Páginas

sexta-feira, 16 de março de 2012

A flor do dia















 
 A flor do dia.

 Fecha-se a janela, que dá para o jardim.
Ficam minhas saudades aprisionadas,
Como num jarro a bela flor esquecida.
Sem raios solares morre desbotada.
Pequena flor seus últimos pingos de vida.

Desesper0-me ao ver a flor que murcha,
Sobre a borda da jarra, ela se debruça.
Na janela apenas o lamento triste agora.
Falsa simbiose da flor que se enamora.

Em meio a este abandono que emperra,
Logo a esperança de amar vai embora.
Sem nenhum tipo de alento nesta agonia,
Que faça esperar pela nova manhã de gloria.

Vejo os primeiros raios solares pela janela
Deflorando a manhã, alimentando o jardim.
Sob o olhar atento do beija-flor na festa amarela
De um girassol que se oferece aos raios solares.

Mas a flor que outrora me encantara
Agora ali alheia à fotossíntese, agoniza.
Esta flor descrente dos galanteios solares.
E o ultimo cuitelinho num rasante foi embora.


Toninho.
12/03/2012.

33 comentários:

  1. Olá, Toinha
    Tão lindo e, ao mesmo tempo, desencantada ficou a flor...
    Tudo a ver com a nossa BCAP... ainda estamos no Encantamento mas virá o Desencanto... como na sua linda poesia... parabéns!!!
    Abraços fraternos de paz

    ResponderExcluir
  2. Linda,embora triste ...Bem escrito SEMPRE e essa musiquinha, linda!!!um ótimo fds,chica

    ResponderExcluir
  3. Linda imagem, mas senti tristeza, pois vivemos realmente nesta balança amarosa. É a vida!
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Toninho olá. Sou a Lindalva da Ilha e moderadora do Ostra da Poesia. Vim firmar que o teu voto 6º Pena de Ouro foi computado com sucesso. Teu blog é nota 10. Beijos perfumados .

    ResponderExcluir
  5. oi Amigo, versos bonitos mais tristes,me deixando triste tambem pela morte da rosa. abraços. Celina.

    ResponderExcluir
  6. Oi Toninho!
    Linda sua poesia!
    É o nosso ciclo, uns mais efêmeros que outros.
    A flor dá tanta beleza por tão pouco tempo!
    Abraço e um ótimo fds!

    ResponderExcluir
  7. lindo, às vezes é isso que acontece, tem coisas que se esvaem mesmo, ainda que debaixo de nossos olhos. Beijos e muito obrigada pelo seu carinho de sempre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindeza meu amigo!Um bom fim de semana!

      Excluir
  8. Que lindeza meu amigo!Um bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  9. O desencantamento da flor traz tristeza. O aprisionamento da saudade, a ele comparado por você, traz melancolia. Tudo que não se levanta com os raios de sol, demonstrando desesperança, machuca. Mas seus versos encantam, na tradução desses sentimentos.

    (Meu amigo, obrigada pelo apoio)

    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  10. Olá Toninho,

    Linda imagem!

    Belíssima poesia! Não obstante, meu coração condoeu-se pela agonia da flor do dia.

    Obrigada pelo carinho do apoio à poesia da mana.

    Desejo-lhe um excelente final de semana.

    Abraço, recheado de carinho mineiro.

    ResponderExcluir
  11. Fiquei triste... poesia tem disso!

    º°❤ Bom fim de semana!
    °º✿ Beijinhos.
    º° ✿ ✿⊱╮Minas.

    ResponderExcluir
  12. Olá Toninho, que lindeza é sua poesia que embora triste não perdeu nadinha em beleza poética! Parabéns!! Beijos

    ResponderExcluir
  13. lINDO DIA AMIGO MEU!
    TÃO CHEIO DE BELEZA QUANDO TE DESPRENDE DO TEU CANTINHO E VAIS VISITAR UMA SEVERA...BEM DO OUTRO LADO,MAS QUE SEMPRE ESTÁ TÃO PERTINHO PELO LADO POÉTICO,KKKKKKKK,
    ELA AMA TUDO QUE FAZ,AMA TODOS DESTE UNIVERSO VIRTUAL,E AINDA APRENDEU AMAR VC DE FORMA SILENCIOSA,COM CARINHO MUITO ESPECIAL.ELA É UMA AMANTE DAS FLORES E DAS POESIAS.E AINDA DIZ QUE VC SABE ESCREVER MUITO BEM...POIS MESMO DENTRO DE UM CONTEXTO ONDE SAI UM POETAR TRISTE,VC DAR VIDA E FAZ LEVITAR NOS PENSAMENTOS...A MÚSICA DEU ASAS E VIDA A SUA POESIA...
    VAMOS AMAR ESSE POETA SEMPRE!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  14. A tristeza inspira, abraço Lisette.

    ResponderExcluir
  15. Olá estimado Toninho,

    Singeleza e beleza em seus versos.
    Assim tudo começa e tudo termina.
    Suas palavras são carinhosas, mas tristes e quase resignadas.

    Bom final de semana.
    Beijos de luz.

    ResponderExcluir
  16. O amor existe que resiste depois que o romance acaba... Lindo mas triste!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  17. Boa noite meu amigo querido Toninho!
    A agonia da flor, é a mesma agonia de quando o nosso amor vai embora.
    Sem amor, não há sol,
    não há água.
    Não há alimento que sacia.
    Uma linda noite meu querido.
    Bons sonhos.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  18. Poeticamente falando, é lindo. Pena que no fim a florzinha foi embora...
    Beijos e ótima semana!

    ResponderExcluir
  19. Curvou-se esta flor ante a sua grande poética e agora agoniza.
    Toninho
    por certo o colibrí voltará para abrir a janela desse jardim para trazer de volta a flor para mais uma maravilhosa poesia como essa.

    Um bom domingo

    ResponderExcluir
  20. OI TONINHO!
    A FLOR AGONIZA SE CURVA, LANÇA-SE AO SOLO PARA
    DAR LUGAR AO BROTO QUE JÁ SE APRESENTA, ENFEITANDO NOVAMENTE O VASO COM SUA COR E BELEZA,
    NUMA SEQUÊNCIA,QUASE CRUEL, MAS INEVITÁVEL, A CONTINUIDADE DA VIDA E DO AMOR...
    ABRÇS
    Zilanicelia.blogspot.com
    Click AQUI

    ResponderExcluir
  21. Meu querido amigo sei que estou em falta , mas tudo isto se deve a motivos de saúde.
    Tenho tido o meu marido hospitalizado e agora está em casa há espera de ser chamado para operar a um tumor na próstata, da as minhas desculpas, beijinhos de luz e muita paz...
    PS: adorei seu poema da flor que na verdade é bem linda...

    ResponderExcluir
  22. Bom dia,Toninho!!

    Que bela sensibilidade meu amigo!!!Uma linda poesia, embora triste.
    Linda imagem também!
    Beijos!Boa semana!

    ResponderExcluir
  23. Com muito carinho agradeço sua amizade
    desejo a todos nós uma semana abençoada e feliz.
    beijos no coração.
    Com saudades pois tive que me
    mais espero marcar minha presença sempre.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  24. Que sensibilidade amigo...tudo de bom..Lindinha a poesia ..pouquinho triste..mas é a vida ne?
    abraço terno...boa semana..
    linda musica por aqui..
    titi

    ResponderExcluir
  25. Boa noite, querido amigo Toninho.

    Nostálgico, e lindo!
    É pura emoção...

    Tenha uma bela semana de paz.

    Beijos.

    (Muito, muito obrigada!)

    ResponderExcluir
  26. Amigo querido,sua poesia está muito linda e embalada por esta canção,mais linda ainda fica.

    Obrigada pelas visitas e carinhosos comentários.
    Bjsssssss
    Leninha

    ResponderExcluir
  27. Oi Toninho
    Belo poema.
    Somos sensiveis a qualquer perda ,o importante é essa capacidade de renovação em todos os sentidos.
    com abraço pra ti

    ResponderExcluir
  28. Os raios solares chegarão como alimentos essenciais para a rosa desbotada. Antes, sem luz fora esquecida, hoje, juntamente com as outras, deixou de ser aprisionada. Ela sorri novamente para o imenso jardim. Há hálitos perfumados da vida.

    Grande Abraço, amigo. Parabéns pela composição poética!

    ResponderExcluir
  29. Olá Toninho,

    Nada melhor que a simplicidade para demonstrar em versos a versatilidade do poeta. Obrigado pelo seu comentário no meu blog.

    Um abraço, paz e bem

    ResponderExcluir
  30. Seus versos inspiram
    respiram
    remetem
    á poesia.
    Que cria laços
    rendem abraços
    Pura magia!
    Abração

    ResponderExcluir
  31. TODO AMOR APRISIONADO, PERDE O VIÇO, MORRE, EGOÍSTA DO HOMEM QUE QUER O AMOR SÓ PARA SI, AFINAL QUEM AMA QUER VER A FELICIDADE DO SER AMADO, QUER VER A SUA BELEZA NA PLENITUDE LIVRE E SE CONTENDA COM UM SIMPLES OLHAR DE ALEGRIA, QUEM AMA REALMENTE NÃO É EGOÍSTA, ADOREI TUA POESIA, TENHO UMA ASSIM ANTIGA, BEIJOS LUCONI

    ResponderExcluir
  32. Boa noite querido Toninho.
    Tão linda e realista poesia. Emocionante. Ela nasce, crescem, algumas reproduzes e o final é a morte. A triste tarefa de deixar ir, ha um ano ganhei uma planta da minha filha, com as minhas ausência ela foi morrendo, mas eu nunca conseguia deixar de colocar água, terra etc. Um dia a minha filha me falou deixa ela ir minha mãe, chegou o tempo dela, enfim, coloquei no lado de forma, e um dia acordei fui cuidar dela e chorei muito tinham levado rsrs. Depois desse dia nunca mais me apeguei a flor nenhuma, o triste é que quando é ser humano, as coisas é mais dificil. Uma linda semana. Enorme abraço.

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.