Páginas

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Eu só queria ser criança.





















Eu só queria ser criança.

Ah, como queria voltar no tempo
Viver a liberdade que me alcança
Neste retorno de ser uma criança
Voando pelas serras como o vento.

Queria nos pés o afago da terra
Que na chuva exala um perfume
Ali com seu barquinho de costume
Menino marinheiro sem guerra.

E todo feliz para casa regressa
Ensaia à mãe nova promessa
Livra-se das broncas como artista

Assim reinventa toda felicidade.
Menino livre de toda temeridade.
Relembra e chora sua vida revista.

Toninho.
08/10/2011.

Que permaneça viva a criança,que mora em nossos corações.
Um Feliz Dia as todas as crianças do Brasil.
Que nenhuma criança seja violentada em seu direito de ser criança.
**********************************************************
Interação da Franciette:
Crianças da minha rua
ó quem me dera revê-las
com sorrisos luminosos
brilhantes como as estrelas

correndo saltando ao eixo
à cabra -cega ao pião
crianças da minha rua
que nunca vos falte o pão
************************************************************************










21 comentários:

  1. Também queria voltar a ser criança, livre de toda temeridade. Ô saudade! Abração de criança!

    ResponderExcluir
  2. É preciso adormecer os homens e acordar as crianças em cada um de nós. Belíssimo soneto, amigo! Abração e ótimo dia.Paz e bem.

    ResponderExcluir
  3. LINDA poesia e nunca podemos deixar morrer essa criança em nós...Adorei!!! Linda música também...abraços, lindo feriadinho!chica

    ResponderExcluir
  4. Par voltarmos a ser crianças basta que não deixemos a que existe dentro de nós morrer...essa criança que voce relata lindamente em seu poema ainda vive intensamente dentro de voce, senão, voce não se lembraria mais dela...

    Que música linda neste dia lindo!
    Beijos com carinho

    ResponderExcluir
  5. Amigo,

    FELIZ DIA DAS CRIANÇAS!!!

    Beijinhos.
    Minas.♥ •˚。
    °° 。♥。
    ●/ ♥•˚。˚

    ResponderExcluir
  6. Poesia linda! Vc com esta poesia faz renascer a criança que mora dentro de cada um de nós, só muda o cenário, mais é quase o mesmo, os pés sentindo o chão molhado pela chuva, e as vezes quente, mais quem é criança não sentem, e sim o cheiro que exala, de tudo desde a natureza, até da comidinha da mamãe, se soubéssemos como passa rápido, vivia mais estes momentos mágicos onde tudo é encantamento.
    Um abraço Poeta, nota dez para a música.
    Celina

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pelo seu dia!
    Sei que ainda não morreu a criança que trouxe dentro de ti...
    Parabens pela poesia...cheia de encantamento...vc fez com toda inspiração de um poeta rico de letras...e eu sou uma admiradora do seu poetar...
    bjssssssssssss

    ResponderExcluir
  8. Crianças da minha rua
    ó quem me dera revê-las
    com sorrisos luminosos
    brilhantes como as estrelas

    correndo saltando ao eixo
    à cabra -cega ao pião
    crianças da minha rua
    que nunca vos falte o pão

    Ao meu querido amigo que sua criança seja sempre feliz e que jamais se afaste dela, beijinhos de luz paz e muito amor...

    ResponderExcluir
  9. Lindo, mas lamento que hoje já não permitam que a criança usufrua deste momento de liberdade. Cedo os pais impoem responsabilidades com aprendizagens, aulas disto, daquilo.
    Que a criança que experenciamos não nos abandone e que as crianças não se convertam em mini adultos.
    bjs

    ResponderExcluir
  10. Essa criança, poeta, tem de permanecer viva em nós.Assim, a vida fica mais leve, mais gostosa de levar. Como sempre, lindos poemas. Abração.

    ResponderExcluir
  11. Querido amigo Toninho!

    Tanta falta eu sinto tambem de você e de todos os que comentão nos meus blogues!
    Antes de mais deixe que lhe diga que tambem sinto muita saudáde dos tempos de criança! No homem não tem mais nada tão bom como se ser criança!
    Estou com dois grandes problemas! O primeiro é o facto de não poder entrar e fazer comentários, não tenho o Blogger! Estou a escrever mas nem sei se entrará, pois todas as outras vezes não entrão! O outro problema é eu estar a passar por uma grande depressão! Estou tomando medicamentos que me dão muito sono!

    ResponderExcluir
  12. Consegui, provávelmente já consiguirei entrar nos outros também!

    Um grande abraço deste grande amigo.

    ResponderExcluir
  13. Meu prezado amigo.
    Quem não gostaria de voltar aos tempos áureos em que a infância era a coisa mais sublime?
    Onde as brincadeiras, as cantigas de roda, os rústicos brinquedos era nosso gostoso passatempo...
    Claro que as peraltices faziam parte, mas o mundo era melhor!
    Um poema para nós todos que ainda somos CRIANÇAS, dentro desse sentimento que ainda trazemos.
    Um fraterno abraço, feliz dia das crianças.

    ResponderExcluir
  14. Olá estimado Toninho,

    Como vai?
    Seu feriado está correndo bem? E a criançada? Feliz, não está?
    Adorei seu poema. Tem magia e encanto. É coisa sobre criança.
    Criança é amor, felicidade, ingenuidade, pureza, despudor e muito amor.
    E você, Toninho, não é, às vezes, uma criança, um pouquinho mais velha?

    Beijos carinhosos de luz.

    ResponderExcluir
  15. Toninho
    Que lindo poema, acompanhado dessa música que nos remete por inteiro à nossa infância. Como tenho saudades. Acho que é por isso que eu carrego, sempre sentro de mim, uma eterna moleca. Que seu final de feriado seja mágico como uma criança.
    Bjkas com carinho!

    ResponderExcluir
  16. Sebsível e bonito, meu amigo! - Parabéns! - Abração

    ResponderExcluir
  17. Bira,
    Um belíssimo soneto. Um soneto que nos leva ao eterno mundo de criança. Pois é isso mesmo, somos eternas crianças viajando pelo infinito do tempo. E Milton, Grande Milton, traz de volta esta emoção!
    Grande Amigo, parabéns!
    Que Nossa Senhora o abençoe, sempre!

    ResponderExcluir
  18. Abraço recebido por essa também criança que exulta de felicidade com seu carinho...
    Beijos e abraços cercados de pura Luz.

    ResponderExcluir
  19. Vida revista e que todo dia a felicidade insista e que vc a vista em poesia, em prosa e na vida inteira amigo.
    Lindo!
    Que toda criança tenha a chance de acreditar no amor, mesmo que ele tenha sido, ou seja, negado para ela em alguma outra forma invertida de violência e ausência... seja como for, que toda criança cresça tomando posse do amor, sentindo e falando, vivendo o amor e que seja adulta e dona de tudo, que algum dia no passado possa ter sido a ela negado.
    Feliz dia criança!!

    ResponderExcluir
  20. Oi Toninho
    que todos os dias sejam dias alegres , de folguedos e felicidades.
    Como crianças inocentes , que espalhemos essa alegria ao redor .
    Lindo poema,parabéns
    obrigada pelo retorno
    meu abraço

    ResponderExcluir
  21. Oi Toninho, que presente esse texto. Um soneto que me levou fundo no esconderijo de minha criança. Sempre ando dando alguns voo aos vento.Sou uma eterna criança. Através dela vejo a vida diferente como se apresenta pra mim. Espetacular seu post.Um abraço pra ti dessa criança que ainda vive em mim.Um exelente resto de semana cheio de coisas boas. Bjs grande!

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.