrente elétrica que dizem passar pela ferrovia.

O grupo logo recebeu vários seguidores, tudo depois do depoimento de um taxista que afirmara ter se curado de um AVC com esta pratica. Embora sem embasamento medico e cientifico, o fato é que todos os dias no horário das 17 horas a policia tem tido maior trabalho para retirar as pessoas dos trilhos inclusive já estipulou multa de R$ 3.000,00 e na progressão mandato de prisão.

Fico a imaginar uma noticia dessa acontecendo no Brasil, como seria a confusão que geraria pela corrida de vendedores ambulantes oferecendo água gelada, pasteis, toalha descartável, geladinho, creme para pele e toda tranqueira, quando pessoas se reúnem em eventos de qualquer espécie. Sem se falar na imprensa sensacionalista com seus holofotes.

Só mesmo o Bom Deus para proteger este povo, quando o trem aparecer na curva apitando e soltando fumaça como um dragão,como diria Raul Seixas.

E ai alguém se arrisca a deixar de andar na linha e passar a deitar nos trilhos?

Toninho.
01/10/2011




Baseado reportagem da Revista Super Interessante-
 Ed.296 Outubro/2011.
Foto captada da revista.

43 comentários:

  1. Essa é demais e, realmente, aqui no Brasil seria "um prato feito", mas espera! Não vai demorar apareçer por aqui, pois o povo adere bem as idéias do exterior, rs,rs.
    Bom final de semana

    ResponderExcluir
  2. Toninho!
    Que coisa mais maluca esta!
    Eu acho que por aqui pode acontecer mesmo isto que disse e ainda acrescento que aos poucos, os trilhos irão sumindo e com o tempo os trens também. hehe
    coisa de louco!
    um grande abraço carioca e ótimo fim de semana

    ResponderExcluir
  3. Toninho que delicia de texto, eu sei que é sério, mas não pude deixar de rir, incrível não é? Eu não deito ali de jeito nenhum, já pensou tipo em São Paulo os trens que vão da zona Leste para os subúrbios? Ah não ia prestar não, no mínimo o trem passava por cima, um lindo final de semana beijos Luconi

    ResponderExcluir
  4. Conhece a Tânia Alvariz, lá do Recanto? Ela tem o hábito de iniciar suas crônicas assim: "é cada louco que me aparece..." rsrs.
    Olhe, eu até acredito nos efeitos da eletricidade nos nossos nervos e músculos mas daí a me deitar numa linha (e no Brasil), sem chances. hahahaha! Muito boa esta crônia notícia. Abração. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  5. rssssss....me fez lembrar de uma certa menina e suas irmãs que enquanto os pais visitavam uma família no interior, saiam da casa e deitavam nos trilhos, vendo quem aguentaria mais tempo, antes do trem chegar,

    Pode?

    E os pais? Nem sonhavam!

    Sorte é que até os trens eram lentos e passavam poucos...

    abração,chica

    ResponderExcluir
  6. É cada uma que aparece!!! Imagine se a moda pega por aqui... o que vai ter de gente engraxando roda de trem...

    Beijinhos, querido e um lindo fds.

    ResponderExcluir
  7. Toninho, se for por uma cura de uma doença muito séria, posso até me arriscar, mas é uma "maluquez" tudo isso.
    Morri de rir com os ambulantes que você citou. kkkkkkkkkkk seria uma "tragédia".

    Muito boa a sua presença de sempre viu?
    Meu blog foi um dos que teve o problema do tio malwere, mas já está melhorando.

    Bom final de semana

    Xeros

    ResponderExcluir
  8. Vim matar essa saudade ingrata!!!
    Há tempos não visito meus amados... e claaaaaaro comecei pelos mineiros....
    Fui alí nas bandas do Cacá... agora tô aqui na banda de cá... adorando tudo que leio...

    Ah Mineirinho... como é bom vir dar um abraço apertadinho... encontramos preciosidades...
    As escrivaninhas de vocês tem cheiro de café fresquinho, tem gostinho de bolo de fubá... de fim de tarde preguiçosa e, nesse aconchego gostoso o coração descansa e experimenta o refrigério...

    Adorotuuuuuuuuuuuuu meu anjo amigo... beijo grande***

    ResponderExcluir
  9. Acredito em uma produçáo maior de adrenalina na corrente sanguúnea e esta trás consigo uma satisfaçáo um bem estar para o corpo...beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  10. E amigo é cada uma, não acho dificil alguem se aventurar a deitar na linha do trem, para recuperar a saúde , acho horrivel muitos arriscarem a propia vida em certos esportes radicais.Abraços Celina.

    ResponderExcluir
  11. Meu querido amigo.
    Aqui tudo é possível...
    Mas não me arrisco a dizer que isso não ocorresse, e os oportunistas de plantão logo não se aproveitassem.
    Basta ver a ingenuidade do povo, que iludidos pelos lobos devoradores, dão tudo que tem para que eles construam seus impérios econômicos.
    Veja quanta quinquilharias estão a "presentear" por uma boa e gorda oferta! CDs, flanelinhas, lencinhos, envelopinhos e até meias milagrosas!!
    Um abração.

    ResponderExcluir
  12. L tkkkkkkk....
    SENSACIONAL QUERIDO!!!
    Olha eu jpa estou deitada deles e sonhando sem dor... e puro amor viu??
    Beijos de flor!!
    Amei sua comprovação científica para meu sábado de sonhos!!
    Carla

    ResponderExcluir
  13. Toninho,eu vi essa reportagem!Já pensou se fosse no Brasil? Vc tem razão: seria um tal de vender água,bala...rss...coisa de louco esse post!Adorei!Bjs,

    ResponderExcluir
  14. Eu jamais deitaria nos trilhos, rs.

    Bom fim de semana amigo.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  15. Bom dia Toninho.

    Aqui neste país sacana, se os pobres deitarem nos trihos, arranjma logo um trem para passar em cima.
    Obrigado pelo comentário no meu blog.
    Não sei vai acontecer o mesmo, não chegou o e.mail avisando do seu comentári.

    Um abraço, paz e bem
    GERALDO RIBEIRO

    ResponderExcluir
  16. Eu tô fora! rsrsrssr
    Td bem q a sabedoria popular em alguns casos é positiva, mas essa da linha do trem... o q falta pras pessoas é informação, instrução.
    Nossa! Os ambulantes fariam qq terapêutica ir pro espaço. Imagina, vc tem problemas cardíacos e deita na linha do trem pra supostamente se curar, depois, feliz da vida come uma daquelas coxinhas de galinha transbordantes de óleo saturado. kkkkk
    As pessoas não tem noção!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Poeta, isto me fez lembrar os meus tempos de criança quando deitava nos trilhos para ouvir se o trem estava vindo. Esta crônica está formidável! Obrigado pela sua atenção, em meu blog, quando de minha cirurgia. Já estou bem, mas em recuperação. Abraços.

    ResponderExcluir
  18. Mas bahh tchê, aprendi a falar assim quando morei em Porto Alegre rsss
    Esse é o famoso efeito placebo, onde pessoas podem se curar pelo efeito da sugestão,mas enfim... cada uma que até parece piada.
    Fiquei rindo aqui e imaginando os ambulantes por lá vendendo tranqueiras kkkkk
    Muito legal teu texto, sempre com um humor bem descontraído pra fechar com chave de ouro.
    Adorei o seu comentário no VSE, obrigada!
    Uma semana abençoada pra ti, beijos com carinho!

    ResponderExcluir
  19. Oi meu querido!!

    você acha que eu poderia terminar meu dia sem aparecer pra tirar a poeira do colchonete??? kkk
    Saudadona desse cantinho, e de você!

    Andei com uma dor na coluna dia desses que eu arriscaria deitar nesse trilho aí, só pra passar. Mas acho tá tudo no nosso pensamento, eu nem deitei no trilho e a dor passou, viu só!

    Nao tinha conhecimento dessa loucura, ops, dessa história em Jacarta, e suspeito que eles tem os vendedores ambulantes, mas com outra aparência, ou "iniciativas" hehe

    Espero esteja tudo muito bem contigo, te desejo uma ótima semana!!!!

    ResponderExcluir
  20. Já te falei hoje que eu adoreiii sua trnsversalidade??
    Bom domingo!!
    Beijos,
    Carla

    ResponderExcluir
  21. Tive que rir!!!!! Não do procedimento que vem sido adotado em Jacarta, mas pela verdade cômica da conclusão de seu texto. O Brasil é um país onde todos criam oportunidades para ganhar dinheiro. Certamente, os trilhos passariam a ser mais uma. A feirinha dos trilhos, eu chamaria (rss).
    Bjs.

    ResponderExcluir
  22. Nossa! Estou boba com esta aqui!
    Parece que existem malucos no mundo todo!
    Morri de rir visualizando os vendedores ambulantes...
    Toninho, é sempre um prazer entrar aqui e ler um dos seus textos.
    Uma linda e harmoniosa noite para você!
    Lembranças.
    Ange.

    ResponderExcluir
  23. Andar na linha já é suficientemente difícil!
    Belo texto,amigo!

    Boa semana!



    Valéria Soares - Candelabros

    ResponderExcluir
  24. Querido amigo, só muito rápidamente venho deixar o meu agradecimento e um beijinho, estou de saida para a terra do meu marido vou estar dois ou tres dias ausente e não queria deixar o meu abraço de amizade.
    Nunca sabemos se voltamos , só sabemos que saimos, beijinhos de luz e paz em seu coração...

    ResponderExcluir
  25. Menino do céu! Mais, de jeito nehum eu me deitaria nesses trilhos (mesmo com a linha férrea desativada)
    eu, heim! Toninho, um pouco melhor da ciática, que me possibilita permanecer mais tempo por aqui, passei pra lhe desejar um dia super, mega especial!
    Boa semana, beijos

    ResponderExcluir
  26. kkkkkkk, também pude imaginar essa situação, seria a maior loucura.
    Adorei o texto-reportagem.Mas não me atreveria, não,prefiro andar na linha, às vezes, kkkkkk
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  27. Meu Anjo.
    Deus abençoe sua semana
    sou sempre grata pelo seu carinho.
    No momento quase não estou conseguindo fazer visitas.
    Porém tenho você no meu coração e pensamento.
    Estarei tentando deixar meu carinho também,
    parabenizar pelas postagens lindas que leio na sua postagem.
    Um beijo no coração .
    Já com saudades e muitas.
    Evanir

    ResponderExcluir
  28. Que coisa mais impressionante meu querido...o povo padece de tantas coisas e em suas carências acabam tentando de tudo para amenizar suas mazelas e dores.
    Você retratou com perfeição o que aconteceria se esta "moda" pegasse no Brasil...com certeza não me arriscaria a deitar nas linhas do trem rsrsr...
    Boa semana amigo...beijos...e paz
    Valéria

    ResponderExcluir
  29. Olá,Toninho!!

    Olha...não me arriscaria não...rsrsr
    Prefiro andar na linha!(no sentido figurado!)
    Vai ver funciona porque as pessoas assim acreditam...né?!
    Beijos pra ti meu amigo querido!!Tudo de bom!!
    Muita luz e alegria nos seus dias!!!

    ResponderExcluir
  30. Toninho, vi uma reportagem sobre essas pessoas que fazem isso. Acho que é uma loucura. Deve não gostar de viver, pra fazer essa doideira. O ser humano é meio louco por aventura .Desejo um ótimo começo de semana cheio de coisas especiais. Beijo grande!
    Smareis

    ResponderExcluir
  31. Olá, Toninho!

    É hilário isso, kkk Quanta ingenuidade desse povo! Parece que lá, é como cá...
    Gostei do penúltimo parágrafo, kkk É assim mesmo.

    Eu prefiro andar na linha.

    Um abraço amigo
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  32. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  33. O cérebro humano é uma usina que gera energias.
    ... e quantas energias possuímos sem saber, as vezes!
    Constatado cientificamente, o placebo pode ser a lenha para gerar estas energias, assim como até o ato de fé, também pode engrandecer a confiança humana. Basta crer nas coisas para ganharmos esta força, não raro invisível.

    Grande Abraço, Mineirinho! Tudo de bom para Você!

    ResponderExcluir
  34. Toninho Boa noite..
    Amigo que maluquisse é essa?? eu não me imagino fazer isso não!! tem tantas outras maneiras para se combater dores musculares..etc etc..
    Não ariscaria minha vida e nem pagaria pro isso..
    Um tanto engraçado..
    Se isso tivesse aqui no Brasil,como vocÊ mesmo disse seria uma loucura,os vendedores ambulantes iriam faturar com protetor solar...rss
    boa semana amigo Mineiro e obrigada pela visita no meu blog no dia do meu niver
    titi

    ResponderExcluir
  35. Meu amigo querido, está tudo bem contigo?!
    Espero em Deus que sim, e que você e os teus estejam gozando de perfeita saúde!

    Carinhos de flor pra ti viu?
    Beijos

    ResponderExcluir
  36. Ah, ri muito desse post Toninho!!!! hahahahahha!!!! não consigo parar de rir!!!!

    É, cada uma, né?...mas aqui no Brasil isso não ia dar certo não!!! hahahhha!!!!! ia ser gente atropelada pra todo lado!!!! hahaha!!!! barracas de camelo voando pra todo lado!!!! hahhahahaha!!!!
    Gente!!!!! mamma mia!!! muito bom post!!!

    Era melhor essa turma aí ir fazer massagem oriental que passa tudo!!! hahha!!!!

    beijos, meu querido!!! amei!!!!
    Liz

    ResponderExcluir
  37. Olá Toninho,
    Não pude deixar de rir! Do jeito que você colocou foi mesmo engraçado. E não tenha dúvida de que se formaria um verdadeiro mercado ambulante ao redor dos trilhos.
    Eu somente me arriscaria se fosse a última possibilidade de cura em caso de um mal terminal
    (credo!).
    Quanto a andar na linha no sentido figurado, devo admitir que de tanto andar na linha vivo
    ouvindo do meu marido que um dia o trem ainda vai me pegar. E não é que quase pegou? Caí na malha fina, tendo que prestar contas à Receita Federal, sendo que nada havia de incorreto em minha declaração. Pode? (rsrsrs)
    Abraço mineiro.

    ResponderExcluir
  38. É UM ABSURDO!!RSRS UM ABRAÇO AMIGO!!

    ResponderExcluir
  39. Meu querido amigo

    Eu prefiro "andar na linha", mas com os pés bem assentes no chão, mas adorei o texto, como sempre objectivo.

    Deixo um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  40. Celêdian escreveu: "Tentei deixar meu comentário no seu blog, mas não sei o que há que não estou conseguindo comentar em nenhum blog, mas deixo-o aqui: "Meu amigo Toninho, eu diria invertendo a ordem "cada mania com seu louco" e pensando assim, loucos seríamos nós brasileiros procurar uma "terapêutica" dessas. Primeiro porque, pode ter certeza que os trens passariam por cima e depois pelos outros motivos que você listou ai, da lei da vantagem. Então que fique a mania para os loucos de lá...rsrs...Um abraço, meu amigo, sempre bom te visitar."
    Celêdian"

    ResponderExcluir
  41. Boa tarde, querido amigo Toninho.

    É muita piração!!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  42. Toninho...Mimha admiração, ganha rumos aqui.
    Amei o texto.
    Beijinho e bom dia querido.

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.